Corregedor do Senado diz não ver elementos para investigar Sarney

Senado tem sido alvo de denúncias sobre atos secretos.
Romeu Tuma creditou crise à disputa política.

O corregedor do Senado, Romeu Tuma (PTB-SP), disse nesta segunda-feira (22) não ver elementos para instaurar uma investigação contra o presidente da casa, José Sarney (PMDB-AP).

Entenda os escândalos que atingem o Senado

Desde o início do ano, o Senado tem sido alvo de denúncias que vão desde irregularidades em contratos, pagamentos de horas extras e, mais recentemente, sobre atos secretos. Com a publicação dos atos, descobriu-se a alguns casos de contratação de parentes, atingindo Sarney.

“Ele (Sarney) está determinando a apuração dos fatos. Não vejo elementos [para investigá-lo]”, disse Tuma após encontro do Grupo de Líderes Empresariais (Lide) em São Paulo.

O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Gilmar Mendes, também participou do encontro e defendeu o Congresso, dizendo que crê que a crise esteja superada. “Eu queria dizer do meu apreço pelo trabalho do Congresso. Os escândalos, a ênfase que se dá, não destaca o trabalho que vem sendo feito”, afirmou, durante discurso a empresários.

Para Romeu Tuma, as denúncias na Casa são fruto da disputa política pela Presidência do Senado. “Houve uma disputa política pela Presidência do Senado e ela dividiu os funcionários que tinham responsabilidade moral de fiscalizar os atos. Agora, eles estão denunciando para desmoralizar um ao outro”, afirmou.

O corregedor disse ainda que está “acompanhando de perto” todas as acusações para tomar providências quando necessário. “A corregedoria age na hora em que a denúncia atingir algum senador especificamente… na hora que surgir qualquer fato referente a senador, estarei pronto [para investigar].”

Globo
Rizzolo: É este país vão mal mesmo, atribuir à disputa política como argumento para legitimar a não investigação a pessoa do Sr. Sarney é demais. Não ver elementos para investigá-lo, quando todo povo brasileiro vê elementos de sobra, é demonstrar que no Brasil a impunidade reina aos poderosos. O mais interessante é que os órgãos que deveriam investigar os fatos neste país, não os fazem nem para dar uma satisfação ao pobre povo brasileiro. Nem sequer se fosse para ” inglês ver”, nem a isso se dão ao trabalho.

Publicado em atos secretos, é do Senado', últimas notícias, Blog do Rizzolo, comportamento, corrupção, cotidiano, CPI da Petrobras, Crise do Senado e Sarney, crise moral atinge o Senado, crise moral no Congresso, economia, Edir Macedo, eleições 2010, evangélicos, General Augusto Heleno, geral, Jarbas Vasconcelos, Jarbas Vasconcelos (PE), José Pimentel, Lula defende Sarney, News, notícias, Política, Principal. Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , . Leave a Comment »

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: