Dirceu lança site em Brasília em resposta ‘ao linchamento político’

O ex-ministro José Dirceu reuniu, na última terça-feira, lideranças e autoridades do governo, como os ministros Luiz Dulci (Secretaria-Geral da Presidência), Matilde Ribeiro (Igualdade Racial), assessores especiais e o chefe-de-gabinete do presidente Lula, Gilberto Carvalho, além de parlamentares, prefeitos, empresários, representantes dos movimentos sociais e a militância do PT, para o lançamento do seu site em que trata de sua defesa na denúncia do suposto “mensalão”.

José Dirceu apresentou o novo site como um aperfeiçoamento do seu blog, criado em agosto de 2006, como um espaço para discutir soluções para os problemas do país, o governo Lula e ser um canal de comunicação com a sociedade e a militância do PT.

“O blog e, agora, o site são, também, um instrumento de luta pela democratização dos meios de comunicação e uma resposta minha ao linchamento político, ao pré-julgamento, sem direito de defesa e sem o devido processo legal, a que fui submetido, onde o ônus da prova, até hoje, cabe a mim e não aos meus acusadores, particularmente a grande mídia”, assinalou.

O Supremo Tribunal Federal (STF) marcou para dia 22 o início da leitura do relatório do ministro Joaquim Barbosa, na ação proposta pela Procuradoria-Geral da República. Indagado sobre o assunto durante o lançamento, o ex-ministro disse que espera ter um julgamento justo. “Eu quero muito ser julgado, não quero prescrição nem arquivamento, para estabelecer a verdade. Já fui absolvido de tudo que me acusaram até hoje”, reiterou Dirceu.

A presença de cerca de 200 pessoas à festa de lançamento, realizada em um bar de Brasília, foi saudada pelo ex-ministro como mais uma manifestação de apreço de “centenas de amigos e amigas, companheiros e companheiras” de todos os setores da sociedade, “que me orgulha e me deu forças e apoio para minha luta, que é, no fundo, a luta em defesa do PT, de sua história e do projeto político que o presidente Lula lidera”.

Hora do Povo

Rizzolo: Nada mais justo e mais coerente do que um julgamento sem conteúdo político, o que aconteceu com Zé Dirceu foi um linchamento político onde não houve o princípio do contraditório, como ele mesmo diz ” “Eu quero muito ser julgado, não quero prescrição nem arquivamento, para estabelecer a verdade. Já fui absolvido de tudo que me acusaram até hoje”, os adversários políticos não gostam da apreciação jurisdicional, eles gostam de tribunal de exceção, essa é a vocação golpista dos seus desafetos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: