Fator Previdenciário e Reajuste da Aposentadoria foram discutidos hoje (24/08) em Brasília

A reunião que tratou do reajuste aos aposentados que ganham acima da inflação e de outros temas relacionados à Previdência, realizada nesta segunda-feira na sede do Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB) em Brasília, apresentou avanços em relação ao último encontro. Uma nova rodada de negociações, acordada entre as centrais e o Governo, ocorre nesta terça-feira, 25 de agosto, às 18h. Relator do projeto substitutivo ao Fator Previdenciário, o deputado federal Pepe Vargas (PT/RS) participou do encontro e manifestou apoio à nova reivindicação dos representantes das centrais.

“Essa nova proposta leva em conta o período de aviso prévio e o período que o trabalhador recebe o seguro desemprego, como tempo de contribuição. Eu defendo esta proposta que traz benefícios aos trabalhadores em geral“, afirmou.

As centrais também solicitaram que as negociações definam o reajuste acima da inflação para 2010 e também para 2011. O Governo concordou em conceder reajuste linear, ou seja, o mesmo percentual para todas as faixas salariais acima do salário mínimo. As centrais e o Governo concordam que o Projeto de Lei 4434/08, de autoria do Senador Paulo Paim (PT/RS), que prevê a recuperação do número de salários mínimos recebidos na data da concessão da aposentadoria, continue em tramitação.

Além do deputado federal Pepe Vargas, participaram da reunião os ministros Luiz Dulci (Secretaria-Geral) e José Pimentel (Previdência), o líder do governo na Câmara deputado Henrique Fontana (PT-RS), representantes da Confederação Brasileira dos Aposentados e Pensionistas – Cobap, da Central Única dos Trabalhadores( CUT), Força Sindical, Central Geral dos Trabalhadores do Brasil (CGTB), Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil (CTB), da Nova Central Sindical dos Trabalhadores (NSCT) e da União Geral dos Trabalhadores (UGT).
rede notícia

Rizzolo: É como eu sempre afirmo, fala-se muito pouco em relação ao assunto fator previdenciário, e muito sobre possíveis mudanças que servirão para barganhar o fim do fator. É o ” seis por meia dúzia”, a barganha, e o esvaziamento da discussão do fim do fator em si. Essas centrais aí deveriam ser mais claras e de forma veemente não negociar nada que não fosse o determinado fim do fator previdenciário. Agora, sentar à mesa para discutir mudanças marginais de cunho negociativo, e apunhalar o principal que é o fim do fator, não concordo. A atitude tem que ser clara, cristalina, e sem rodeios: fim do fator e aos rodeios propositais se opor.

O problema é que hoje não confio nem nos parlamentares, quer da oposição ou do governo, tampouco nas Centrais que são agraciadas pelo governo, e estão aí fingindo “negociar” para no final fazer valer a continuidade do perverso do fator. Acredito sim na luta corpo a corpo que fazemos nós aqui, sozinhos, pois entre nós não nos enganamos, apenas assitimos indignados sermos golpeados por esta turma. A resposta virá nas próximas eleições. Sou patriota e luto sozinho ! Aguardem !

Publicado em americano se passa pela mãe por aposentadoria, atos secretos, últimas notícias, Blog do Rizzolo, Brasil, Brasil viola Direitos Humanos, corrupção, cotidiano, Crise do Senado e Sarney, crise moral atinge o Senado, crise moral no Congresso, Dilma defende Sarnay, Direitos Humanos, economia, eleições 2010, fator previdenciario 16/02/2009, Fator Previdenciario Camara faz corpo mole, Fator Previdenciario e o corpo mole, fator previdenciario notícias dia 13, fator previdenciario ultimas noticias, fator previdenciário, fator previdenciário audiência em 10 de julho, fator previdenciário deve ser apreciado com urgência, fator previdenciário dia 13/07/2009, fator previdenciário e Comissão de Cidadania e Direitos Humanos (CCDH), Fator previdenciário e os sindicalistas, FHC deveria se arrepender fator previdenciário, FHC e o fator previdenciário, geral, News, notícias, OAB pede fim do fator previdenciário, Paim e o fator previdenciário, Paulo Paim, Política, projeto Paulo Paim, Senador Paulo Paim, votação do fator previdenciário, www.fimdofatorprevidenciario.com.br. Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , . 18 Comments »

18 Respostas to “Fator Previdenciário e Reajuste da Aposentadoria foram discutidos hoje (24/08) em Brasília”

  1. Claiton Says:

    Paim não arreda pé pelo fim do fator previdenciario isso é inegociavel sem barganha vamos pra votação.

  2. Jairo Campos Pereira Says:

    Senador Paim é o único que realmente está interessado em resolver o gande problema dos aposentáveis e aposentados. Porque os demais, Sindicatos, Centrais Sindicais e deputados estão mamando na teta do Governo.

    • Cirso Barbosa da Silva Says:

      O respeito e a educação teria que ser a base de todos
      e quaisquer seres humanos; vivemos tão pouco e somos
      massacrados por uma sociedade composta por homens
      injustos que brincam com o porvir. Esperamos que os politicos tenham lampejos de inteligencia e de um caminho feliz para os aposentados que fizeram desta nação mais forte, para que sigamos caminhos melhores.

    • Pedro Bernardes Says:

      Senador, vai um abraco e continue lutando pelos aposentados ,o senhor deveria encarar de frente o governo o senhor nao precisa do PT ,voce se elege por qualquer partido , agora o Henrique Fontana , a maria do rosario esses estao abracados com o LULA, o SARNEY e contra os aposentados ,será que eles nao tem parente aposentados e agora defendem o monstro criado pelo FHC , po é nuita sujeira nesse governo.

      Pedro Bernardes

  3. darci Says:

    Olá,
    Tenho 57 anos, comecei a trabalhar com 16, e ainda estou empregada (sob assedio moral- há 6 anos sem função) c/ e estou esperando por um documento que comprovará meus 30 anos de contribuição do INSS. Existe algum abaixo-assinado em relação à este Fator porvidenciário que eu possa assinar p/ contribuir c/ esta luta? oNDE? / Obrigada

  4. maria ines stanziola Says:

    INDIGUINADA

  5. Luis Cláudio Says:

    Eu sempre desconfiei desses canalhas, o PT e o PMDB é quem vão sentar nessas eleições, eles estão…. prá gente, porra primeiro nos consultam através de um site, neste mais de 90% é contra a negociação, o que querem? só tomar nosso tempo? O LUla que espere o que vão ver em 2010.

  6. Wagner Manoel J.Pantoja Says:

    A cho que este governo não tem vergonha, de ficar prendendo o reajuste dos aposentados e Pensionista que
    se mataram para receber este dinheiro, que tem direito de recebe. quanto que os parlamentar almentam o seus salarios muito facil

  7. celso vieira profeta Says:

    as centrais sindicais recebem dinheiro do governo federal , deputados , senadores , tecnicos tambem recebem voces acha que eles vão trabalhar a nosso favor mas isso precisa acabar , povo precisa dar um basta nisso e preciso limpar essa sujeira toda, na proxima eleição todos unidos para derrubar o ladrão

  8. Euripedes Antonio. Says:

    Caro amigo Paulo Paim, estou muito triste com este acôrdo feito por pessoas ligada ao interese do governo, assim é facil enganar o povo. olha deixa o pau comer, leva a decisão para o congresso. Se perdermos não importa. o ano que vem é ano de eleição, aí eu quero ver a cara desses covardes de grata, tem dinheiro pratudo, FMI, perdoa dividas de Paises vizinhos, paga milhões com horas extras etc. Saí dai sapo barbudo.

  9. CLAUDIO UCHOA Says:

    QUERO O ACABEM LOGO COM O FATOR PREVIDENCIARIO, O QUE ESTAO ESPERANDO!!! E ESSA VERGONHA QUE É ESSE FATOR 85/95. TEMOS QUE TER DIREITO A UMA APOSENTADORIA QUE MERECEMOS. NAO ESTAMOS PEDINDO NADA É UM DIREITO DE CIDADÃO.

  10. SEBASTIÃO M FILHO Says:

    Nobre Senador Paulo Paim, o Sr. já fez sua parte e c/ muito exito, agora estamos cansados de esperar este seu PL. 3299/2008, sendo discutido e apreciado pela Câmara. Mais uma reunião com sindicatos, neste dai 01/09/2009? São exatamente aqueles quem não me representam, pois, sou um trabalhador autônomo, contribuinte individual, pago caríssimo o INSS, 20% s/ meu salário. Não sou filiado a nenhum sindicato, não devo nada a eles e nem eles a mim. Não votei em nenhum sindicato, portando, deles não devo esperar nada, porque não tem compromisso comigo. Aqueles deputados, sim, pois foi neles em quem votei em 2006. Eles são meus legítimos representantes, não só o fato term votado neles, mas também porque sou mero pagador de impostos. Só poço esperar uma coisa desta sua reunião. Que seja organizado um movimento nacional em busca de nossos direitos com estes sindicatos, mas que Não movimentinhos isolados que não sensibiliza os deputados e muito menos o presidente. Porque ele está com a cabaena na eleição em 2010 e não com os trabalhaeores. Caso contrário, prá que mais reunião com sindicato, se eles não decidem nada? Quem decide agora são os deputados lá na Câmara. Melhor seria uma reunião com o Dep. Michel Temer que prometeu colocar os projetos, desde qdo tomou posse na presidencia da câmara e até agora nada, ou então com o deputado Pepe Vargas que vem cosinhando o galo desde o ano passado, com pl. prá das seu pararecer. Nossa vida passa num relâmpago e corremos o pregido de não ver nossas dígnas aposentadorias saírem do papel.

  11. valdir Says:

    TUDO É DEMORADO PARA O POBRE CIDADÃO, QUANDO É PARA CONVOCAR ACARREAÇÕES ( DIGA-SE LINA) É MUITO RÁPIDO. PORQUE ESTÃO POSTERGANDO O FIM DO FATOE E O REAJUSTE….É PARA QUE MAIS APOSENTADOS MORRAM, AI FICA MENOS PARA PAGAR……É DÍFÍCIL COMPREENDER ESTES DIGA-SE NOSSOS REPRESENTANTES………O PRÓPRIO LULA, JÁ DEVERIA TER EDITADO UMA MEDIDA PROVISÓRIA PARA SANAR ESTE PROBLEMA, DEPOS SE VOTA…………. MAS NÃO É IMPORTANTE PARA O GOVERNO….O QUE NOS RESTA É DAR UMA RESPOSTA NAS PRÓXIMAS ELEIÇÕES……..OS APOSENTADOS SÃO MUITOS……..DÁ PARA GANHAS DAS CESTAS BÁSICAS………….
    ESPERAÇA, PALAVRA SOLTEIRA……………….

  12. Breno Says:

    Eduardo Azeredo, Aécio Neves, Walfrido mares guias, Zezé perrela , dentre outros sempre votaram a favor do FHC e contra os diretos dos trabalhadores, estudantes e aposentados. Alguns desses são acusados de envolvimento com mensalão e cx 2.
    Aécio neves e zezé perrela acusado de ditador e controlador da imprensa mineira. Kajuru quem o diga.
    Guarde bem esses nomes p/ próxima eleição

  13. Luiz Felipe P. Jacques Says:

    Sou mais um Aposentado do INSS, sou cardiaco, tenho 03 ponte safenas (ano 2000) e mais implante da veia horta na altura dos rins (ano 2003), me aposentei proporcional por que faltavam 7 meses para cumprir com o prazo estipulado pelo Governo. Eu aportava (na ativa) por dez (10) salarios e hoje estou recevendo R$ 2.200,00 veja o Exmo. Sr. Senador o que significa isso para uma pessoa doente que nesta altura da vida necessita aum mais de dinheiro, para remedios, médicos e etc. Ao aguardo de uma resposta favorável, fico a disposicao do Sr. Senador para o que possa ser-lhe de utilidade.

    Atenciosamente,
    Luiz Felipe Pibernat Jacques

  14. Delvair Ferraz Souto Says:

    Sou contribuinte desde de 13/08/1976, e na luta pela minha aponsetadoria deverei sofre os seguintes prejuízos causados pelos: fator previdenciário, tempo de pedágio 40% (3,1 anos), parcela previ (atualmente R$ 1.750,00), idade mínima exigida de 53 anos etc. O interessante é que na época que comecei a contribuir nada disso existia e nem ventilavam possibilidades tão ruins. Quer dizer me venderam e continuam me obrigando a contribuir para um plano de aponsentadoria muito diferente e de valor bem superior ao que irão me aponsentar. Onde ficam os meus direitos? até agora todas as leis alusivas a materia simplesmente só vão me prejudicar no final da vida. No direito penal ladrões, corruptos, assassinos, traficantes e outros meliantes a cada dia são beneficiados por leis super avançadas e modernas. Tudo isso por conta dos chamados direitos humanos e outras defesas sociologicas sob o ponto de vista de autoridaes intelectuais. No direito previdenciário o réu é exatamente o contribuinte. A ele imputa-se todos os rigores da lei. Aumento do tempo de contribuição, redutores de aponsentadoria, aumento da idade para se aposentar e outras mazelas legalizadas. Vale lembrar que os legisladores são os mesmos que atuam em ambos os casos. São ótimos e inteligentissimos na criação de leis favoráveis a bandidos perigosos e grande póliticos corruptos. Em contapartida, são duros, maus e infalíveis quando se descutem os beneficios sociais de interesse dos trabalhadores e contribuintes da previdência oficial. Eu e mais alguns milhões de trabalhadores fomos e contuamos sendo enganados pelas autoridades deste país, principlamente, na hora de aponsentar. Pagamos para ter o direito digno e justo, mas estão nos negando vegonhosamente por conta de descuplas esfarrapadas! Portano, meus amigos, não estamos pedindo nenhum favor ao governo, estamos pagando o custo financeiro arbitrado do nosso direito de aposentar. Se pagamos o valor de um bem ou direito sobre alguma coisa ou beneficio pré-estabelecido legamente, a não entrega do produto vendido ou prometido é um roubo. Não podemos deixar barato nem se abster da luta pelos nossos beneficios sociais.

  15. fernando de castro Says:

    O Governo deveria ter vergonha e retirar os benefícios da loas da previdência social e crias outro ministério para cuidar do bpc . Aí sim saberíamos que a Previdência é superavitária.

  16. jerse james gomes da costa Says:

    O GOVERNO SANGRA A PREVIDENCIA EM 20% PARA FINS OBSCUROS DAI NAO TER CX PARA PAGAR O QUE NOS DEVE A COBAP TEM QUE ENTRAR C UMA AÇAO NA JUSTIÇA SOMOS MILHARES PORQUE O RECEIO? NOSSO CASO E DE AÇAO JUDICIAL


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: