Putin rejeita o ensino obrigatório da religião cristã ortodoxa nas escolas

30607n.jpg

O presidente russo Vladimir Putin se manifestou ontem (13) contrario à modificação da Constituição do país para transformar a Rússia em um Estado religioso.

Em uma reunião com altos funcionários e políticos na cidade de Belgorod, Putin comentou uma discussão entre aqueles que querem implantar a educação religiosa obrigatória nas escolas e que se queixam de um crescente clericalismo da sociedade russa , onde a Igreja formalmente está separada do Estado.

O presidente disse que recebeu uma petição do Congresso Mundial Russo em apoio da iniciativa de implantar o ensino obrigatório da religião cristã ortodoxa nas escolas do sistema público. Também recebeu uma carta de famosos intelectuais e cientistas russos , incluidos vários prémos Nobel em que denuciaram o crescente clericalismo da sociedade e defenderam o caráter láico do Estado russo. “ Nossa Constituição declara a separação da Igreja do Estado.

Se alguma pessoa acredida que isso tem que ser alterado, teria que modificar a Lei Fundamental, mas não acho que agora devemos ocupar-nos disso”, destacou Putin. O presidente, fiel cristão ortodoxo, sublinhou que “todos conhecem sua especial “ atitude à Igreja Ortodoxa Russa”, mas recordou também que a Constituição do país reconhece quatro religiões oficiais : cristianismo ortodoxo, o islamismo, judaismo e budismo.

“ Quanto à educação de nossas crianças em espírito de nossas quatro religiões , estou totalmente a favor , mas para isso terá que encontrar uma forma que seja aceitável para toda a sociedade”, enfatisou, segundo a agência Interfax.

A política do Patriarcado russo e dos setores nacionalistas por implantar o ensino da doutrina ortodoxa nas ecolas públicas causou os protestos do clero muçulmano a destacar que na Rússia vivem entre 15 e 20 milhões de seguidores do islamismo.

A separação da Igréja do Estado na Rússia aconteceu logo depois da Revolução Bolchevique em 1917. O Império Russo era do cristianismo ortodoxo, representado pela Igreja Ortodoxa Russa.

Por Lyuba Lulko
Pravda.Ru

Rizzolo: A Rússia como o Brasil é um Estado laico, todas as tentativas de tornar um Estado interligado a uma única religião não é uma boa iniciativa. A Rússia já conviveu com muitas intolerâncias religiosas principalmente em relação às judaicas, onde o anti-semitismo surgiu em várias épocas com os “Pogroms”. Os pogroms eram uma série de ataques acompanhados de destruição, o saque de propriedade, mortes e estupros perpetrados pelas populações cristãs russas contra os judeus, na época da Revolução Bolchevista a população judaica era por volta de cinco milhões de judeus. As autoridades civis e militares russas apenas observavam. A igreja silenciava na melhor das hipóteses, e mesmo endossava alguns dos ataques.

Putin é um Estadista e sabe que o pluralismo religioso é bom e saudável. Putin matem um bom relacionamento com a comunidade judaica, inclusive prometeu pessoalmente ao Rabino Chefe de Moscou Berel Lazar este ano, a doar um mês de seu salário para a construção do Museu Judaico da Tolerância, o Chefe do Estado Russo disse que já era hora de implementar o museu. Disse também que a iniciativa era um avanço no sentido da paz e da harmonia e no entendimento com as demais religiões. O Kremlin não divulgou a quantia que Putin doaria mensalmente, mas fontes dizem em torno de US$ 2700,00. Hoje o alvo na Rússia não são os judeus, mas os imigrantes da ex União Soviética de pele mais escura que procuram empregos.

A contribuição judaica na implementação do socialismo na Rússia foi enorme, e Putin sabe disso. Meu rabino me contou uma história, que não tenho como comprovar, mas dizia ele que tinha informações que Putin em Leningrado, ficava completamente sozinho quando voltava da escola na sua infância e na sua adolescência, pois seus pais tarbalhavam, e que seus vizinhos eram uma família de judeus, ao verem aquele menino só, inclusive sem almoço, o convidavam todos os dias para almoçar, e assim Putin estreitou seus laços com a comunidade judaica, Putin nasceu em Leningrado em outubro de 1952. Não tenho como comprovar a história, mas não se deve duvidar de história de rabino. (risos..)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: