Cartel Citigroup demite 17.000 funcionários

O cartel financeiro norte-americano Citigroup, maior corporação bancária dos EUA, anunciou na quarta-feira a demissão de 17 mil de seus funcionários pelo mundo. O paquidérmico banco também irá transferir outros nove mil e quinhentos trabalhadores para países “onde o custo de manutenção e mão de obras sejam menores”, ou seja para onde os salários sejam mais baixos e com menos direitos trabalhistas.

“Em dezembro transmiti a Bob Druskin (diretor ope-racional do banco) e a nossa equipe uma diretriz simples: eliminar custos organizacionais, tecnoló-gicos e administrativos”, declarou em uma nota o executivo-chefe, Charles Prince.

As despesas do Citigroup tiveram um crescimento de cerca de 15% no ano passado, superando o seus lucros.

As medidas a serem adotadas pela “reestrutura-ção” deixam claro aonde o banco quer despejar suas dificuldades: no arrocho sobre seus funcionários. Entre elas está a “eliminação de cargos de gerência, com um eventual aumento do número de funcionários nas equipes de cada gerente”.

Jornal hora do povo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: