Centrais sindicais discutem com relator o fator previdenciário

Brasília – As centrais sindicais discutiram nesta segunda-feira (16) em São Paulo alterações no projeto de lei do Senado que visa mudar os critérios do fator previdenciário, utilizado para basear os benefícios da Previdência Social. A proposta será apreciada na Câmara dos Deputados, uma vez que sofreu alterações no Senado.

As centrais se reuniram com o relator da proposta na Câmara, deputado Pepe Vargas (PT-RS), que sugeriu a adoção da “Fórmula 95” pela qual o trabalhador teria direito a aposentadoria integral se a soma do tempo de contribuição com a idade atingisse 95 anos para os homens e 85 anos para as mulheres.

As centrais concordam que a aposentadoria seja concedida ao trabalhador quando for atingida a soma de 60 anos entre contribuição e idade e prometeram travar discussões com o governo sobre essa alternativa.

O relator afirmou que o governo não concorda com o estabelecimento de média das 36 últimas contribuições para basear o cálculo da aposentadoria, como aprovado pelo Senado, porque ela traria prejuízo ao trabalhador assalariado. Enquanto esse tipo de trabalhador fica com a contribuição condicionada ao salário que recebe, contribuintes individuais, como profissionais liberais, poderiam deixar para pagar a contribuição máxima ao INSS nos três últimos anos, e ficar com remuneração no teto máximo do INSS, reajustado na semana passada para R$ 3.218,00.

Pepe Vargas lembrou que o governo não aceita o puro e simples fim do fator previdenciário, mas concorda que sejam criadas melhoras das condições de remuneração para os futuros pensionistas e aposentados da Previdência Social.

O relator pretende realizar três audiências públicas sobre o projeto tão logo sejam definidas as presidências das Comissões permanentes da Câmara, em março próximo. Serão chamados para discutir o projeto antes do envio ao plenário da Câmara, representantes dos trabalhadores, de empresários e do governo.

Agência Brasil

Rizzolo: Observem que o governo faz de tudo para que, de uma forma ou de outra, mantenha o fator previdenciário nem que seja com outro nome, uma nova embalagem. A alternativa da aposentadoria ser concedida ao trabalhador quando for atingida a soma de 60 anos, entre contribuição e idade, é contestável na medida em que aqueles que já estão para se aposentar, devem sofrer uma transição sem prejuízo. Sinceramente, o que se vê, na verdade, é má vontade por parte do governo, um desprezo com aqueles que já deram seu quinhão, e mais vergonhosa ainda é a “Formula 95”, defendida por Pepe Vargas . É o petismo golpeando os aposentados.

Publicado em últimas notícias, Brasil, comportamento, cotidiano, economia, fator previdenciario 16/02/2009, fator previdenciário, FHC deveria se arrepender fator previdenciário, FHC e o fator previdenciário, geral, News, notícias, OAB pede fim do fator previdenciário, Paim e o fator previdenciário, Paulo Paim, Política, Previdência Social, Principal, projeto Paulo Paim, Senador Paulo Paim. Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , . 19 Comments »

19 Respostas to “Centrais sindicais discutem com relator o fator previdenciário”

  1. genivaldo tonello Says:

    se o governo atual sempre foi contra esse fator do fhc porque passados varios anos de pt e nada e feito a nao ser o iluminado paulo paim que e do pt e corajoso e humano mas quem esta no poder esquece do trabalhador que ergueu este pais chamado BRASIL eu mesmo tendo a doença chamada pelos medicos que passei como caimbra do escrivao nao podendo trabalhar a varios anos e com mais de 36anos de contribuiçao para o inss e tendo sido indefirido auxilio doença e tambem apossentadoria que pais e este estou na justiça a messes e depois de muito insistir consigui alguns messes para aliviar o meu sufoco

  2. NELSON COIVO Says:

    OLHA O PT MOSTRANDO PRA QUE VEIO
    QUANDO ERA OPOSIÇÃO O PT ERA CONTRA O FATOR PREVIDENCIARIO.
    AGORA COMO GOVERNO E CACETADA NOS TRABALHADORES
    ELES ESQUECEM QUE APOSENTADO JA FOI TRABALHADOR E PAGOU CONTRIBUIÇÃO SINDICAL
    É MUITA CARA DE PAU E TEM GENTE QUE NÃO ENXERGA O QUE FAZEM

  3. Félix Szrajia Says:

    “Ninguém neste país…”. É uma vergonha a postura do governo LULA e do PETISMO em relação a tudo que acontece neste governo “DOS TRABALHADORES”, que ao invés de tentar corrigir os erros do passado continua massacrando os trabalhadores brasileiros. Associou-se ao CAPITALISMO SELVAGEM dos financiadores das campanhas eleitorais, e as MULTINACIONAIS exploradoras do povo.
    Completei meus 35 anos de trabalho, e hoje aos 59 anos estou em dúvida se espero a votação na Câmara do Fator Previdenciário, mas acho que vai acontecer mais um grande conchavo dos petistas e a dita base do governo, prejudicando mais uma vez o trabalhador. É UMA VERGONHA , diz Boris Casoi, e somado ao PMDB corrupto, como , diz Jarbas Vasconcelos, que poderemos esperar.

    • CELIO CARLOS GRAVEL Says:

      Amigos também estou com 60 anos completos e 35 anos de contribuição, e preciso de informações. Caso opte por aposentar agora, o governo vai me enquadrar na nova lei caso seja vetado o “veto” do Lula?
      Não sei como proceder, se aposento agora perdendo a diferença ou se aguardo o Governo cumprir o que o Senado aprovou.
      Mas de qualquer forma já vou dar minha resposta, e estou trabalhando contra a Dilma, e não vou votar mais no PT.

      Um abraço,

      Celio Gravel.

  4. Félix Szrajia Says:

    Que moderação? Moderação quem tem que pedir são o governo e os políticos. Peçam moderação ao JARBAS VASCONCELOS. OK.

  5. valmira dos santos garcia Says:

    É uma vergonha o que estão fazendo com o trabalhador brasileiro, que os governantes preocupem-se em acabar com a corrupção, será que a não ser o senador Paulo Paim, nenhum outro político consegue enxergar que um assalariado quando consegue vencer seus 35 anos de trabalho já está praticamente acabado, (doenças etc).Outra coisa é que certamente a previdencia gasta muito mais pagando em auxílio doença, claro, com tantas dificuldades para se aposentar com o tempo de serviço, o governo não paga de um jeito mas paga de outro muito pior, que é para o trabalhador afastado. Não é a toa que umas das maiorias causas de afastamento do trabalho é a depressão, cá pra nós, com essas leis, na verdade ainda é pouco.
    Parabéns trabalhor brasileiro, és realmente um guerreiro.

  6. José Pereira Says:

    JÁ QUE O ministro pimentel TEM AFIRMADO QUE O fator previdenciário É BOM PARA OS TRABALHADORES DA INICIATIVA PRIVADA, DEVEMOS SUGERIR QUE TODOS os servidores públicos e políticos EM GERAL, TENHAM SUA APOSENTADORIA CALCULADA POR ESTE MÉTODO. QUE TAL?

  7. Plácido Tadeu Damião Says:

    hoje sou Presidente Municipal da sub-sede do Sindicato Nacional dos Aposentados Pensionista e Idosos de Guaratinguetá e Região com mais de 40 mil aposentados na base ja estamos organizando uma grande manifestação em Guaratinguetá contra a morosidade dos senhores deputados que não votaram o projeto do Senador paim que beneficia oa aposentados não se esqueça que os Aposentados é aforça deste Pais tem municipio que não sobre vivem sem o nosso recursso 2010 vem ai? mensagem a todos Deputados. verbas do inss não pode ser desviada para outros fim. um Abraço A todos Tadeu do Sindicato.

  8. JOÃO GOMES DA SILVA Says:

    ESTOU ENVERGONHADO E DECPC IONADO COM O GOVERNO LULA. TENHO 50 ANOS DE IDADE E 31 DE CONTRIBUIÇÃO. VOTEI ATÉ ONTEM PARA PRESIDENTE EM LULA. NÃO SEI SE ELE FOR CANDITADO SE VOU VOTAR NOVAMENTE. ACHO QUE NÃO! PRINCIPALMENTE SE FIZEREM ISSO COM NÓS!
    ESSE FATOR PREVIDENCIARIO É UMA VERGONHA.

  9. ANTONIO CARLOS DE FIGUEIREDO Says:

    58 ANOS DE IDADE, 37 ANOS DE CONTRIBUIÇÃO, SOMADOS
    = FATOR 95. È O MEU CASO, QUE COINCIDE COM O PROJETO EM PAUTA NA CAMARA. DEVO ESPERAR O RESULTADO OU APOSENTAR DE IMEDIATO.

  10. Elieser A. Durante Says:

    Srs.da politica que decidem os rumos dos Brasileiros,aliás a vida,tomem vergonha na cara e não roubem mais uma vez o trabalhor do Brasil.O direito conquistado é legal e certo,portanto acabem com esse Fator repugnante.Regras novas prá quem vai entrar ,é uma coisa,assim todos se preparam antecipadamente para não serem surrupiados pelos politicos de plantão.No momento cumpra-se o que é de direito: pague o que devem ao aposentado.

  11. José Luiz Says:

    Quando vai sair o resultado da votação de maio sobre fator previdenciario?

  12. Ernani Carlos Says:

    Quando eu iniciei a minha vida profissional em 1969, havia uma regra para aposentadoria. De la para cá quantas mudanças houveram?… E o meu direito constitucional adquirido lá em 1969 onde fica? Agora querem modificar tudo de novo, mas nada em beneficio dos aposentados, dos direitos que eles adquiriram quando iniciaram sua vida profissional. O que me chama a atenção é que nos escalões públicos, o direito de remuneração da aposentadoria não é nem parecida com a dos trabalhadores. Eles tem todos os direitos adquiridos ao contrario dos trabalhadores. Eu cheguei a uma conclusão… O governo fez um acordo com os juizes e combinaram… Tudo o que o judiciario quizer em troca de não conseder nada aos que buscam na justiça a execução dos direitos adquiridos.

  13. valdemar Says:

    Eu concordo em um ponto que a regra do fator 85/95 seja aplicada desde que seja para trabalhadores que ingressarem a partir da promulgação da nova lei; e tambem seja facultado o fator 85/95 tanto para homens quanto para mulheres, ou seja 85 proporcional com 80% da média das contrinuições e 95 integral com 120% da média das contribuições. Quanto aos demais contribuintes que já pagaram pedágio de 40% sobre o tempo que faltava para completar 30 anos em 1998 mais a idade mínima de 53 anos homem mais o fator redutor previdenciário entendo que devem aposentar-se a qualquer tempo pois seus direitos já foram adquiridos e basta, não devemos mais pagar com outra regra de transição Sr. LULA do PT.

  14. é de + Says:

    O FUTURO DO TRABALHADOR PRIVADO, CONTRIBUINTE DO INSS É RECEBER APÓS 35 ANOS DE TRABALHO O CÃNCER DO APOSENTADO.
    O governo, deve ter pelo menos uma equipe de técnicos que, conheça e reconheça os problemas do seu povo. Estes problemas sociais infelizmente existem e é um CÂNCER na vida dos aposentados e o governo sabe de tudo isso, mas prefere que o povo aposentado continue do mesmo jeito, doente com o câncer. O CÂNCER É O FATOR PREVIDENCIARIO, infelizmente tem sua função contraria, já mais um trabalhador que completar tempo de contribuição exigido por lei, independentemente de idade, porque os menos favorecidos, sem oportunidade de estudo, começaram muito cedo sua vida laboral, e estas pessoas ao chegarem aos 50 anos já estão doentes, muitos desempregados, e no final de carreira já não consegem um salário digno, sempre vai ser menos que a média anterior, FATOR PREVIDENCIARIO, até poderia existir, menos para o trabalhador e contribuinte que contribuir 35 homem e 30 mulher ou que seja ALTERADO para 37 homem e 32 mulher, esse TIPO de contribuinte e o acidente de trabalho JAMAIS DEVE SER PENALIZADO POR FATOR PREVIDENCIARIO, os demais beneficios é questionavel, ASSIM O GOVERNO ESTARIA INCENTIVANDO O POVO A CONTRIBUIR e com certeza haveria um aumento na ARRECADAÇÂO de tributos para INSS. Veja como é injusto, muitos estão aposentados sem contribuir, muitos se aposentam contribuindo apenas 35 contribuições durante 35 anos, apenas uma contribuição por ano, outros contribuiem 12 meses e ficam aposentados, outros nenhuma contruibuição e após 65 anos de idade ficam aposentados e assim vai a lista por aí a fora…………………………….. é de +

  15. genivaldo tonello Says:

    e para o senador artur virgilio emenda n439 sobre a (distonia) chamada (pode) caimbra do escrivao quem pode me ajudar estou atrapalhado eu tenho ja que tomar anti depressivo e fiquei afastado por mais de 4 anos; afastado pelo inss com pobremas na colunas e esta especial; doença nem a dr ortopedista do (jef) conhece o que eu tendo recorrido me ah agora com este governo br (f d p) que nao reconhece o trabalhador br (f d p) tenho mais de 35 anos de inss e mais de 55 anos de idade e eu sofro ,mas ja fui no dep arnaldo faria de sa minha ultima esperança espero resposta estou a dispociçao de quem quer falar ao vivo porque isto que eu estou comentando demoro para digitar e preciso conhecer algum neurocirurgião que pode me resolver com botox não resolve mas ajuda e paliativo costumo passar a pomada iodex mas e constregedor dodo dia estou enfaixaido porque e forte esta pomada e estou querendo alguma resposta .

  16. luiz carlos da costa Says:

    LULA NOSSO PRESIDENTE O SENHOR JA FOI TRABALHADOR TORNEIRO MECANICO SABE QUE UMA FABRICA COMEÇAR A TRABALHAR CEDO FAZER MARMITA LEVANTAR 5 DA MANHA ENFRENTAR O CALOR DE UMA CALDEIRA NAO DEIXE QUE QUEM JA SOFREU TANTO TENHA QUE PGAR MAIS AINDA E QUEM JA FOI MANDADO EMBORA PEPE VARGAS NAO SABE O QUE UMA FABRICA TUDO ISSO LULA DE O TROCO MOSTRE COMO SE FAZ UMA LEI DE QUEM JA TRABALHOU 35 ANOS NAO PODE TER IDADE MINIMA PRINCIPALMENTE 60 ANOS O SENHOR SABE A GENTE COMEÇA A TRABALHAR CEDO COM 14 ANOS ENTAO ESPERO SUA RESPOSTA AGORA UM ABRAÇO LUIZ CARLOS

  17. José David Gomes de Azevedo Says:

    Boa noite, trabalho desde os doze anos, aos trezes passei a contribuir c/ INSS, quando menor fui trocador de ônibus, trabalhei na FEBEM e estudei no SENAI, ápos os dezoito anos iniciei a careira na área de eletricidade trabalhando c/ alta tensão insalubre, ao mesmo tempo no periodo da noite conclui o segundo grau técnico. Quando completei quarenta anos de idade a empresa estabeleceu um plano de demissao voluntaria ( PDV ). Contei o meu tempo de contribuiçao o qual totalizou trinta e dois anos, então resolvi aderir o pedido de demissão voluntaria, entrei c/ com o pedido de aposentadoria no dia 14/12/1998. o qual foi negado não contemplando o tempo de risco insalubre. Tive que recorre na justiça e espear todos os tramites, ate que o benefcio fosse concedido. 70% do teto maximo, mas fui penalizado com o fator previdenciario. assim como eu existe muitos brasileiros que estao enjustiçados que precisao continuar a trabalhando para sobreviver com dignidade. minha indignaçao: e preciso rever os valores neste país.

  18. Jose Roberto Martins Says:

    pois bem, quero retratar-me ao texto anterior, pois referia-me ficticiamente ao animal referente e ou citado do dito popular, nada mais.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: