Igreja critica Lula e diz que petista entregará país em situação precária a sucessor

Documento da Igreja Católica intitulado “Análise da Conjuntura”, divulgado ontem durante congresso internacional em Indaiatuba (SP), critica a ação do presidente Luiz Inácio Lula da Silva frente à crise econômica e diz que “Lula entregará ao seu sucessor ou sucessora um país em situação tão precária quanto a que recebeu”.

Ao tratar do tema “A política econômica do Brasil frente à crise”, a análise aponta que “o presidente continua dando força ao agronegócio e à mineração, sem atentar para os danos ambientais”, e que isso gerará “a crise ecológica” no país.

“Tudo se passa como se o aumento da produção para a exportação fosse uma solução e não um paliativo que adia a crise econômica, mas antecipa a crise ecológica, que é muito mais grave e que prejudicará mais os mais pobres do que os ricos”, diz um trecho do texto.

O documento tem dez páginas e é assinado por padres e teólogos que são assessores da CNBB (Conferência Nacional dos Bispos do Brasil).

A “Análise de Conjuntura” foi feita a pedido da CNBB para orientar os bispos sobre temas atuais. Apesar disso, há uma aviso no início do texto que diz que “este não é um documento oficial da CNBB”.

A análise foi divulgada durante congresso internacional “Cultura da vida e cultura da morte”, promovido pela CNBB e pela Pontifícia Academia Pro Vita, um centro de estudos do Vaticano. O evento começou anteontem e termina amanhã. Entre os temas discutidos por especialistas estão aborto, eutanásia e bioética.

Lula

Ainda no tópico que trata da crise econômica, os religiosos indicam que a política industrial do governo federal “vai no sentido de favorecer a indústria automobilística, como se ela tivesse futuro”.

“Fazendo de conta que a crise é apenas financeira e que o capitalismo encontrará uma solução tecnológica para os problemas de energia e de meio-ambiente, Lula entregará a seu sucessor (a) um país em situação tão precária quanto a que recebeu, com o agravante de um contexto mundial em recessão e não em crescimento”, diz trecho do documento.

Em outro tópico, denominado “A crise humanitária numa África ensangüentada”, a igreja aponta que a crise econômica “parece querer ofuscar que sua gravidade reside menos na quantidade de dólar que perdem o seu valor, do que na sua conjunção com outras crises menos visíveis: crise ecológica, energética e humanitária”.

Ao tratar da chamada “crise humanitária”, o texto descreve conflitos atuais no Congo e faz críticas à mídia. “O conflito na África não mobiliza a mídia, pois trata-se de populações pobres, cujas vidas parecem não ter o mesmo valor que a das populações ricas.”
Agência Estado

Rizzolo: O texto elaborado pela Igreja é um pouco romântico, mas o suficiente para gerar uma polêmica em relação à atuação do presidente Lula. Com efeito, o PT poderá entregar o País em situação precária, mais em face ao problema da crise mundial. Muito mais é claro, do que em razão das questões “ecológicas, capitalistas ou o Agronegócio” como afirma a Igreja.

Todos sabem que este Blog tem muitas restrições ao governo Lula, mas as pontuações, as críticas, sempre são levadas em conta o aspecto real econômico, ou seja, procura-se na análise crítica, argumentações plausíveis. Contudo, neste documento, ao que parece, a condição ideológica da Igreja assume um papel romântico de pouco lastro argumentativo, o que a torna incipiente e inócua.

A Igreja já teve em outras épocas, argumentos mais alinhados com a realidade política e econômica do que os de agora. É uma pena. Já estou até prevendo o que vão dizer. ” O Rizzolo bate no Lula todo dia, mas o defende dos ataques da Igreja ” Digam o que quiser, mas saibam que para convencer, os argumentos devem ser robustos, sólidos, e cristalinos. Desta vez, a Igreja perdeu-se na mesmice ideológica.

2 Respostas to “Igreja critica Lula e diz que petista entregará país em situação precária a sucessor”

  1. Nélio Says:

    Concordo com o comentário a respeito da crítica feita pela igreja, mas também acho que o presidente não pode tratar a crise como se ela para o Brasil somente uma ventania passageira. O pontos colocados pela igreja mostram realmente uma falha na gestão desse governo quem em alguns aspectos vem se saído bem, mas em outros tem deixado sim a desejar. Problema a ser resolvido não somente aqueles que colocamos na pauta como problemas. O fim de todo governo é se autopromover levantando bandeiras a respeito dos grandes feitos e marcas do seu governo, o que é considerado problema grave são somente aqueles em vista de soluções que servirão para a propaganda política. A crise ecológica é um problema, o governo apresenta inúmeras ações na amazônia, mas a seca no nordeste a ainda mata milhares. A chuvas do sul e sudeste causam muito mais estragos do que os noticiados. Mas isso não é um problema desse governo. O favorecimento do governo às indústrias automobilisticas não impedem que estas demitam milhares de funcionários, o que demonstra uma grande crise no setor. Eu concordo que a igreja não se posiciona frente as questões sociais, está certo, mas o governo Lula vai se embaraçar todo.

  2. Allein Says:

    A igreja, seja ela qual for, sempre tratou os pobres como inocentes e sem almas. Agora que os negros e pobres tem guarida em um pouco que lhes cai à mão via olhos piedosos de um presidente que é homem do povo, do nordeste, da seca e da fome. A igreja vem criticar. Por que a igreja não divide suas terras e promove a reforma agrária, porque não desfaz dos seus ativos e com bom senso e coragem acaba com o problema dos desabrigados, acolhe e dá destinação saudável e profissional aos meninos de rua. Caso a igreja se dedica a olhar para o pequeninos desvalidos e desambparados, o seu patrimonio cresceria esponencialmente e não no céu, mas aqui mesmo na terrinha. Igreja sempre apoia coisas como Adolfo Hittler, Bush, Saddam Hussein, Garrastazú Médici que já foi para o inferno faz tempo., Olha, chega de balela, o Lula não tem similar, não tem substituto. Deus o colocou no poder para mostrar aos brancos, aos ricos, aos latifundiários que Cristo é mesmo o mensageiro e quem não sofrer essas críticas não é digno de seu povo. Abaixo as ditadura dessa ou de qualquer igreja. Deus fez o homem para adorá-lo em espírito e em verdade. O homem criou Deus para ganhar dinheiro. Então mãos à obra, vamso vender as roupas carissimas dos bispos, os aneis de ouro, as pedras preciosas que estão nas imagens e converter em pão, habitação e assentamentos. Esse é o verdadeito ato de amor. Flw. Bie uns sagt man das auf Deutsch.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: