Lista de salários na internet causa polêmica na Prefeitura de SP

Movimento Nossa São Paulo acredita que publicação é avanço.
Sindicato diz que dado errado faz servidor virar isca de ladrão.

Bem recebida por organizações não-governamentais que defendem maior transparência na administração pública, a divulgação da lista com os nomes e salários dos servidores públicos municipais provocou reação no funcionalismo. A lista anuncia o salário do prefeito Gilberto Kassab, de R$ 12.384,06 – pouco mais do que a metade do salário de um assessor técnico legislativo do gabinete do prefeito, que pelo cargo comissionado recebe R$ 23.202,28.

O Sindicato dos Profissionais em Educação do Município de São Paulo protestou e promete entrar na Justiça nesta quarta-feira (17) para suspender a publicação. O secretário municipal de Transportes, Alexandre de Moraes, divulgou uma nota para explicar que, embora tenha quatro cargos na administração, recebe apenas como presidente da SPTrans e seu salário, de R$ 19 mil, equivale ao de seus colegas secretários.

O coordenador do Movimento Nossa São Paulo, Oded Grajew, disse ao G1 que considera um avanço a publicação da lista.

“A gestão pública é diferente porque eles têm salários pagos por cada um de nós”, afirmou. “A população é acionista da prefeitura e tem o direito de saber o que é feito com seu dinheiro. Estar na administração pública tem ônus e bônus. Quem trabalha no serviço público deve prestar contas à sociedade”, afirmou.

O presidente do Sindicato dos Profissionais em Educação do Município de São Paulo, Cláudio Fonseca, disse que também defende a transparência na gestão pública, mas pretende entrar na Justiça para supender a publicação da lista. Ele afirma que a relação tem erros e inconsistências e pode colocar em risco os funcionários que têm nome, salário e local de trabalho revelados. “Eles podem virar isca de ladrão”, afirmou.
globo

Rizzolo: A lista de salários é realmente capaz de nos levar à indignação, e salta aos olhos saber que num país pobre como o Brasil funcionários chegam a ganhar uma fortuna. De nada adianta a argumentação de que existe uma Lei, ou isso é legal, ou que foram concursados, ou que é fruto de ganhos judiciais contra a administração. O que temos que analisar – e isso no Brasil não é costume – é o caráter moral dos salários; imaginem se é possível um assessor técnico legislativo do gabinete do prefeito, receber R$ 23.202,28, servidores da Educação recebendo fábulas, e mais, isso ocorre também em esfera federal, com a complacência do governo petista.

Enquanto isso o coitadinho de um trabalhador ganha um salário mínimo, a grande massa dos advogados do Brasil vivenciam a pobreza, os trabalhadores se sentem injustiçados, a saúde pública falida, e na outra ponta, os idealistas como Oded Grajew e o prefeito Kassab, lutam para tornar público estas aberrações e dar transparência a tais fatos ao povo brasileiro.

Agora alegar que a lista deve sair do ar porque os funcionários ” podem virar isca de ladrão”, é uma piada mau gosto e uma afronta ao povo brasileiro. É, o Brasil está “virado de ponta cabeça” do ponto de vista moral, é a farra com o dinheiro público, e a democracia a serviço de poucos.

“Chega de corrupção e rolo para Deputado Fderal Fernando Rizzolo 3318 “

5 Respostas to “Lista de salários na internet causa polêmica na Prefeitura de SP”

  1. Prof. Gilmar Ribeiro Says:

    Que bom é isso mesmo devem colocar todos os salarios de todos servidores em todas as esferas na internet pois é dinheirodo povo como sou eu quem pago gostaria de saber o quato estou pagando parabéns prefeito

  2. Barbara Says:

    Como é possível ver a listagem?Não encontro o caminho no site.
    Abs

  3. Eliane D.D. Gouvea Says:

    Achei uma iniciativa otima ,pois as contas tem que serem bem transparentes, contendo todos os servidores e os prestadores de serviços ao municipio. DESTA FORMA TEREMOS NOÇÃO REAL DOS GASTOS COM OS SERVIDORES PARABENS KASSAB.

  4. Aurélio Barbosa Silva Says:

    Como já havia comentado em outro blog….

    Então, estarei sempre a favor de medidas que tornem o serviço público o mais transparente possível. Só que não podemos esquecer que é extremamente inconveniente publicar o nome dos funcionários públicos. Minha mãe trabalha a 17 anos para Prefeitura de São Paulo como professora em uma creche na periferia de São Paulo, eu sou testemunha do esforço e dedicação que ela e seus colegas têm para cuidar bem daquelas crianças apesar do descaso da nossa sociedade sobre a educação, e também sei o perigo que é trabalhar na periferia. Portanto, e bom pensar bem sobre as conseqüências, desse tipo de medida, sobre a vida dos funcionários públicas. Não sou a favor de publicar o nome dos funcionários.

  5. miriam Says:

    Parabéns , kassab o serviço público infelismente só nos deixa a desejar, o descaso seja em hospitais , na área da educação piorou….Pelo menos já que o dinheiro também é da população temos sim, que nos mantermos informados!


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: