Lula: “povo exige que notícias sejam dadas com seriedade”

O presidente Lula defendeu uma imprensa séria e mais responsável durante a cerimônia de abertura do 24º Congresso Brasileiro de Radiodifusão, realizado na terça-feira em Brasília. “Ganha a marca da verdade quando a coisa é noticiada com a seriedade que o povo compreende e exige que seja, porque se alguém que faz um discurso, que dá uma notícia – ou a transmite – exagera em seu noticiário, ele pode ter três meses de audiência grande, mas um dia ele vai perceber que a audiência caiu porque ele deixou de ser verdadeiro”, afirmou.

Lula lembrou que “o Brasil espera que todos os homens que assumam responsabilidades” enalteçam “a democracia, porque a democracia não é um valor pequeno, a democracia é a razão das grandes lutas de toda a humanidade em todos os tempos. Ao mesmo tempo, convencer as pessoas e as instituições de que a nossa responsabilidade aumenta na medida em que aumenta o nosso poder”.

“Às vezes o político se engana, às vezes o intelectual se engana, às vezes os jornalistas se enganam, às vezes os radialistas se enganam, achando que eles podem se transformar em formadores de opinião pública capazes de, em tudo que falarem, terem a mágica da verdade”, assinalou o presidente.

Sobre o trabalho da Polícia Federal e a Operação Navalha, ele disse que considera muito importante o seu trabalho para fortalecer a democracia e consolidar as instituições brasileiras. “Teremos muito mais tranqüilidade quando ela fizer seu trabalho, e mais tranqüilidade nós teremos ainda quando ela não permitir que um processo iniciado vaze, para alguém criar uma imagem negativa de uma pessoa sem ter terminado o processo”, disse.

O 24º Congresso Brasileiro de Radiodifusão reúne cerca de 1,8 mil dirigentes e profissionais de rádio e televisão e foi realizado pela Associação Brasileira de Emissoras de Rádio e Televisão (Abert). Durante o congresso, serão discutidos temas como a implantação da TV digital e a discussão do modelo digital para o rádio, além de responsabilidade social e o papel da radiodifusão no processo de desenvolvimento social.

Durante almoço com o secretário-geral do Partido Comunista do Vietnã, Nong Duc Manh, no Itamaraty, na terça-feira, perguntado sobre a não renovação da concessão da RCTV da Venezuela, Lula respondeu: “É um problema da legislação e do governo da Venezuela”. “Não opino sobre isso da mesma forma que eu não quero que eles dêem palpite nas coisas que eu fizer aqui”, enfatizou.

Hora do Povo

Obs. Acho que Lula mandou dois recados um o para a Veja e outro subliminarmente aos golpistas que fazem mal uso das concessões de TV, Lula achou melhor não opinar, agora não provoquem porque quem pergunta o que quer ouve o que não quer.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: