Lula: ‘Ninguém faz tudo em oito anos de mandato’

Por encomenda da CNT (Confederação Nacional dos Transportes), os pesquisadores do instituto Sensus foram, de novo, às ruas. Descobriram o seguinte: 1) entre fevereiro e abril, a aprovação ao governo subiu de 52,7% para 57,5%; 2) a aprovação à atuação de Lula, que já roçava as nuvens (66,8%), escala a estratosfera: 69,3%.
Descobriu-se mais: a maioria dos eleitores brasileiros apóia a permanência de Lula num terceiro mandato. Entre os 2.000 entrevistados, 50,4% declararam ser a favor do terceiro reinado. Uma minoria situada no patamar de 45,4% mostrou-se avessa à tese do poder longevo.

No mesmo dia em que os números voltaram a lhe sorrir, Lula disse, em Guarulhos (SP), do alto de mais um pa©mício: “Ninguém consegue fazer tudo em oito, nove ou dez anos.” Para evitar desvirtuamentos interpretativos, o presidente clarificou: “É preciso que a gente tenha um grupo de pessoas que assuma compromissos e que cada um faça mais do que o outro.”

Lula começou falando da gestão de Elói Pietá, o prefeito petista de Guarulhos. Elói Pietá (PT), que se desempenha o seu último mandato: “Nós agora temos que trabalhar para que quem vier no lugar do Elói faça mais que o Elói. Não pode fazer igual ou menos.”

Depois, o presidente inseriu a si mesmo no discurso: “Quem vier depois de mim… Só tenho que pedir a Deus para que seja uma pessoa mais abençoada que eu e faça mais que eu. Que olhe para os pobres mais que estou olhando.”

Em entrevista publicada na véspera, Lula classificara a pregação em torno do terceiro mandato de “uma coisa obscena.” A oposição, porém, continua com o pé atrás. O deputado José Aníbal (SP), líder do PSDB na Câmara, por exemplo, afirma: “O Lula já se definiu que uma metamorfose ambulante. Quem garante que daqui a pouco não estará dizendo e fazendo coisa diferente?

Blog do Josias
Rizzolo:
Numa democracia que se preze, a opinião do povo é a de maior valia. Muitas vezes me coloquei na posição de um interpretador de quais são as aspirações do povo brasileiro, se por um lado não é nada saudável um terceiro mandato, por sua vez a voz popular deve ser levada em consideração, até porque se houvesse uma proposta, uma mudança constitucional, que levaria a uma consulta popular, constataríamos o que nos diz a pesquisa.

Agora, Lula é um grande líder, fala a língua e o dialeto do povo. Encontrar alguém melhor para representar Lula, é tarefa difícil, mormente em se tratando do que existe aí, e o pior, esses candidatos apoiados por Lula me parecem com passado radical, e perigoso. E vejam ,não adianta “maquiar”, dar uma melhorada, passado é passado, ou foi conciliatório ou radical. Como se dizia antigamente a ” raposa perde o pelo, mas não perde a mania”, o resto fica para vocês pensarem. Leia também : Terceiro mandato, Roosevelt e o PT

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: