Busca-se a jugular do irmão, afirma Elio Gaspari sobre Vavá

O relatório final da Polícia Federal pediu o indiciamento de várias pessoas presas na Operação Xeque-Mate. Entre os indiciados está Genival Ignácio da Silva, o Vavá. Para a PF, Vavá é acusado de “tráfico de influência” e “exploração de prestígio”.

Segundo a PF, em troca de encaminhar os interesses de pessoas ligadas a Nilton Servo, acusado de liderar a máfia de caça-níqueis no Mato Grosso do Sul, Vavá teria recebido de R$ 300 a R$ 5 mil. A PF não conclui se essas supostas tentativas deram resultado. Outro indiciado é o funcionário público Dario Morelli Filho.

De acordo com o jornalista Elio Gaspari, que por motivos óbvios não pode ser acusado de lulista, “Genival Inácio da Silva, o Vavá, está sendo covardemente linchado porque é irmão do presidente da República”.

“Ele é acusado de tráfico de influência sem que até hoje tenha aparecido um só nome de servidor público junto ao qual tenha traficado qualquer pleito que envolvesse dinheiro do erário. Um fazendeiro paulista metido numa querela de terras queria reverter uma decisão unânime do Superior Tribunal de Justiça. Vavá recomendou-lhe um advogado. Isso não é tráfico de coisa alguma. Um empreiteiro queria obras e encontrou-se com ele num restaurante. Ninguém responde se Vavá conseguiu favorecer esse ou qualquer outro empreiteiro”, comenta o jornalista em sua coluna de domingo publicada nos jornais “O Globo” e “Folha de S. Paulo”.

“A divulgação cavilosa e homeopática de trechos de gravações telefônicas envolvendo parentes de Nosso Guia tornou-se um processo intimidatório e difamador capaz de fazer corar os generais do Serviço Nacional de Informações, o SNI da ditadura”. “No caso de Vavá, as suspeitas jogadas até agora no ventilador não guardam nexo com os fatos. Não há proporção entre as acusações que lhe fazem e o grau de exposição a que foi deliberadamente submetido”, continua. “Antes da conclusão do inquérito policial, Vavá foi irremediavelmente satanizado a partir de indícios, suspeitas e manipulações. Seu linchamento não busca o cidadão metido com vigaristas. Busca a jugular do irmão”, diz Gaspari.
Hora do Povo

Rizzolo: Já disse anteriormente que a mídia golpista enquanto não derrubar o governo Lula não sossega, acusações levianas na pessoa de Vává tem por objetivo atacar o governo Lula. É obvio que a mídia golpista ao atacar Vavá incide sobre a mente do povo brasileiro, que até por uma questão genética, a família do presidente está envolvida em escandalo, e insinua ” que o Lula sabia” como tanto gostam de afirmar jocosamente.
Agora ele não poder nem indicar uma advogado a uma amigo , é brincadeira, né. A mídia agindo assim , só torna o Chavez cada dia mais simpático em função de sua atitudes, nã é ?

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 197 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: