Uma proposta que não pode vingar

Não pode ser verdade a proposta de “setores do Governo” de desonerar as empresas em dificuldades por causa do câmbio do pagamento da contribuição de 20% à Previdência, ou outra qualquer medida para diminuir a alíquota do FGTS para essas empresas.

O governo já tem em suas mãos uma saída já aprovada e sancionada: basta cobrar a contribuição pelo faturamento das empresas e não pela folha de pagamentos. Assim ajudaria, e muito, as empresas intensivas em mão de obra, as mais prejudicadas pelo câmbio abaixo de 2 reais e pela concorrência predatória chinesa.

A contribuição pelo faturamento das empresas é a forma mais justa de auxiliar as empresas que mais contratam.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: