‘Henrique, à frente do BC, é um de nós’, diz o presidente do Citibank

Mr. William Rhodes saudou a extraordinária “coragem e convicção” de Meirelles para contemplar os interesses de Wall Street

“Henrique tem um background bancário e por isso é, de certa maneira, um de nós”, enfatizou o presidente do Citibank, William Rhodes, ao apresentar o presidente do Banco Central, Henrique Meirelles, na Reunião de Primavera do Instituto da Finança Internacional (IIF), instituição que reúne um pouco mais de 300 bancos e fundos de investimentos.

É a segunda vez que Rhodes contempla Meirelles com afagos do tipo dispensado no convescote de Atenas, quer dizer, na Reunião de Primavera realizada na sexta-feira passada. Em janeiro, no Fórum Econômico Mundial, já havia setenciado: “Ele é homem de confiança do sistema financeiro internacional e acredito que também dos banqueiros brasileiros”.

Rhodes fala com conhecimento de causa, afinal preside um dos maiores monopólios financeiros já visto, portanto beneficiário dos juros siderais implantados pelo referido Henrique. Só mesmo um representante da banca internacional para promover uma queima de R$ 629,41 bilhões em transações com juros, em pouco mais de quatro anos, o grande feito de Meirelles. Obviamente que isso não sai de graça. Se de um lado alguém ganha, no caso o sistema financeiro, sobretudo estrangeiro, de outro alguém paga a fatura, ou seja, o setor produtivo. O problema é que esse último é quem promove o crescimento, gera emprego etc.

É só conferir o estrago que os juros altos têm causado ao câmbio. Depois de cair para baixo de R$ 2, a cotação do dólar já acena romper a barreira de R$ 1,90. No mesmo dia em que Meirelles se reunia com a agiotagem internacional a cotação do dólar encerrou a R$ 1,902, o menor valor desde 31 de outubro de 2000. Isso depois de no dia anterior o BC ter comprado no chamado “mercado de câmbio” US$ 1,8 bilhão, a maior aquisição já feita em um único dia, em mais uma vã tentativa de deter a trajetória descendente da moeda norte-americana.

O resultado é que setores afetados pelo câmbio adverso, como por exemplo a indústria de calçados, estão transferindo suas unidades para outros países ou fechando ou anunciando que irão fechar as portas.

Segundo o BC, esses dólares comprados no “mercado de câmbio” são destinados às reservas internacionais, que já estão em cerca de US$ 140 bilhões. “O Brasil tem um regime cambial flutuante e uma política de fortalecimento das reservas. Nós acumulamos neste ano um valor aproximadamente igual ao de 2006”, disse Meirelles na reunião do IIF. Interessante, e do agrado do sistema financeiro internacional, é que para a compra desses dólares o BC emite títulos remunerados pelos maiores juros do mundo e aplica esses dólares (as reservas) em títulos norte-americanos a juros de 5,25%, bem inferiores aos juros estabelecidos no Brasil, demonstrando mais uma vez o alto custo para ampliar essas reservas.

Na apresentação de Meirelles aos confrades, o presidente do Citibank teceu loas à atuação do seu dileto Henrique na presidência do BankBoston. Daí resultou o seu “background bancário” – isto é, o seu acúmulo no sistema financeiro – e ser um integrante da confraria, segundo Rhodes. “Ele tem demonstrado uma enorme coragem e convicção no BC”, completou o banqueiro. Há um equívoco nesta declaração, ainda que inevitável para o presidente do Citibank. Coragem e convicção são necessárias para contemplar os interesses de 180 milhões de brasileiros, não os de meia dúzia de especuladores estrangeiros. Não é possível acender uma vela a Deus e outra ao Diabo.

VALDO ALBUQUERQUE
Hora do Povo

Rizzolo: Esse William Rodhes é sujeito talvez distraido, de tão acostumado a tratar pessoalmente com o Meirelles ás vezes se esqueçe . Provavelmente, deve entre amigos chamar o Meirelles de ” our boy ” , ´so com muita “coragem e concicção” nos interesses internacionais pode-se chegar a ser um grande representante da banca internacional . Como diz a linguagem popualar o Rhodes já ” esta dando muita bandeira “, com o Meirelles, disfarça Rodhes.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: