Para a mídia golpista, Lula continua em alta porque povo brasileiro é “pobre e ignorante”

Mídia golpista inconformada com alta popularidade de Lula

Para o povo, se ela está falando mal é porque o presidente da República é bom

A pesquisa do “Datafolha” sobre a popularidade do presidente Lula causou um charivari em certos redutos golpistas. Primeiro, o “Datafolha” é braço de um dos órgãos da mídia golpista, aliás, um dos principais (ainda que, é forçoso reconhecer, nem chegue perto daquele panfleto semanal fascista, financiado pelos racistas do apartheid). Mesmo assim, Lula saiu com popularidade intacta. Imagine o leitor se fosse uma pesquisa que seguisse critérios estatísticos científicos.

ÍNDICES

No meio desse tiroteio maluco que há meses ocupa jornais e TVs sob o nome de “crise aérea”, sobretudo após a queda do Airbus da TAM, apenas 15% dos pesquisados classificaram o governo de Lula como “ruim” ou “péssimo”. Enquanto isso, 48%, exatamente como há 4 meses, consideraram o governo “bom” ou “ótimo” – e 36% o qualificaram como “regular”.

É bastante provável que o percentual dos que aprovam o governo esteja subestimado. Esse tipo de “instituto de pesquisa” não foi feito para aferir os índices positivos dos líderes populares. Muito pelo contrário. Mesmo assim, o que importa aqui é a variação, e não houve metodologia nem pergunta viciada que conseguisse empurrar Lula para baixo. O que nos leva à segunda questão.

Não tem coisa ruim neste país que essa mídia não atribua a Lula. Desde a queda de um avião que foi derrubado na Floresta Amazônica por dois americanos irresponsáveis até o desastre de São Paulo, passando pelo suposto perigo de extinção do bagre dourada ou do boto cor-de-rosa (não é brincadeira, leitor, pode conferir os doutos artigos da sexóloga aquática Miriam Leitão).

No entanto, nada adianta. A credibilidade do presidente continua inabalável. Naturalmente, essa gente se acostumou a derrubar, a difamar, a jogar lama em quem lhes interessa derrubar, difamar e jogar lama. Só que, agora, em relação a Lula, isso não tem o menor efeito.

Interessantes são as suas explicações para o fenômeno. Segundo eles, o problema é que a maioria da população é pobre, inculta, analfabeta ou semi-analfabeta e, além de não ter pós-graduação nem ser proprietária de jornal ou TV, ainda por cima, não viaja de avião. Portanto, a população é um bando de beócios que se ilude com o populismo de Lula. O que, como veremos, é mera projeção. Atribuem, na verdade, a sua própria estupidez ao povo, que não tem nada a ver com isso.

Seria demais esperar que eles percebessem que o problema é a sua própria credibilidade. Evidentemente, toda a conversa sobre a incrível, a fantástica, a extraordinária, a absurda popularidade de Lula, é apenas uma folha de parreira para esconder o que é óbvio: ninguém – exceto um pequeno ajuntamento de entreguistas, trogloditas da época de Penaboto e mal-amadas lacerdistas tardiamente exumadas – acredita no que eles dizem em relação a Lula, e essa falta de credibilidade avança como água em papelão. Hoje, não é somente em relação a Lula que não se acredita neles.

A popularidade do presidente está onde deve estar – e deve aumentar, com a aceleração do crescimento. A da mídia golpista é que, para usar uma expressão de Gregório Bezerra, cresce como rabo de cabra – somente para baixo. As pessoas acreditam no que Lula fala. E não acreditam no que diz essa mídia.

Mas não é porque a maioria é pobre que isso acontece: é porque são inteligentes. Antes de tudo, segundo o próprio “Datafolha”, somente 32% da faixa superior de renda avaliada pelo instituto (“mais de 10 salário mínimos”) acham que o governo Lula é “ruim” ou “péssimo”. Outros 32% o avaliam como “bom” ou “ótimo” e 36% o classificam como “regular”, camada que tende a se somar sobretudo aos últimos, pois é uma faixa que, ainda que algo intimidada, se caracteriza por resistir a acompanhar a mídia golpista, ao contrário dos primeiros.

Portanto, ter uma renda maior não é sinônimo de burrice reacionária. Não são somente os pobres ou muito pobres que aprovam o governo Lula.

Fora isso, é claro que o sujeito, pobre ou rico, precisa ser, aí, sim, um beócio ou capadócio, para acreditar que Lula derrubou o avião da TAM, o da GOL, ou está construindo hidrelétricas no rio Madeira não para gerar energia, mas para atrapalhar a vida sexual do boto cor-de-rosa.

CORIFEUS

Mas é assim que são os corifeus da mídia golpista, capazes de dizer qualquer coisa, e até de acreditar nelas. E depois ainda se queixam, como uma dinâmica colunista o fez recentemente, de que sua manicure lhe disse que, na sua terra, “se falar mal do Lula, apanha”. Que que se pode fazer, senão registrar que a manicure tem mais juízo – isto é, mais cérebro – do que sua cliente?

CARLOS LOPES

Rizzolo: Ah ! mas é o discurso dos inconformados, é muito difícil os golpistas aceitarem que o povo não está nem um pouco preocupado com a mídia golpista, com todo trabalho de ” conscientização perversa ” que pretendem fazer em cima do coitadinho, que ganha salário mínimo fazendo-o entender que o governo Lula é uma droga, ou faze-lo sentir que está cansado disso ou daquilo, mas olha, não adianta, viu, pobre não é ignorante, pobre que passa necessidade sabe que hoje ele tem mais dinehrio no bolso, que sua família tem mais arroz com feijão na mesa, sabe que se estiver na miséria absoluta pode se incluir num programa de transferencia de renda; Agora pra que isso ? Que sede de poder perverso tem essa elite branca, usando da tecnolgia de Lembo, para fazer uso desses expedientes ? Outro dia, almoçando num Shopping frequentado pela elite paulista, ouvi um cidadão na mesa ao lado comentando com o sogro , ” O Sr. precisa ver como é divertido esse negocio de passeata ! Fui lá mas logo saí porque estava um tremendo calor ! ( Rindo) Eles chamavam Lula de cachaceiro ( rindo ), . Quando chegou o garçon , ele olhou pro lado, e percebeu que eu estava ouvindo, meio constrangido, e meio achando que eu aí compartilhar prestigiando o golpinho, chamou o garçon de lado e disse, ” me vê aquela “branquinha mineira ” ! Olhei pra ele, ele ficou meio sem graça, e quando levantei disse brincando ” Depois diz que o Lula é cachaceiro, hein ! ” Olha, ele não gostou, viu ! Ah! Só pra dizer o Shopping é o Villa Lobos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: