Que ninguém se engane: Obama é o “império”, diz Chávez

CARACAS (Reuters) – O presidente da Venezuela, Hugo Chávez, disse nesta terça-feira que ninguém deve se iludir com a posse de Barack Obama como presidente dos EUA, mas reiterou que espera uma mudança de atitude de Washington em relação à América Latina.

Obama, de 47 anos, tomou posse neste terça-feira como o primeiro presidente negro dos Estados Unidos, criando grandes expectativas dentro e fora do país, apesar de enfrentar a pior crise econômica em décadas.

“Hoje é um dia… que tem uma particular importância em nível internacional porque hoje assume a presidência dos Estados Unidos um novo presidente. Ninguém se iluda, trata-se do império norte-americano!”, disse Chávez em um ato de campanha eleitoral.

Chávez disse que seu país continuará em “revolução”, sem se importar com quem é o inquilino da Casa Blanca.

“Nós seguiremos avançando independentemente de quem seja o presidente dos Estados Unidos, independentemente da política exterior deste governo, a revolução bolivariana seguirá avançando, construindo a independência nacional da Venezuela”, afirmou.

Mas na segunda-feira ele havia dito que espera que o novo presidente “olhe para a América Latina com um novo olhar, com um novo enfoque de respeito às democracias e aos processos de mudança que avançam em nossa terra”.

Chávez transformou o confronto ideológico de sua autoproclamada “revolução socialista” com “o império capitalista” em uma das prioridades de sua política internacional e interna, denunciando uma conspiração de Washington para derrubá-lo e tomar posse das riquezas do país, especialmente o petróleo.

Na semana passada, o líder venezuelano pediu a quem se referiu como o “homem negro” que retifique suas opiniões sobre seu governo se deseja que melhorem as abaladas relações diplomáticas entre as duas nações.

O presidente venezuelano também não perdeu a oportunidade para se despedir do ex-presidente George W. Bush, que deixou a Casa Branca nesta terça-feira. Durante seu mandato, Bush foi chamado por Chávez de “diabo”, “bêbado”, “burro” e “assassino”.

“Por um lado estamos contentes de que este presidente vai embora do governo que encheu o mundo de terror e de violência. Adeus, senhor Bush!”, exclamou o presidente venezuelano.

(Por Ana Isabel Martínez)

Folha online

Rizzolo: Bem , Chavez é o tipo do sujeito que não podemos levar à sério, até porque o que ele quer é aparecer. Ontem, é claro, quiz com suas declarações, aparecer mais que Obama, e não perdeu a oportunidade de acusar os EUA de imperialistas como de praxe e custume. Como diz Chavez ” Obama é o império” , e isso nos autoriza dizer que Chavez continua sendo o eterno ” fanfarrão da América Latina”.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: