Para McCain, Chávez está prestes a arruinar Venezuela

LOS ANGELES – O candidato republicano à presidência dos Estados Unidos, John McCain, disse hoje que o presidente da Venezuela, Hugo Chávez, está a ponto de arruinar o país que governa com sua política econômica e reiterou que, se eleito presidente dos EUA, não negociará com o líder cubano Raúl Castro nem com seu irmão Fidel, até que todos os prisioneiros políticos sejam libertados. “Chávez está prestes a levar a Venezuela à cova, com suas políticas econômicas, e também com outras cosias que está fazendo. O povo da Venezuela merece algo melhor”, disse McCain, em entrevista a uma rádio em Miami.

Hoje o candidato republicano fez campanha no bairro cubano de Little Havana. Acompanhado pelos senadores Joe Lieberman e Mel Martínez, este último de origem cubana, McCain disse que, se for eleito presidente dos EUA na terça-feira, pressionará o regime socialista cubano até que todos os presos políticos sejam libertados. “Precisamos manter a pressão até que esvaziem as prisões, até que sejam feitas eleições livres e as organizações de defesa dos direitos humanos estejam funcionando”, disse o republicano aos ouvintes do “Show de Enrique e Joe”, da estação de rádio La Kalle 98.3, da Rádio Univisión.
Agência Estado

Rizzolo: MacCain está coberto de razão, e de Venezuela eu entendo, já estive lá, a convite, numa época em que a Venezuela de Chavez era ainda uma democracia participativa. Tão logo se tornou um democracia de mentira e manipulatória me afastei, e com coragem afirmo que hoje a Venezuela de Chavez é um problema para a América Latina em todos os sentidos, desde o militar em suas alianças com países nada democráticos, seus insultos aos EUA, até o modo autoritário de se governar. Não é possível convivermos com governos absolutistas para não dizer loucos. O exemplo clássico disso foi a expulsão do embaixador americano em Caracas e ainda chamou os americanos de “yankees de mierda”. Por isso apoio a candidatura MacCain, Obama não tem experiência, é fraco, tem tendências populistas, e será facilmente ” dobrado” pela turma de Chavez, Morales, e outros. Os EUA precisam de um governo forte, essa é a realidade, é o preço que se paga por ser uma potência mundial.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: