França pode transferir tecnologia militar ao Brasil, diz Sarkozy

lulasarkozy.jpg

O presidente da França, Nicolas Sarkozy, disse nesta terça-feira que o país “não tem qualquer tabu” para fazer um acordo militar com o Brasil envolvendo transferência de tecnologia.

“Não existe qualquer tabu. O Brasil é uma potência democrática. O Brasil é amigo da França e nós somos transparentes. Não haverá dificuldade”, afirmou o presidente francês em entrevista coletiva ao lado do presidente Luiz Inácio Lula da Silva em Saint George de l’Oyapoque, cidade da Guiana Francesa do outro lado do Rio Oiapoque, na divisa com o Brasil.

Sarkozy disse que a França está disposta a produzir no Brasil um dos submarinos Scorpene, se o Brasil fizer o negócio com o país. O assunto foi discutido pelo ministro da Defesa, Nelson Jobim, na viagem que fez à França em janeiro. Ele pediu justamente a transferência de tecnologia para o Brasil para a realização do negócio.

O submarino francês não é nuclear, mas pode ser convertido para um submarino nuclear. O projeto brasileiro prevê o desenvolvimento por parte da Marinha brasileira do reator nuclear, com a compra do casco de uma empresa estrangeira.

Sarkozy também disse que a França está disposta a transferir tecnologia se o Brasil comprar do país os caças Rafale.

“Fazemos questão que esta parceria não seja apenas uma questão de entregar material militar. Queremos construir juntos”, afirmou o presidente francês.

Conselho de Segurança

Sarkozy fez ainda um discurso bastante elogioso ao Brasil, e defendeu a entrada do país como membro permanente do Conselho de Segurança da ONU e de um G-8 ampliado, com países em desenvolvimento.

“O mundo precisa que o Brasil ocupe seu lugar no cenário internacional”, afirmou.

O presidente francês também defendeu uma maior integração da Guiana Francesa com o Brasil. “O desenvolvimento da Guiana Francesa passa pelo Brasil”, afirmou.

Mas não mostrou intenção de alterar a atual acordo de imigração, que permite retornar ao Brasil estrangeiros sem documentação encontrados no lado francês.

“Seremos firmes contra qualquer tipo de tráfico”, afirmou. “Mas estamos dispostos a revisitar toda as regras porque precisamos uns dos outros”, disse o francês.

BBC Brasil

Rizzolo:Todo militar sabe, muito melhor do que eu que não sou da área, que transferência de tecnologia é uma uma verdadeira “balela” neste caso uma “balela francesa”. Ora, a França jamais vai transferir tecnologia para fabricação de submarino, muito menos nucleares que é o que nós precisamos. Só um incauto para acreditar nessa história. Os tapinhas nas costas de Lula, a questão do G8, e a promessa de que se o Brasil comprar os caças Rafele haverá ” transferências de tecnologia” é um ” papo furado francês”. No sábado, tive oportunidade de jantar com um Brigadeiro de alta patente aposentado, e ele me contou das dificuldades enfrentadas nessa ” ilusão de transferência tecnológica” que jamais existirá. Olha, se o Brasil não desenvolver uma indústria bélica quebrando a cabeça, investindo nos cientistas, nas Universidades, na Marinha, ninguém, mas ninguém vai dar a receita do bolo. Quem poderia chegar mais perto são os russos, e olha lá. Quanta inocência não? A cara de Sarkozy já diz tudo . Com a palavra os militares patriotas.

Publicado em Política. Tags: , , . Leave a Comment »

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: