Comunidade judaica comemora o Pessach


Judeus em família comemorando o Pessach na Idade Média

“Agora, somos homens livres”. Esta é a frase que marca a essência do Pessach, festa que se inicia na noite de 29 de março de 2010 e se estende por mais sete dias, celebrando a saída do povo hebreu do Egito, onde eram escravos.

Repleto de simbolismo, Pessach, cuja tradução do hebraico é ‘passagem’, traz consigo uma mensagem universal, a da liberdade, assinala a unidade do povo judeu, e traz uma série de reflexões e ensinamentos, como a fé em D’us, a importância de se passar às gerações, a nossa história, o que é feito através da leitura da Hagadá (livro que narra a saga do povo no Egito), na noite do Seder (refeição festiva).

Hoje, somos homens livres no mundo inteiro, gozamos do mais alto direito – a liberdade de ir e vir. Mais do que um conceito, a liberdade, devemos traduzi-la como uma realidade.

Sempre entendi o Pessach como uma festa da liberdade, e principalmente de libertação. Relembrar a saída do Egito, significa antes de tudo saber que podemos nos libertar do ” Egitos ” que existem dentro de nós, que nos escraviza e oprime, esse conceito transpõe a idéia da libertação do povo judeu ampliando a reflexão para o social simbolizando a ” libertação” dos ” Egitos sociais” que nos dividem, devemos compartilhar o conceito de libertação com todo povo brasileiro e com todos os povos !

Fernando Rizzolo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: