Lula defende programa para estimular a produção integrada de biocombustíveis no Mercosul

O presidente Lula defendeu o aprofundamento da integração dos países do Mercosul com mais eqüidade entre seus integrantes, durante a Cúpula de Chefes de Estado do Mercosul, realizado em Assunção, na última sexta-feira. “Temos que aprofundar a integração levando em consideração os interesses de todos os seus membros”, disse. “Os desafios de uma globalização assimétrica, exemplificados pelas dificuldades enfrentadas para concluir a Rodada de Doha para o Desenvolvimento, realçam ainda mais o caráter estratégico de nosso projeto comum”, acrescentou.

Esclarecendo o presidente da Bolívia, Evo Morales, que em seu discurso disse que acha “sinistra (a) idéia de transformar alimentos em combustíveis”, Lula defendeu uma produção integrada dos biocombustíveis como fonte de energia no Mercosul. “Além das alternativas tradicionais, que demandam pesados investimentos e prazos mais longos de maturação, penso que os biocombustíveis oferecem uma oportunidade sem paralelos para transformarmos nossa região em pólo industrial e tecnológico na vanguarda dessa revolução energética”, defendeu.

“A experiência brasileira deixa claro seu enorme potencial em termos ambientais, sociais e econômicos. Mostra também que esse programa não compromete em nada a segurança alimentar de nossos países”, argumentou Lula, lembrando que tem “mobilizado as empresas brasileiras para investir nos países vizinhos, aproveitando a abundância de sol, terra e mão-de-obra qualificada em nossa região”. “Por tudo isso”, disse o presidente, “temos urgência de que o Grupo de Trabalho sobre Biocombustíveis elabore um programa para estimular a produção e consumo de etanol e biodiesel nos países de nosso bloco”.

Lula falou sobre soluções para as assimetrias que ainda persistem na região. “Um instrumento importante para aumentar a integração produtiva e, ao mesmo tempo, diminuir as assimetrias entre nossos países, será o Fundo para apoio à pequena e média empresa, sobretudo do Uruguai e do Paraguai”, apontou. “Na verdade, estou convencido de que a integração das cadeias industriais, juntamente com a eliminação de barreiras injustificadas ao comércio, é a melhor maneira de assegurar um desenvolvimento eqüitativo que beneficie todos os nossos povos”, completou.
Hora do Povo

Rizzolo: Em primeiro lugar precisamos regulamentar essa questão do etanol restringindo e determinando áreas para o plantio para que essa cultura não comprometa as demais já existentes, como a soja. Em segundo lugar como bem diz Lula ““Temos que aprofundar a integração levando em consideração os interesses de todos os seus membros”, por falar nisso deveríamos começar implementando isso no nosso próprio páis onde o nosso legeslativo boicota a entrada da Venezuela no Mercosul, em troca de agradar os EUA e a mídia golpista, que nada em troca nos dão muito menos redução de tarifa para etanol, uma situação ridícula, vez que o próprio petroleo que os EUA compram da Venezuela entram sem tarifa. A União Européia já esnoba o Brasil , não tenham ilusão também, não vão nos abrir nenhum mercado. Temos que pensar uma América Latina de dentro pra fora, mas os reacionários que ficam deseperados para não magoar os EUA e a Europa insistem na humilhação do Brasil perante esses Blocos , e tentam boicotar tudo que é integração na América Latina. Uma vergonha, falta de patriotismo, e principalmente falta de firmeza do governo. Obs. Já estou começando a ficar de saco cheio dessas vacilações do Lula, ás vezes me passa falta de firmeza em querer agradar tudo mundo, isso não existe em política, hein !

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: