Brasil se prepara para lançamento do foguete VSB 30 de Alcântara

O lançamento do foguete VSB 30 (Veículo de Sondagem Booster), de 12 metros de comprimento, a partir do Centro de Lançamento de Alcântara, no Maranhão, está previsto para a próxima segunda-feira (13). Será um vôo de 20 minutos, que atingirá a altitude de aproximadamente 280 quilômetros, destinado a colher experiências científicas quanto ao comportamento de elementos e substâncias em ambiente de reduzida gravidade.

“Na medida em que se atinge uma altitude dessa natureza a gravidade torna-se diminuta, e isso permite a aferição de resultados científicos em situações fora da rotina, mas muito úteis para o progresso de ciência”, explica o tenente-coronel Fausto Barbosa, comandante responsável pelo lançamento.

Nove experiências serão feitas durante o lançamento, que faz parte da Operação Cumã II, nas áreas de biotecnologia, engenharia, física, nanotecnologia e medicina, das quais participam universidades e institutos de pesquisa que ajudam a custear a missão.

O foguete foi desenvolvido pelo Instituto de Aeronaútica e Espaço (IAE) em cooperação com a Agência Espacial Alemã (DLR) e os testes foram feitos pelo Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE). “A participação do INPE é fundamental. Se não tivéssemos aqui a estrutura para estes testes, o vôo do VSB-30 poderia ser realizado só no ano que vem”, diz o coordenador de carga útil da Operação Cumã II, Flávio de Azevedo Corrêa Júnior, do IAE.

De acordo com o tenente-coronel Barbosa, a Base de Alcântara implantou diversas providências para melhorar a segurança dos lançamentos de foguetes, desde ocorrido em 2003, quando um VLS (Veículo Lançador de Satélites) explodiu.

Após o acidente que acabou com a plataforma em Alcântara e vitimou 21 pessoas, o presidente Lula retirou da pauta do Congresso a discussão sobre o Acordo de Salvaguardas Tecnológicas Brasil/EUA , do governo Fernando Henrique, que alugava a base aos americanos e impedia o acesso dos brasileiros à tecnologia e às instalações da base.

Único país da América Latina com capacidade tecnológica para lançamento de foguetes, o Centro de Alcântara deixa o Brasil numa posição privilegiada. O local é considerado por técnicos do setor como perfeito para o lançamento de satélites de grande porte, por localizar-se próximo da linha do Equador, o que economiza combustível.

Além da Alemanha, o governo brasileiro realiza parcerias no setor técnico-científico espacial com a China, Ucrânia, Rússia, Índia e França.
Hora do Povo

Rizzolo: Precisamos desenvolver tecnologia nessa área, o foguete que foi desenvolvido pelo Instituto de Aeronaútica e Espaço (IAE) em cooperação com a Agência Espacial Alemã (DLR) e os testes foram feitos pelo Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE), é um passo na pesquisa nas áreas de biotecnologia, engenharia, física, nanotecnologia e medicina.

Publicado em Política. 1 Comment »

Uma resposta to “Brasil se prepara para lançamento do foguete VSB 30 de Alcântara”

  1. david solberg Says:

    Parabéns a todos os participantes do projeto apesar da
    Carga útil do foguete VSB-30, que levava todos os esperimentos perdeu-se no mar, Mais uma vez assistimos um banho de competência dos responsáveis. Parabéns INPE!!!


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: