Mente e Emoção

*por Rabino Laibl Wolf, Austrália

“Um dos fascinantes conceitos a emergirem na psicologia ocidental é a noção do subconsciente. Nosso eu consciente, aprendemos, é um análogo projetado do eu mais profundo sob a superfície.

A natureza deste subconsciente mais profundo é pouco compreendido, mesmo atualmente. Freud notou que nossos desejos íntimos derivam das profundezas interiores e se manifestam como uma ânsia da libido. Outros questionaram Freud e alegaram diferentes desejos subconscientes dominantes, como a busca pelo poder e controle, ou a procura da auto-realização, ou ainda um senso de unidade com o Cosmos, ou uma manifestação do inconsciente coletivo. Apesar disso, imprecisão e especulação são características da maioria dos sistemas ocidentais em busca da chave para o entendimento de nosso eu mais profundo.

Os ensinamentos chassídicos Chabad baseados na Cabalá, embora antigos na sua fonte, são muito mais sofisticados nesse respeito que os ensinamentos ocidentais. Dentre estes está a delineação do subconsciente em dois caminhos da alma conhecidos como Seichel (Mente) e Midot (Emoção). Porém a tradução comum de “mente” e “emoção” não transmite seu significado essencial neste sistema. Na verdade, o significado é que Seichel e Midot são os antecedentes subconscientes da expressão aberta de mente e emoção, e são latentes dentro da neshamá (alma).

A expressão consciente de Seichel/Mente é pensamento, ao passo que a expressão consciente de Midot/emoção é fala. Esta é uma expressão interessante, isto é, que nossa “mente” subconsciente encontra sua expressão na maneira que pensamos, e as “emoções” subconscientes vêm à baila na maneira que falamos.

Além disso, extraímos do subconsciente aqueles pensamentos que expressam nossa personalidade individual. Da mesma forma, a maneira de falarmos é também uma assinatura de nosso caráter interior. Por exemplo, algumas pessoas interpretam o desafio como uma ameaça pessoal e outras se esforçam e crescem através de uma adversidade idêntica. Algumas pessoas dizem bobagens habitualmente, e outras falam de maneira apropriada e distinta.

Desenvolver congruência entre Seichel e pensamento, e entre Midot e fala é uma imensa habilidade. Aqueles que são sérios a respeito de seu desenvolvimento pessoal e no desempenho em relacionamentos, aspirarão treinar e praticar em duas tarefas:

a) Mudar a falha subconsciente de sua “mente” e “emoções”, e,

b) Permitir que seus pensamentos e emoções se tornem suas verdadeiras expressões.

O sábio mestre e líder, Moshê, é um exemplo por excelência de tal congruência, e o quinto livro da Torá, Devarim, é um testemunho de seu domínio da mente e emoções. A congruência de pensamentos e palavras é aparente à medida que Moshê apela emocionalmente em defesa do povo judeu.

Levando à prática:

Domínio: Olhe para si mesmo de dentro para fora. Que tipo de pessoa você é? Você é bondoso, gentil, seguro e procura se tornar útil?
Se tem alguns desses atributos, faça a si mesmo a pergunta seguinte:

Com que amplitude e freqüência eu expresso esta natureza?
Escolha algum aspecto de seu ser interior e trabalhe nele, até que um nível de progresso seja atingido. Escolha então um aspecto de sua expressão tangível, e expresse-o repetidamente por um mínimo de duas semanas.

Meditação: Tente recordar as conversas que teve nos últimos dias. Existe algum padrão de pensamento e seqüência de palavras que parecem se repetir? Se este for o caso, você está satisfeito com este padrão? Caso contrário, ensaie roteiros de mente alternativos. Quando você está satisfeito com a experiência do pensamento, obrigue-se a introduzi-los em suas próximas conversas.

Rabi Wolf, renomado místico, escritor e palestrante, mora na Austrália e faz palestras sobre Cabalá e misticismo judaico em todo o mundo. Suas meditações diárias e ensaios semanais podem ser visualizados em seu website: http://www.laiblwolf.com

fonte: beit chabad

Tenha um sábado de muita paz !

Fernando Rizzolo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: