CHÁVEZ ADVERTE EUA SOBRE EVENTUAL AGRESSÃO A BOLÍVIA

CARACAS, 9 SET (ANSA) – O presidente da Venezuela, Hugo Chávez, advertiu hoje que, no caso de uma eventual agressão dos Estados Unidos contra a Bolívia, poderá criar “dez Vietnãs” na América Latina, citando a estratégia do guerrilheiro Ernesto “Che” Guevara.

“Se o império atacar nossos povos, usando seus lacaios aqui na Venezuela e lá na Bolívia, se atacar com violência, saibam que nós não vamos ficar de braços cruzados”, alertou Chávez.

“Deus não quer, peçamos a Deus para que isso não ocorra. Se chegar a ocorrer, nós voltaríamos a gritar com Che Guevara, então deverá se criar dois, três, cinco e dez Vietnãs na América Latina”, ameaçou em companhia de seu colega boliviano Evo Morales, que visita a Venezuela.

Em seu programa de rádio e televisão “Alô Presidente”, Chávez acusou a “oligarquia” boliviana e Washington de “pretender derrubar o índio” Morales, sem descartar planos para seu assassinato.

“Eu torno responsável o presidente dos Estados Unidos do que possa vir a ocorrer com Evo Morales, porque sei que estão conspirando para tirá-lo do governo, inclusive para matá-lo”, afirmou.

Morales reconheceu que seu governo enfrenta problemas por divergências de “grupos” opositores em relação ao andamento do processo da Constituinte em seu país, mas disse que as maiorias “apostavam” em uma mudança com maior igualdade social.

Chávez garantiu que possui um plano contra um eventual “ataque contra a Bolívia” e advertiu Washington para não se “equivocar”.

Morales chegou no sábado a noite na Venezuela para promover acordos bilaterais dos dois governos nos setores energético e integração regional.

(ANSA)

Rizzolo: Particularmente eu não acho que os EUA iriam atacar a Bolívia ou promover um assassinato a Evo Morales, isso desmoralizaria o governo americano, e daria uma correlação de forças a Chavez, e com certeza não é o que EUA desejam no momento.

Talvez seja mais uma suposição de Chavez com intuito de reforçar uma união da América Latina em torno de um inimigo comum. Agora, isso não é impossível, mas entendo que do ponto de vista estratégico os EUA primeiro teriam resolver as questões do Oriente Médio, depois, talvez, se exauridas todas as tentativas, poderiam pensar nisso; por hora a direita boliviana sob os auspícios da CIA tentam desestabilizar Evo Morales sem dar um tiro se quer.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: