Solidariedade a Emir Sader

A bancada do PT na Câmara dos Deputados divulgou uma nota em solidariedade ao cientista social Emir Sader que está sendo processado por injúria pelo senador Jorge Bornhausen, ex-presidente do ex-PFL. Um recurso apresentado por ele será julgado amanhã no Tribunal de Justiça de São Paulo. O recurso é contra sentença ditada contra Sader, em primeira instância, pela 11ª Vara Criminal de São Paulo, que avaliou que Sader cometeu crime de racismo ao tratar Bornhausen como racista na revista Carta Maior. A manifestação de Emir Sader, entretanto, se deu em reação a uma declaração do ex-senador que, em entrevista à imprensa, “disse estar encantado porque “…estaremos livres dessa raça pelos próximos 30 anos”, referindo-se claramente aos petistas.

Também o Ministério Público de São Paulo recorreu da sentença condenatória contra Emir Sader. Na nota, assinada pelo líder do partido na Câmara, deputado Luiz Sérgio (RJ), a bancada “manifesta solidariedade a este destacado combatente da democracia, do socialismo e das lutas populares e expressa sua esperança de que a Justiça de São Paulo se pronuncie com discernimento e com sentido de proporção, anulando esta condenação injusta”.

Eu me junto aos companheiros deputados federais nessa corrente de apoio e solidariedade a Emir Sader por esse processo injusto.
enviada por Zé Dirceu

Rizzolo: Quero me solidarizar com o companheiro Emir Sader, usar a Justiça Pública como meio de vingança, não prospera e os Tribunais não se curvam a esse tipo de expediente, o que se quer na verdade com uma condenação como essa é impedir o direito de livre expressão, numa ação que visa a intimidar e criminalizar o pensamento crítico, com certeza essa sentença condenatória não terá sustenção no Tribunal de Justiça de São Paulo, que é um Tribunal zeloso e prima pelo bom senso, e com o costumeiro acerto absolvirá o companheiro Emir Sader, como medida de justiça !

Publicado em Política. 1 Comment »

Uma resposta to “Solidariedade a Emir Sader”

  1. Guillermo Says:

    Meu apoio a Emir Sader.
    Aproveito para concordar com ele: o Jorge Konder Bornhausen, o “coca-cola” (apelido) é a pessoa mais repulsiva da república.
    Deveríamos estampar uma camisa de apoio a Emir Sader com sua opinião logo abaixo.

    Quando a PF vai chegar em SC com força total?
    O Ildo Rosa não é mais delegado.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: