Iedi sobre os juros do BC: “não há no mundo uma situação de tamanha segurança de elevada rentabilidade”

Avaliando a queda da cotação do dólar para baixo de R$ 2,00 – fechou no dia 21 a R$ 1,94, a menor desde 3 de janeiro de 2001 –, o Instituto de Estudos para o Desenvolvimento Industrial (Iedi) afirma que “há um erro nas análises” que consideram a valorização do real apenas como fator resultante dos saldos comerciais e da ampliação das reservas internacionais. “Outro determinante é tão ou mais poderoso e não resulta de nenhuma virtude da economia nacional. É o enorme diferencial entre a taxa de juros interna e a taxa de juros ‘externa’. A primeira é definida pela taxa Selic e a segunda corresponde à taxa norte-americana de juros, acrescida do risco atribuído ao Brasil”.

Para o Instituto, “a primeira, sendo na atualidade de 12,5% ao ano é quase que um múltiplo de dois da segunda. Não há no mundo uma situação como essa, associada ao Brasil, em que há tamanha segurança de elevada rentabilidade. Isso não atrai somente aplicadores do exterior, mas também os nossos próprios exportadores, que buscam maximizar seus ganhos antecipando receitas de exportação. Ambos os fatores – aplicações oriundas do estrangeiro e antecipações de exportação – motivados pelo diferencial de juros são, a nosso ver, determinantes ainda mais poderosos para a enxurrada de dólares que vem levando à excessiva valorização da moeda”.

“Olhando por esse ângulo”, diz o Iedi, “é possível, sim, que seja estancada a forte onda de valorização, muito embora para que isso ocorra se faça necessária uma mudança de fôlego na política de taxa de juros. Esta deveria cair muito mais do que a propalada queda de 0,5 ponto percentual que se antecipa para a próxima reunião do Copom, em junho”.

Hora do Povo

Obs. O Brasil passou a ser o paraíso da especulação, o enorme diferencial entre a taxa de juros interna e a taxa de juros ‘externa’, acrescida do risco atribuído ao Brasil” leva os especuladores ao extase, uma política perniciosa, não gerando produção. Agora a pergunta clássica : Quem são as pessoas que compõem o COPOM ? Resposta Banqueiros.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: