O velho discurso de sempre

O ex-governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, reaparece, em grande estilo, nas páginas amarelas da revista Veja, depois de alguns meses de ausência do País. A entrevista “O Senado falhou”(só para assinantes) mais parece uma peça publicitária, produzida por marqueteiros, do que uma entrevista jornalística. É uma entrevista de encomenda, feita sob medida para marcar a volta do candidato tucano derrotado nas eleições presidenciais ao cenário político.

Na entrevista, Geraldinho repete o velho e surrado discurso anti-Lula e anti-PT, que foi derrotado nas urnas, e insiste no argumento esfarrapado de que o governo Lula se apropiou de conquistas do governo FHC, como a estabilidade, desconsiderando a crise econômica e de credibilidade que o país vivia nos últimos anos do tucanato. Além disso, critica o PAC, a ação da Polícia Federal no combate à corrupção e outras questões pontuais, e repete o fracassado mantra sobre a origem do dinheiro que seria utilizado para a compra do tal dossiê contra José Serra, principal peça de campanha do PSDB nas eleições presidenciais, que já se provou ter sido uma armação.

A entrevista de Geraldinho Alckmin parece ter saído de um Túnel do Tempo, no qual entrou depois da derrota eleitoral e saiu agora sem se dar conta de tudo que mudou no País.

Os entrevistadores da Veja, disciplinados, fizeram a sua parte. As perguntas são verdadeiros levantamentos açucarados de bola para Geraldinho cortar. Nenhuma pergunta que pudesse constranger o ex-candidato a Presidente da República. Nada sobre o acidente do Metrô em São Paulo, sobre a crise da educação no Estado, sobre a segurança pública, sobre as obras no Rio Tietê questionadas pelo TCE ou sobre o envolvimento do PSDB nas investigações da Operação Navalha.

Tudo muito bonito, muito clean, um verdadeiro conto de fadas.

E, no final, para mostrar qual o real objetivo da entrevista encomendada, o lançamento da chapa Aécio-Serra para as eleições de 2010.

Isso é que se pode chamar de uma eficiente assessoria de imprensa.
enviada por Zé Dirceu

Rizzolo: Fica evidente, nessa festa de debutante da volta de Geraldo Alkmin no cenário político, que a revista Veja, com seus entrevistadores treinados pela mídia golpista , a intenção de por falta de ter o que falar, ” recitar o velho mantra ” sobre sobre a origem do dinheiro que seria utilizado para a compra do tal dossiê contra José Serra, coisa passada que já foi vista como armação, até parece que o povo humilde está interessado nesse discurso, chega ser hilário a falta de argumentação, e o desepero da direita insistindo em apoiá-lo, muitos já perceberam que é uma conoa furada, outros insitem até porque não tem coisa melhor. Na minha opinião o José Serra esta ” louquinho ” pra cair fora desse partido. Ou será que só eu acho, isso ?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: