Justiça Federal do Paraná suspende comercialização do milho da Bayer

A Justiça Federal do Paraná suspendeu, na última segunda-feira, a liberação comercial do milho transgênico “Liberty Link”, da transnacional alemã Bayer.

A juíza substituta da Vara Ambiental, Pepita Durski, concedeu liminar que também proíbe a Comissão Técnica Nacional de Biossegurança (CTNBio) de deliberar sobre novos pedidos de aprovação do milho, já que a transnacional tenta fazer passar na comissão o LL, resistente apenas ao agrotóxico de princípio ativo glufosinato de amônio sob monopólio da empresa. O curioso é que nenhum país da União Européia, de onde vem o milho, planta comercialmente o milho LL.

O agrônomo e presidente da Claspar, Valdir Izidoro, ressaltou que “a decisão é uma importante medida de precaução”. Ele acrescentou que o plantio de milho transgênico é uma ameaça real de contaminação para o cultivo tradicional. “O milho geneticamente modificado da Bayer só beneficia a multinacional. Os agricultores terão que pagar royalties e ficarão para sempre na mão das gigantes sementeiras internacionais”.

Izidoro destacou que um novo estudo sobre os impactos na saúde de um tipo de milho geneticamente modificado da Monsanto apontou que cobaias alimentadas com o produto apresentaram 60 diferenças em relação às cobaias alimentadas com milho convencional em seus órgãos internos.

O estudo, desenvolvido pelo instituto de pesquisa Criigen, da França, revelou alteração nos tamanhos de rins, cérebro, fígado e coração, além de mudança de peso, de ratos alimentados com milho transgênico por 90 dias, o que poderia significar sinais de intoxicação.

Hora do Povo

Rizzolo:O dado em que nenhum país da União Européia, de onde vem o milho, planta comercialmente o milho LL. é muito importante, como existe dificuldade para se plantar o milho LL na União Européia, a idéia seria fazer com que os agricultores brasileiros paguem royalties e fiquem para sempre na mão das gigantes sementeiras internacionais , que pouco estão interessadas se faz mal , ou se o milho LL transgênico intoxica rato, querem sim o lucro e o pedágio que os agricultores para sempre pagarão na plantação dessa incógnita.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: