Governo russo critica Bush por comparar comunismo ao nazismo

O Ministério de Assuntos Exteriores da Rússia criticou neste sábado o presidente dos Estados Unidos, George W. Bush, por ter colocado em um mesmo patamar o comunismo soviético e o nazismo alemão.

“Condenamos os abusos e a injustificada dureza da política interna do regime soviético, mas não podemos aceitar as tentativas de equiparar o comunismo ao nazismo e a tese de que ambos tinham as mesmas causas e objetivos”, declarou a chancelaria russa.

Esta foi a reação do Kremlin a um documento emitido por Bush por ocasião da Semana dos povos subjugados, no qual qualifica as ideologias nazista e comunista como um “mal comum do século 20”.

Moscou disse que “a União Soviética teve contribuição decisiva para a derrota do fascismo” na Segunda Guerra Mundial e que as palavras de Bush “ferem” todos os veteranos, inclusive os norte-americanos que lutaram contra a Alemanha nazista.

“Seja qual for a atitude do presidente americano para a União Soviética e a ideologia comunista, (…) dos pontos de vista histórico e humano, estes paralelismos norte-americanos não resistem às críticas”, assinala o comunicado da chancelaria.

Além disso, acrescenta que com isto Bush só encoraja os países que buscam “falsificar os fatos e reescrever a história”, em alusão aos três Estados bálticos que denunciam que sua “libertação” dos nazistas pelo Exército Vermelho lhes condenou a meio século de “ocupação soviética.”

A nota afirma, ao mesmo tempo, que a nova “Rússia democrática, livre dos estereótipos do passado”, já deu sua “valorização objetiva” ao passado soviético.

Folha online

Rizzolo: A questão em pauta é puramente interpretativa; é lógico que os dois regimes eram autoritários. Negar que o regime comunista stalinista era dotado de autoritarismo, e que não havia opressão ao povo russo é uma piada de mal gosto. Poderia até na inspiração marxista haver um ideal humanitário, o problema foi na implementação do regime, e na essência ditatorial na viabilização do socialismo, o que foi mais abrandado quando Krushnev começou a questionar certas políticas e isso começou com as relações com os Kolkoses.

Já o nazismo, inspirado nos ideais socialistas (nacional-socialista), era exatamente ” farinha do mesmo saco “, apenas um regime financiado por grupos que tinham interesses inversos, mas que de certa forma se utilizavam das mesmas técnicas de comunicação e propaganda. Enfim, Bush não está em nada errado. O que se pode afirmar com certeza, é que a União Soviética enfrentou o nazismo do ponto de vista militar e abriu a oportunidade para os EUA os derrotarem.

Agora, comunismo e nazismo podem sim ser muito bem comparados um com o outro, haja vista o que os judeus da antiga União Soviética sofreram com as perseguições tão cruéis como as implementadas pelo regime nazista, “farinhas do mesmo saco”, sem sombra de dúvida.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: