Crise já afeta mercado imobiliário do Brasil

Os primeiros efeitos da crise financeira mundial já começam a ser sentidos no Brasil. Um dos afetados é o mercado da construção civil: as vendas de imóveis usados já caíram quase 20% e os bancos estão mais exigentes para conceder o crédito imobiliário.

As empresas de construção, por sua vez, procuram alternativas para fugir dos gastos excessivos com a compra de terrenos. Muitas delas têm ações negociadas em bolsa de valores e, com as recentes quedas, têm bem menos dinheiro em caixa.

“O mercado financeiro ora está otimista demais, ora pessimista demais. Isso decorre exatamente de uma falta de visão do futuro. Como o futuro está turvo, na bola de cristal do mercado financeiro também não se enxerga nada”, comenta o economista da Global Financial Advisor, Miguel Daoud.

As ações de empresas do setor de construção na Bovespa oscilaram novamente diante da insegurança dos investidores. No cálculo feito por uma empresa de informação financeira, o valor de mercado de 28 empresas de construção com ações na Bolsa caiu mais de R$ 29 milhões este ano.

Juro e inadimplência

Trata-se de um desaquecimento inspirado nas altas na taxa de juros determinada pelo Banco Central e no nível de inadimplência, que subiu a 7,5% em agosto, o maior índice desde fevereiro de 2007. “Não é momento de tomar grandes decisões. Olhar para o futuro hoje é uma atividade de alto risco. Portanto, cautela é a melhor palavra”, orienta o economista Roberto Padovani.

“Antes da crise americana, se pediam muitos documentos, alguns deles que se sobrepunham uns aos outros. Nós até dizíamos que era um pouco de burocracia excessiva. Hoje nós dizemos o seguinte: num momento como hoje, estas duplicidades de garantia são boas. Acho que isso evita compra por impulso e evita que sejam emitidos créditos ruins”, acredita João Crestana, presidente do Sindicato das Empresas de Compra, Venda, Locação e Administração de Imóveis Residenciais e Comerciais de São Paulo (Secovi-SP).

O maior banco a conceder financiamento imobiliário, a Caixa Econômica, diz que ainda não sentiu redução no ritmo dos negócios. Este ano foram comprados 330 mil imóveis com verbas da Caixa. o total liberado passa de R$ 15 bilhões. Grande parte desse dinheiro vem da velha caderneta de poupança, que hoje virou um investimento bastante seguro.

Globo

Rizzolo: Um das características desta crise, é estar relacionada com o mercado imobiliário americano, contudo a situação nossa difere da causa em si, mas absorve muito os efeitos da mesma. Os investidores estão cada vez mais preocupados com a liquidez, e imóveis sejam eles novos ou usados, não possuem a liquidez necessária em momentos de crise. As ações de empresas do setor de construção na Bovespa estão tendo forte queda diante da insegurança dos investidores.

É claro que numa crise como esta, imóveis como investimento, ficam como a última opção face a sua pouca liquidez. Algumas construtoras depois de amargar quedas seguidas na Bovespa, já encontram dificuldades para obter crédito e cumprir seu cronograma de investimentos, segundo analistas do mercado. Segundo pesquisa feita com 430 imobiliárias, pelo Conselho Regional de Corretores de Imóveis do Estado de São Paulo, as vendas de imóveis usados na cidade de São Paulo caíram 19,18% apenas entre o mês de agosto em relação a julho. As altas taxas de juros, a seletividade e o temor do efeito ” Incol”, afasta os investidores.

Alem disso, o PNBE (Pensamento Nacional das Bases Empresariais), avalia que o mercado imobiliário será o mais afetado pela crise internacional. Uma notícia nada boa para um setor que ora estava aquecido e agora sente o forte impacto. O alerta é preocupante, e o momento não é bom para se investir no segmento. Veja também Portal Exame

2 Respostas to “Crise já afeta mercado imobiliário do Brasil”

  1. Jamile Terron Says:

    Boa Tarde…estou fazendo uma matéria para o Programa Olha Você sobre a crise imobiliária no Brasil, gostaria do seu contato telefônico para falarmos sobre o assunto e marcarmos uma entrevista. Obrigada

  2. Nuno Tomás Says:

    Boa tarde,

    sou Português e trabalho na área do imobiliário…represento uma empresa que tem alguns investimentos no Brasil na área e estou actualmente a elaborar uma tese de mestrado sobre o mercado imobiliário brasileiro.
    Neste sentido, venho pela presente via, perguntar se sabe onde poderei encontrar informação da evolução do mercado brasileiro (bibliografia) nos últimos anos assim como uma perspectiva para os próximos anos…

    Qualquer livro deste tema, trabalho ou estudo serão sempre interessantes para a elaboração desta minha tese.

    Muito obrigado,

    Nuno Tomás


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: