Lula: Brasil quer voltar a fabricar armas

MADRI, 16 Set 2007 (AFP) – O Brasil quer aperfeiçoar sua capacidade de fabricar armas, e é por isso que está comprando material militar, declarou o presidente brasileiro, Luiz Inácio Lula da Silva, em entrevista ao jornal espanhol El Pais, publicada neste domingo.

Lula chegou na noite de sexta-feira à Espanha para uma visita oficial, mas os assuntos principais de sua agenda no país serão discutidos na segunda-feira.

“Nos anos 70, tínhamos usinas modernas que fabricavam blindados. Mas elas foram destruídas. O Brasil deve voltar a ter tudo o que tinha e recomeçar a construir suas usinas de material de guerra”, declarou Lula.

O Brasil vem multiplicando suas iniciativas para reforçar sua potência militar, modernizando seus submarinos, fabricando mísseis com a África do Sul, comprando aviões usados, ou ainda relançando seu programa nuclear.

O presidente brasileiro, no entanto, desmentiu que este reforço (o Brasil pretende aumentar 50% seus gastos militares no próximo ano) tenha alguma relação com as compras de armas realizadas por um de seus vizinhos, a Venezuela.

Lula disse ainda que o “orçamento militar do Brasil é pequeno”, ressaltando que há duas vezes mais militares na reserva do que na ativa.

Folha online

Rizzolo: Quem acompanha o Blog conhece minha defesa intransigente em relação a essa questão; o Brasil precisa urgentemente, desenvolver sua indústria nacional bélica, temos projetos arrojados como o Submarino Nuclear e outros, mas precisamos voltar a ter um parque industrial bélico do tamanho e à altura da nossa extensão territorial. Podemos adquirir tecnologia para fabricação em alguns segmentos dessa área, e fornecedores para isso não falta.

O Brasil perdeu sua indústria bélica, já tivemos uma Engesa, fornecíamos armamento para Arábia Saudita, e outros países árabes, tudo foi sucateado, precisamos reequipar e desenvolver nossa indústria militar, para que enfim possamos ter as Forças Armadas como disse anteriormente, à altura da nossa extensão territorial; para isso o governo precisa traçar uma política consistente no reaparelhamento militar, e se preocupar menos em fazer superávit primário, alem disso, tenho dito sempre que o Brasil precisa da criação de um Fundo de Reaparelhamento das Forças Armadas como forma de evitar a interrupção do fluxo financeiro das FFAA com a reativação da IMBEL.

Como bem diz o Almirante Moura Neto, “Assim como no passado, o Brasil requer uma Marinha adequadamente dimensionada e equipada, apta a executar efetivamente o seu dever, como e quando for demandado pela vontade nacional, e não é só a Marinha são todas as Forças. Para tal, é necessário alocar os recursos e meios indispensáveis para que possa atuar na vigilância e proteção de nossos interesses e soberania”, Acho que está na hora, não ?

Publicado em Política. 1 Comment »

Uma resposta to “Lula: Brasil quer voltar a fabricar armas”

  1. Arlindo Francisco dos Reis Says:

    Finalmente o governo reconhece que não existe desenvolvimento tecnológico sem desenvolvimmento de tecnologia militar. Finalmente o governo deve ter percebido que é impossível a manutenção da paz sem investimento no aparato militar. Finalmente o governo deve ter persebido que país militarmente fraco, infelismente não é país respeitado e admirado.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

<span>%d</span> blogueiros gostam disto: