FHC rebate Lula e diz que Estado cresceu no século 20

RIO DE JANEIRO (Reuters) – O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB) rebateu nesta quarta-feira a afirmação do presidente Luiz Inácio Lula da Silva no Fórum Econômico Mundial de que o Estado encolheu no século 20.

“Lula esqueceu da União Soviética, da China e do Brasil, porque crescemos muito no século passado”, ironizou, destacando que o problema não é o tamanho do Estado, mas a sua eficiência.

Fernando Henrique, no entanto, concordou com Lula sobre o papel do Brasil na crise econômica, avaliando que o país vai estar melhor do que muitos países aos final da turbulência.

“O Brasil tem uma situação melhor e a crise não foi aqui. Quando acabar o incêndio e ver o que sobrou o Brasil vai sobrar relativamente bem, comparado a outros países”, afirmou.

Para isso o ex-presidente avaliou que é necessário cuidado com os gastos do governo brasileiro, para que sejam mais eficientes, e sugeriu a realização de concursos públicos para ter mais gente especializada e menos indicações políticas.

“Tem que ter mais cobrança, mais avaliação. É fácil de dizer mas dificílimo de fazer”, reconheceu.

Recém-chegado de Nova York, ele avaliou que ainda há muita confusão e existem dúvidas se as medidas tomadas pelo governo norte-americano terão efeito, e quando isso acontecerá.

“Ou os bancos recuperam a condição de crédito ou a economia real sofre, principalmente, com o desemprego, mas enquanto não resolver no coração do sistema o que está acontecendo não se pode dizer que a crise acabou”, explicou.

“Acho que esse (ano) é perdido, pode ser que tenha uma retomada no próximo ano”, complementou.

Ele destacou que o governo dos Estados Unidos também vai precisar tomar cuidado com a parte fiscal sob “risco da emissão de dinheiro criar uma situação embaraçosa de inflação”.

FHC e Lula não se encontraram no fórum. O presidente saiu antes de Fernando Henrique chegar.
Fonte: abril

Rizzolo: É sempre interessante observar os comentários de FHC em relação as afirmações do presidente Lula. FHC nunca perde a oportunidade de ” dar uma aula” ou fazer notar sua cultura em relação a Lula. Com efeito o Estado do ponto de vista político e social, cresceu no século vinte.

É um dado histórico, contudo, – e nem preciso explicar – o que Lula se referia é em relação à função do Estado minimizado pelo neoliberalismo do final dos anos 80 e início dos 90. Infelizmente para a grande maioria do povo brasileiro, a erudição do ex-presidente pouco importa, na era Lula o que vale é o discurso, a ação, e o dinheiro no bolso do pobre, porque é disso que o povo gosta: dinheiro, emprego, e desenvolvimento. Erudição não combina com coração, o povo ainda não chegou lá. Essa é a realidade daqui para frente, pouca erudição e muita metáfora..

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: