BC já usou US$ 53,4 bilhões para segurar alta do dólar em três meses

O Banco Central já fez atuações no mercado de câmbio no valor de US$ 53,4 bilhões entre os dias 19 de setembro e 16 de dezembro para segurar a disparada do dólar.

Os dados foram apresentados nesta quinta-feira pelo presidente do BC, Henrique Meirelles, à CAE (Comissão de Assuntos Econômicos) do Senado.

O BC já vendeu US$ 9,8 bilhões em dólares das reservas internacionais, que hoje somam US$ 206 bilhões. Também foram “emprestados” US$ 10,8 bilhões em leilões de dólares de linhas externas e outros US$ 2,4 bilhões nos leilões de moeda direcionados ao comércio exterior.

Também entra na conta do BC mais US$ 28,9 bilhões em contratos de swap cambial, instrumento que fornece proteção contra a alta do dólar e ajuda a segurar a cotação da moeda. Por fim, o BC tirou do mercado contratos de swap cambial reverso (instrumento que pressiona a alta da moeda) no valor de US$ 1,5 bilhão, que venceram e não foram renovados.

Compulsórios

Na apresentação, a instituição também divulgou um novo balanço da liberação de depósitos compulsórios, que já soma R$ 98 bilhões. O compulsório é o dinheiro dos clientes que os bancos são obrigados a deixar depositados no BC.

Parte desse dinheiro foi liberado para que os bancos tivessem mais recursos para emprestar aos seus clientes. Antes da liberação, os compulsórios somavam R$ 272 bilhões.

O BC também reafirmou a previsão de que a alta do dólar deve ajudar a reduzir o principal indicador que meda a dívida líquida do setor público (relação dívida/PIB, Produto Interno Bruto) de 36,6% em outubro para 35,7% em novembro.

Agência Estado

Rizzolo: O que temos para analisar em relação a este fato, é política cambial em si. Até que ponto a flexibilidade do dólar é saudável para a economia quando envolve queima de reservas ? O pior neste caso, são os leilões à vista quando o dinheiro das reservas se esvai. Desde o início da disparada do dólar, em razão da crise, o Banco Central vem tomando medidas para conter a cotação da moeda norte-americana.

Essas medidas incluem a venda direta de dólares no mercado, utilizando recursos das reservas internacionais do País. Com isso, as reservas caíram US$ 1,222 bilhão na terça-feira, dia 14, para US$ 203,973 bilhões no conceito de liquidez internacional, um fato que deve ser analisado e questionarmos,como já disse, é até que ponto vale a pena utilizarmos desta política cambial.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: