WEG cancela acordo de redução salarial assinado com o sindicato

A WEG, fabricante nacional de motores elétricos para eletrodomésticos, anunciou sexta-feira (22), o cancelamento do acordo assinado com o Sindicato dos Metalúrgicos de Jaraguá do Sul e Região (SC) para redução de jornada de trabalho e salários. O acordo cancelado, que previa redução de 25% da jornada e 20% dos salários por 90 dias, até 20 de julho próximo, atingia aproximadamente 7 mil trabalhadores.

Segundo a empresa, o ritmo de produção de motores para lavadoras de roupas se recuperou após a redução do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) e está acima do observado em 2008. “No atual cenário, precisamos aproveitar todas as oportunidades de negócios, atendendo os clientes com rapidez”, declarou o diretor-presidente da WEG, Harry Schmelzer Junior.

A redução da jornada e salários foi adotada em abril passado.
Hora do Povo

Rizzolo: E uma boa notícia, a Weg é uma empresa nacional, situada em Jaraguá do Sul (SC). Nos anos 60 os empresários começaram numa oficina. A Weg serve como paradigma na comprovação da capacidade do empresário brasileiro diante das adversidades da economia brasileira e internacional. É o exemplo da nossa luta na defesa das empresas nacionais.

2 Respostas to “WEG cancela acordo de redução salarial assinado com o sindicato”

  1. Agostinho J. Rosa Says:

    Caro Rizzolo, o CAGED já mostra saldo positivo nas contratações, saldo das transações correntes ficou positivo pela primeira vez após 18 meses, balança comercial superando o resultado de 2008, inflação sob controle, juros da SELIC com viés de baixa, vendas no varejo em franca recuperação e bancos aumentando o nível de crédito. E a “marolinha”? Será que o nosso presidente estava certo? Bem, se parte da imprensa e comentaristas admitirem que houve a tal “marolinha”, pelos menos se safam do vexame maior, porque foi mesmo uma “marolinha” e não se credita nada ao Presidente Lula. De qualquer forma, dá-se razão ao Presidente. Caso contrário, negando a “marolinha”, como tem feito irônica e sistematicamente jornalistas e comentaristas, créditos ao Presidente Lula, que soube conduzir a economia com maestria dentro de um “tsunami”. A posição política-econômica do país no cenário internacional está levando a esta conclusão. Houve ou não houve a tal “marolinha”? Decisão difícil, não? Aliás, a palavra “marolinha” sumiu dos seus comentários ultimamente.

  2. Valdir Says:

    Caro Rizzolo, essa empresa teve sua produção “aumentada” porque fecharam a unidade de Guarulhos (SP) a qual tinha capacidade de produzir em média 6000 motores/dia com qualidade bem superior a da matriz, deixando mais de 500 desempregados, sem o menor respeito por quem trabalhava por eles na ânsia de cumprir metas e satisfazer as necessidades de seus clientes e ainda vem a dona “Exame” dizer que ela é uma das melhores pra se trabalhar, deve ser, pra executivo por que pro peão que garante seus lucros ela deixa muito a desejar.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: