“O Che hoje, com certeza, seria amigo de Chávez, de Lula, Evo e Rafael Correa”

p7b.jpg

Alberto Granado, amigo de Che Guevara:

“Ernesto foi, é e continuará sendo um exemplo a seguir. Recebo este aniversário de sua morte com a tristeza de não o ter ao lado, e com a alegria de que está cada dia mais vivo na memória coletiva”, afirmou Alberto Granado, grande amigo do Che, com quem viajou junto pela América do Sul em 1951, aventura imortalizada no filme “Diários de Motocicleta”, do diretor brasileiro Walter Salles.

Em entrevista ao jornal argentino El Clarín, Granado, aos 85 anos, demonstra boa saúde e entusiasmo. Conta sobre a “Poderosa”, apelido da moto que usaram para percorrer lugares que marcaram a vida dos dois, e sobre a situação social em que viviam os povos do Chile, do Peru e da Venezuela. Revelou, rindo, que o médico lhe recomendou evitar beber rum. “Mas não lhe faço muito caso”, reconheceu.

Depois da viagem com o Che, instalou-se na Venezuela, onde trabalhava como bioquímico e ajudava no leprosário de Cabo Blanco. Ao triunfar a revolução cubana, se mudou para a Ilha, convidado pelo amigo.

À pergunta de “onde estaria agora o Che? O que estaria fazendo? O que é que pensaria da situação política atual?”, respondeu sem duvidar: “Ernesto estaria lutando contra o imperialismo, onde quer que ele estivesse”.

Continuando o jogo de suposições, o jornalista questionou: “Com que olhos acredita que o Che observaria o mapa político na América do Sul?”. “Acho que cai de maduro. Não é a mesma América Latina de antes, quando estava governada por ditadores impostos pela CIA. Hoje o Che com certeza seria amigo de Chávez, de Lula, Evo e de Correa. E de todos os que estejam trabalhando contra o imperialismo”, afirmou.

Disse ainda que “Cuba está linda” e que acabou de chegar da Itália, onde proferiu uma série de conferências sobre o Che.

Sobre a morte do Che, Granado lembrou que “estava em Santiago de Cuba dando aulas de bioquímica na escola de medicina. Quando o assassinaram mandaram me chamar urgente desde Havana para identificar as fotografias de seu corpo. Desgraçadamente era verdade. Fui para minha casa, disse que queria estar sozinho. E queria estar sozinho. Pedi que me conseguissem uma passagem para voltar para Santiago. Isso foi o que senti. Depois percebi que tinha que seguir em frente e trabalhar para que as idéias do Che se mantivessem, como aconteceu até agora”.
Hora do Povo

Rizzolo:É bom lembrar que Che esteve oficialmente no Brasil em agosto de 1961, quando foi condecorado pelo então Presidente Jânio Quadros com a Grã Cruz da ordem Nacional do Cruzeiro do Sul. A outorga dessa condecoração foi o desfecho de uma articulação diplomático, iniciado pelo Núncio apostólico no Brasil, monsenhor Armando Lombardi, seguindo às instruções da Santa Sé, solicitando a ajuda do governo do Brasil para fazer cessar a perseguição movida contra a Igreja Católica em Cuba.

Jânio Quadros solicitou a mediação de Che junto a Fidel. Guevara atendeu ao pedido de Jânio e concordou em ser o intermediário do apelo do Vaticano junto ao governo cubano, não há dúvida que existe um folclore em torno da vida de Che, umas vidas românticas, que foi muito bem relatado no filme “Diário de Motocicleta” um filme de 2004 produzido pela Argentina, Brasil, Chile, Reino Unido, Peru, Estados Unidos da América, Alemanha, França e Cuba, dos gêneros aventura e drama biográfico, com direção de Walter Salles.

Ernesto Guevara Lynch de la Serna, seu nome real, foi um revolucionário da sua época, hoje, não tenho a menor dúvida estaria alinhado com a integração da América Latina ao lado daqueles que já cansados estão de sonhar com um desenvolvimento e união dos povos latinos americanos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: