Com Aécio, PSDB é “potencial favorito” em 2010, diz Ciro

PAULO PEIXOTO
da Agência Folha, em Belo Horizonte

deputado Ciro Gomes (PSB-CE) disse hoje em Belo Horizonte que, se o governador José Serra (SP) abrir mão da sua eventual candidatura presidencial para o governador Aécio Neves (MG), o PSDB se torna “potencial favorito”.

Esse é o cenário em que Ciro vê o PSDB como favorito. “O inverso não é verdade [Aécio abrir mão para Serra], na minha avaliação. O Aécio sai com 70%, 75% [da preferência do eleitorado] de Minas, entra bem no Rio, entra bem no Norte e muito bem no Nordeste, por ser mineiro.”

Indagado se Serra teria mais dificuldades, disse: “Nós conhecemos, o Serra é intragável”.

O ex-ministro de Lula disse ainda que o governador de São Paulo faz “esforço” para se mostrar mais próximo da esquerda. “Mas nós da esquerda não nos enganamos.”

Para Ciro, embora um presidente não consiga transferir voto, só Lula poderia atenuar o suposto favoritismo tucano.

“O que pode compensar esse favoritismo potencial é o presidente Lula estar na data [das eleições], e não hoje, pilotando um incontrastável sucesso. Nesse caso, ele será um eleitor muito importante que vai atenuar o eventual favoritismo do outro lado.”

Apesar de montar esse cenário, Ciro considera “equivoco” uma candidatura posta desde já, embora diga ser possível cogitar nomes, no que inclui o seu. “Pode cogitar, mas não pode deixar essa cogitação tomar conta da minha cabeça”, afirmou ele.
Folha online

Rizzolo: Ciro tem razão, o governador Serra tenta se posar de social-democrata, ou mais à esquerda, mas não engana, na realidade seu secretariado é todo da direita, suas decisões e posturas políticas são extremamente conservadoras, haja vista o apoio que ele tem em São Paulo, a capital mais reacionária do Brasil, o PSDB teve todas as oportunidades de estar ao lado do povo brasileiro, perdeu todas; contudo, se eclodir uma ala à esquerda dentro do PSDB, mas esquerda de verdade, humanizando-o, as chances seriam melhores e de certa forma haveria uma neutralização do apoio de Lula a seu candidato. Vejo muito pouco disso no momento atual, e duvido no futuro.

Aécio, com aprência de moço bom , é no fundo, ultraconservador, prova disso é sua visita à Colômbia. Mas qual a finalidade da viagem de Aécio Neves à Colômbia? Primeiro, sinaliza para o governo norte americano e para os financiadores internacionais que a política desenvolvida na Colômbia, em contraposição à esquerda Latina Americana, é melhor opção para a região. Neste sentido, o pré-candidato à Presidência da República Aécio Neves se apresenta como o opositor implacável da esquerda e dos movimentos sociais e adota uma posição clara de adesão às teses conservadoras de Bush / Uribe. Quem sabe se ele se achegar ao PMDB poderá ser catequizado, e se tornar mais palatável ao eleitorado de centro-esquerda, mas vai ter que mudar muito, viu !

Publicado em Política. 1 Comment »

Uma resposta to “Com Aécio, PSDB é “potencial favorito” em 2010, diz Ciro”

  1. Felipe Says:

    Rá! Como assim, companheiro? José Serra presidiu a UNE em 1964, passou anos no exílio político no Chile (quando foi perseguido, a um tempo, pelas ditaduras brasileira e chilena), foi um dos articuladores do FAT (Fundo de Amparo ao Trabalhador), apoiou Luiza Erundina contra Celso Pitta, em 1996, implementou os genéricos no Brasil (que reduziram o custo da população mais pobre com remédios em cerca de 30%) e, agora, tem um secretariado muito ligado à esquerda, sim. Senão, vejamos:

    -João Sayad, da Secretaria de Cultura, é muito ligado a Marta Suplicy;
    -Alberto Goldman, o vice-governador, militou nas fileiras do “Partidão” por anos a fio;
    -Maria Helena de Castro Guimarães, da Secretaria de Educação, que é historicamente ligada ao IPEA, reduto do pensamento, vamos dizer, “desenvolvementista”;
    -Carlos Henrique de Brito Cruz, da FAPESP, foi reitor da UNICAMP e apoiou a criação de cotas para estudantes mais pobres por lá.

    Ciro Gomes, por sua vez, apoiou o regime militar (não é segredo para ninguém que foi filiado ao PDS, antigo Arena e atual PP, partido de monumentos como Paulo Maluf) e é um típico produto do coronelismo nordestino. Governou o Ceará há quase duas décadas e, desde então, só ficou no no trololó “socialista”. Claro, claro, o PSB tem figuras honoráveis, como o governador de Pernambuco, Eduardo Campos, mas, francamente, esconde um punhado de falsos democratas, como Ciro e Wilma Faria.

    Agora, dizer que São Paulo é “a capital mais reacionária do Brasil” é um enorme insulto a nós, paulistas e paulistanos.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: