A polêmica sobre a autonomia universitária

O Estadão de hoje traz duas entrevistas e um artigo discutindo a questão da autonomia das universidades estaduais de São Paulo, que teria sido afetada por algumas decisões tomadas pelo governador José Serra e que têm gerado uma crise no meio acadêmico paulista, inclusive com a ocupação da reitoria da USP.

Na primeira entrevista – “Hoje não há risco para a autonomia universitária” (em área aberta para não assinantes) -José Tadeu Jorge, reitor da Unicamp e presidente do Conselho de Reitores das Universidades Estaduais Paulistas, um dos primeiros a se manifestar contra as mudanças de Serra, diz que hoje as dúvidas foram resolvidas.

Seus argumentos são rebatidos por Francisco Miraglia Neto, vice-presidente da Adusp, na entrevista “Decretos do governador são sim uma interferência” (esta só para assinantes).

A polêmica sobre a autonomia universitária é analisada em profundidade no artigo “As três faces da controvérsia” (em área aberta a não assinantes), do diretor da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da USP, Gabriel Cohn.

As três posições enriquecem o debate sobre esse tema e comprovam que o diálogo é o melhor caminho para se buscar as soluções necessárias para o fortalecimento da universidade. Pena que o governador José Serra não tenha feito o mesmo.

Leiam e reflitam.
enviada po Zé Dirceu

Obs.Concordo com o Zé o governador Serra não tem o hábito do diálogo. Há necessidade de um amplo debate sobre essa questão da autonomia das Universidades Estaduais.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: