Neonazistas planejavam matar Obama, diz governo dos EUA

WASHINGTON – O governo dos Estados Unidos informou nesta segunda-feira, 27, que desarticulou uma conspiração de neonazistas, que planejavam os assassinatos do candidato democrata à Presidência americana, Barack Obama, e de mais 102 afro-americanos no Mississippi. O complô foi desmantelado por agentes do Escritório para Álcool, Tabaco, Armas de Fogo e Explosivos. A campanha do democrata não comentou a notícia.

O porta-voz do órgão americano se negou a fornecer mais detalhes e disse que outras informações serão fornecidas à medida que uma investigação avançar. As autoridades de Jackson, no Tennessee, informaram que Daniel Cowart, de 20 anos, e Paul Schlesselman, 18, foram presos na semana passada pelo incidente. Eles descreviam como defensores da supremacia da raça branca e se conheceram pela internet através de um amigo em comum, segundo a emissora CNN.

Os dois foram acusados por posse ilegal de armas, conspiração para furtar uma loja autorizada de venda de armas e por ameaçarem um candidato presidencial, informa a rede americana. De acordo com fontes consultadas pela Agência Efe, os dois membros de grupos neonazistas conhecidos como “cabeças raspadas” planejavam atacar uma escola de Ensino Médio predominantemente negra e roubar uma loja de armas de fogo de Tennessee.

Obama, que pode se tornar o primeiro presidente negro dos Estados Unidos, está à frente do republicano John McCain nas pesquisas de intenção de voto para a eleição presidencial, marcada para 4 de novembro.

Agência Estado

Rizzolo: Nada justifica essa barbárie, o nazismo existe e está latente na sociedade americana, européia, e latino americana. Não é a cor, etnia, sexo, tampouco a religião que vão determinar a capacidade de governar um País. Os governos devem estar atentos a estes grupos. Não há mais espaço no mundo para a intolerância, seja ela da onde vier. É uma notícia que impressiona, por se tratar de um candidato à presidência dos EUA. Muito triste, isso. No Brasil as autoridades e o governo, tem dado um exemplo no combate ao anti-semitismo, ao racismo, e à intolerância, e isso é preciso reconhecer.

3 Respostas to “Neonazistas planejavam matar Obama, diz governo dos EUA”

  1. Marta Veiga Says:

    Que absurdo!!!Ainda bem que descobriram esses 2 idiotas.Esses caras tem m…, na cabeça, não vejo outra explicação.Devem ter inveja.Em vez de se preocuparem em matar negros, esses “cabeças raspadas” deveriam ir procurar o Bin Laden, já que querem matar alguém…
    Beijos
    Marta

    Service Desk

  2. Guilherme Says:

    Nazista é lixo. Esses sujeitinhos merecem uma sessão básica de tortura. Como se não bastassem os dementes da KKK, que tanta gente já matou, ainda tem uns babaquinhas que têm coragem de admirar um doente mental que causou uma das piores épocas da humanidade. Nem sei por que é que estou comentando, já que gente assim não merece nem ser citada. Espero que sofram muito, mas muito antes de morrerem. Muito, eu disse.

  3. Orlando Augusto stock Says:

    Se eu fosse presidente dos EUA mandaria prender todos os membros do KKK e outras organizaçoes racistas.Movia uma perseguição implacável contra esses grupos até eles serem completamente erradicados.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: