Os dois lados de Fidel Castro

19fidel1.jpg

Como um atleta que abandona sua carreira, o líder cubano Fidel Castro anunciou nesta terça-feira que não voltará a ocupar a presidência do país. A renúncia foi divulgada por meio de uma carta publicada no jornal oficial do país, o “Granma”. O líder cubano foi eleito recentemente como membro do Parlamento mas não aceitou e não deseja mais participar do cargo de Presidente do Conselho de Estado e Comandante Chefe.

Nenhum estadista até hoje foi tão diversamente interpretado; as mais variadas leituras do ponto de vista pessoal, ideológico e filosófico foram exaustivamente discutidas quer pelas esquerdas do mundo, quer pelas direitaa quase sempre impiedosas com o líder cubano. Talvez, para não cometermos excessos, ou até por nos precavermos de uma análise unilateral, Fidel Castro deve ser compreendido numa outra dimensão, desta feita despojada do conteúdo ideológico que sempre foi alvo.

Até poderíamos pensar que a política deve ser baseada na qualidade das idéias e na sua densidade contributiva em trazer à sociedade bem-estar, justiça social, e oportunidade, mas o enfrentamento da questão em si se dá na forma da condução e como atingi-los via regime político; e talvez aí, os enfrentamentos ocorrem. A relação entre a política e as receitas marxistas, sempre estiveram presentes nas idéias de Fidel, o início da revolução cubana e sua essência deu-se em função do marxismo. Alvo de críticas, mesmo em alguns segmentos da esquerda, Fidel sempre valeu-se da defesa intransigente dos preceitos marxistas na tentativa de se fazer prevalecer, até para na época contar com a simpatia e auxílio dos países socialistas.

O embargo americano à ilha provocou danos irreparáveis, a queda da União Soviética o abalou do ponto de vista material e ideológico; era o monento, bastava naquele naquela ocasião uma revisão, ou uma reflexão sobre os destinos do socialismo numa visão mais distanciada dos dogmas marxistas, mas Fidel não o fez, preferiu por amor ao debate insistir em sua colocações empobrecendo a discussão, e levando alguns grupos de esquerda e filósofos no mundo, a tê-lo como um romântico não disposto a questionamentos.

É nessa visão romântica que me atenho a Fidel Castro, um homem pouco dado a democracia. Na verdade, nunca foi um democrata, como também é discutível sua postura de ditador como tantos gostam de apregoar. Era mais um filósofo que começou uma história e não sabia como termina-la. Deveria, de fato, tê-la conduzido como os chineses a conduziram, estabelecendo um relação com o capitalismo, elaborando um socialismo de mercado latino-americano, contudo, preferiu escrever, falar, continuar com seus trajes, e olhar o mundo já aos seus 81 anos com os olhos de um profeta que sonhou um mundo de justiça e igualdade, mas não discutindo a essência do fracasso, esvaziando o debate.

É esse lado então romântico de Fidel Castro, que encanta o mundo, sua ética aos pobres, suas intervenções nos chamando às reflexões, a pensar, um combatente que perdeu a guerra mas ficou apenas com as idéias. O socialismo de cunho estritamente marxista não prosperou e não irá prosperar em Cuba assim como em todos os países que o experimentaram. Talvez abandonando o comando, e saciando o desejo daqueles que sempre o odiaram, seus ideais de justiça social ao povo cubano poderão surgir através de uma democracia participativa, através de um adeus, de uma partida digna, de um aceno, como a de um atleta que muitas emoções ao povo brindou. Assim, quem sabe, apenas uma lição poderá um dia nos deixar : a de que a luta pela justiça social tem quer alcançada, nem que seja apenas um sonho distante, um sonho difícil de ser realizado.

Fernando Rizzolo

Uma resposta to “Os dois lados de Fidel Castro”

  1. ROBERTO Says:

    ESPERO QUE ESTE NOVO PRESIDENTE NÃO SEJA COMO O ANTIGO QUE JÁ ESTAVA MANDANDO UM BOM TEMPO ESTE NÃO ERA UM PRESIDENTE PARECIA MAIS UM DITADOR
    ATÉ LOGO


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: