PF abrirá inquérito para apurar causas do acidente em Congonhas

incen.jpg

O ministro da Justiça, Tarso Genro, solicitou ao diretor da Polícia Federal, Paulo Lacerda, que instaure imediatamente inquérito policial para apurar se a pista reformada do aeroporto do Congonhas foi entregue pela autoridade pública para uso das aeronaves, dentro das normas técnicas e legais de segurança.

A informação foi divulgada por meio de nota do Ministério da Justiça, agora há pouco. Ainda na manhã de hoje, o ministro deverá conceder uma entrevista coletiva para detalhar as providências que estão sendo tomadas.

A pista em que se acidentou o Airbus A-320 da TAM, ontem, em Congonhas, havia sido reaberta no último dia 29, após reformas. Ela teria sido liberada sem contar com o chamado grooving, ranhuras na pista importantes para garantir o escoamento da água e maior aderência dos aviões durante a frenagem, nos pousos. Um avião da companhia Pantanal havia derrapado na mesma pista um dia antes do acidente.

Fechamento do aeroporto

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva afirmou, em comunicado, que recebeu com ”consternação” a notícia do acidente e manifestou sua solidariedade aos parentes das vítimas. ”Foi com grande consternação que recebi a notícia do acidente envolvendo um Airbus da TAM no aeroporto de Congonhas, em São Paulo. Quero manifestar minha solidariedade aos parentes das vítimas e assegurar à sociedade brasileira que todas as investigações necessárias serão feitas a fim de esclarecer as causas dessa terrível tragédia”, diz o comunicado do presidente.

Segundo o porta-voz, o governo federal não descarta deixar o aeroporto de Congonhas fechado temporariamente até que o acidente esteja totalmente controlado. Baumbach evitou, no entanto, adiantar as providências que serão tomadas pelo governo para reduzir as conseqüências do acidente no tráfego aéreo do país.

”O fechamento do aeroporto dependerá das investigações. Essa hipótese não está excluída, não está excluída nenhuma hipótese, as investigações dirão o que deve ser feito nesse caso”, afirmou.

Baumbach disse que o comandante da Aeronáutica, Juniti Saito, está em São Paulo e vai manter o presidente informado sobre as investigações do acidente. Segundo o porta-voz, o brigadeiro já convocou o Cenipa (Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes da Aeronáutica) para dar início aos trabalhos de investigação.

”No entender do brigadeiro Saito, seria uma precipitação fazer qualquer avaliação ou afirmação taxativa no momento. Qualquer conclusão sobre as causas depende de investigação séria que será realizada pela Aeronáutica”, afirmou Baumbach.

Com informações da Agência Brasil
Site do PC do B

Rizzolo: A Polícia Federal deve ser rigorosa nessa investigação, e como disse deve ir além da pista, deve investigar todo ” nexo causal” dessa tragédia, agora não adianta fechar ” temporariamente “, ou reformar de novo a pista. Já disse que esse aeroporto tem que ser fechado DEFINITIVAMENTE. Vamos parar de ceder a interesses financeiros e do lucro das Companhias Aéreas. Isso não vai resolver o problema do conceito geográfico do aeroporto, virão mais mortes se nada for feito no sentido de fechar, vez que o local é inapropriado e extremamente perigoso. Acho que já chega de morte, não ?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: