Lula vai oferecer Brasil para reunião entre Chávez e as Farc

Brasília, 19 set (EFE).- O presidente Luiz Inácio Lula da Silva vai sugerir nesta quinta-feira ao seu colega da Venezuela, Hugo Chávez, que considere o Brasil como possível sede para um encontro com as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc), anunciou hoje o porta-voz presidencial.

O porta-voz oficial Marcelo Baumbach revelou detalhes da reunião entre Lula, Chávez e o presidente equatoriano, Rafael Correa, nesta quinta-feira, em Manaus. Ele afirmou que o Brasil se oferecerá como sede para as negociações sobre a libertação de 45 reféns das Farc.

Baumbach antecipou que o Governo brasileiro “já ofereceu a possibilidade de um encontro entre as Farc e Chávez em território brasileiro”.

“O presidente Lula apóia o esforço de mediação do presidente Chávez e confia nele Chávez como mediador”, acrescentou.

Chávez, após uma recente reunião com o presidente colombiano, Álvaro Uribe, assumiu o papel de mediador entre o Governo da Colômbia e as Farc.

O líder máximo da guerrilha, Pedro Antonio Marín, conhecido pelos pseudônimos de Manuel Marulanda e Tirofijo, aceitaria um encontro com Chávez em território colombiano. Mas Uribe é contrário à idéia e exige que a reunião se realize no exterior.

O governante venezuelano se reunirá com o porta-voz das Farc, Raúl Reyes, no dia 8 de outubro, provavelmente em Caracas, segundo a senadora colombiana Piedad Córdoba.

Em Manaus, Lula, Chávez e Correa discutirão projetos de integração regional no setor energético, a criação do Banco do Sul e a adesão da Venezuela ao Mercosul, que enfrenta oposição no Congresso.
folha online

Rizzolo: Temos que encontrar uma saída para que a América Latina viva de forma harmoniosa, e Hugo Chavez se propõe ao dialogo como intermdiador entre as Farc e o governo Uribe. Todos nós sabemos que Álvaro Uribe, esta cercado de elementos que querem o confronto e não o entendimento, o próprio chanceler colombiano, Fernando Araújo, durante sua passagem pelo Brasil, conseguiu demonstrar que o presidente Alvaro Uribe não representa o que há de mais reacionário em seu país. Essa referência pertence a ele próprio, Araújo disse com todas as letras que só vê o uso da força contra as Farc (Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia) como solução para o conflito em seu país. De qualquer forma Hugo Chavez tenta direcionar ao diálogo e isso é muito proveitoso.

Em conversação, o presidente Luis Inácio Lula da Silva já havia expressado a Hugo Chávez seu apoio às gestões em busca de um acordo humanitário para conseguir a libertação dos guerrilheiros colombianos presos e de políticos, efetivos militares e policiais retidos pelas FARC, como ponto de partida para a construção de caminhos para a paz nesse país.

Lula ofereceu a Chávez toda a colaboração política e diplomática em sua delicada tarefa. O sucesso da mediação venezuelana “se reveste de uma estratégica importância para o Brasil, cujas fronteiras têm sido objeto de freqüentes problemas derivados do Conflito interno da nação irmã”, afirma nota emitida pelo Ministério da Comunicação e Informação – Minci.

Essa intenção de aproximação, esta agora se materializando na medida em que vai sugerir ao seu colega da Venezuela, Hugo Chávez, que considere o Brasil como possível sede para um encontro com as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc), como anunciou hoje o porta-voz presidencial.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: