FHC PRESSIONA O SUPREMO

Paulo Henrique Amorim

Máximas e Mínimas 626

. “Basta algum indício para se ter inquérito”, disse o Farol de Alexandria, na 49ª entrevista que deu ontem, e publicada na Folha desta terça, dia 21, na pág. A10.

. Trata-se de uma afirmação histórica: basta um indício para abrir inquérito.

. Estamos diante de uma combinação de Ruy Barbosa com Clóvis Bevilacqua !

. É o que fazia o Engavetador Geral da República, por exemplo: a cada indício, abafava !

. O Farol de Alexandria se refere, agora à necessidade imperiosa de o Supremo Tribunal Federal aceitar a denúncia do Ministério Público Federal contra os acusados de participar do – ainda não provado – “mensalão”.

. Diz a Folha: “O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso defendeu ontem (segunda, dia 20) o julgamento dos acusados de envolvimento no escândalo do mensalão”. Para FHC, “tem que haver justiça, tem que se chegar ao final”.

. Prossegue o Farol de Alexandria: “Diante de tudo o que vimos no Brasil tem que haver aceitação (da denúncia). Tem que passar a limpo”.

. (Registre-se aqui a homenagem que o Farol presta a Boris Casoy, que dirigia um programa na Record de nome “Passando a Limpo”.)

. Registre-se também que o legislador Fernando Henrique Cardoso foi quem (clique aqui para ler “FHC, o legislador da impunidade”) estendeu o foro privilegiado a EX-ocupantes da Presidência, como ele.

. Tratava-se de uma aberração tal que o STF manteve o que diz a Constituição e preserva (o que, por si só, já é um absurdo !) o foro privilegiado para os atuais ocupantes de cargos públicos.

. Na mesma Folha, na pág. A15, lê-se que o ex-presidente da Argentina, Carlos Menem (que vai entrar para a História na mesma gaveta de FHC – a dos presidentes do “Consenso de Washington”) foi o terceiro colocado nas eleições para governador da província de La Rioja, com 22% dos votos.

. Por que será que, ao contrário de Sarney, Itamar e Collor, FHC não se candidata a nada ?

do site Coversa Afiada

Rizzolo: O homem que tem o seu santo padroeiro como Adam Smith, que reza e rezou na cartilha neoliberal implementando-a no Brasil no seu governo de pilhagem do patrimônio Público, está sedento de vingança, não pode conceber um governo como o do Presidente Lula, que é voltado para a inclusão social, com políticas claras de desenvolvimento. O desmantelamento do Estado no governo FHC foi imperdoável, e a doutrina do Consenso de Washington ainda faz bater corações no Tucanado que não se conforma que o neoliberalismo foi pro “vinagre”; resta então a vingança resta então usar o Judiciário como instrumento de vingança política da pior espécie, e olha, na opinião dele, “democrata” que é, basta indício, sem provas, vai assim mesmo, visões do jurista FHC.

Ou, seja, quer influenciar o STF a fazer com que aceitem a denúncia, que recebam a denúncia, que é o início da Ação Penal, para que os amantes de Adam Smith possam enfim através do poder jurisdicional se vingarem. Coisas do “legislador da impunidade” que estendeu o foro privilegiado a EX-ocupantes da Presidência, como ele, por sinal.

Publicado em Política. 1 Comment »

Uma resposta to “FHC PRESSIONA O SUPREMO”

  1. Jurandir Paulo Says:

    Figura mais hipócrita, o FHC. Seu governo foi marcado pelas evidências mais claras de fraudes e roubalheiras, incluindo a compra de congressistas para seu segundo mandato. Sem falar na venda do patrimônio público brasileiro, como a entrega da Vale. Só por isso merecia ter ido aos tribunais. Mas teve a mídia a seu lado, olhando para outro lado.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: