No Paraná, Dilma exalta ‘união’ em conquista de Jogos

CURITIBA – A ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff, disse na manhã de hoje, em Londrina, que, quando os brasileiros se unem para defender uma mesma causa, se tornam vencedores. Segundo ela, assim foi na escolha do Rio de Janeiro para sediar as Olimpíadas de 2016.

Dilma foi à cidade paranaense para o evento de liberação de recursos para a construção de 2.156 casas do programa Minha Casa, Minha Vida. “Estamos aqui defendendo mais uma vez a mesma causa, que é a causa da emancipação do nosso povo, do povo brasileiro, dos milhões de brasileiros, brasileiras e brasileirinhas que precisam de um futuro que seja compatível com o tamanho deste país”, discursou.

Em tom de campanha, ela criticou os opositores. “Nós não podemos mais sempre ver aqueles que puxam para baixo, aqueles que não querem que este País seja a grande potência que ele necessariamente está sendo e será”, disse.
agencia estado

Rizzolo: A afirmativa de Dilma é verdadeira. Um povo quando se une em torno de uma mesma causa faz a diferença, a própria história já nos deu prova disso. É bem verdade que união esportiva é uma coisa, já união em torno de ideais de uma nação difere um pouco, muito embora uma pode emprestar força à outra. O mais importante é que com as Olimpíadas em 2016 no Rio, a auto estima do brasileiro subiu e isso se reflete em tudo, principalmente no patriotismo.

Uma resposta to “No Paraná, Dilma exalta ‘união’ em conquista de Jogos”

  1. Eliseu Says:

    Creio que na vida da maioria dos brasileiros olimpíada não mudará em nada, exceto de que ele ficará mais irado ainda quando vai a um hospital público a fim de marcar uma consulta com um dermatologista para uma criança (eu x hoje mesmo) e recebe a notícia de que a consulta somente será possível “talvez” daqui a uns 5, 6 ou 7 meses. somente para eu não ser tão radical aqui, digo que com certeza ´algumas´ pessoas desejariam o pior para essa tal de olimpíada. 60 bilhões de reais ajudaria bem no problema da saúde pública e nem precisariam sair dos cofres públicos, bastaria aprovar a tal de CPMF e agregar esse 60 bilhões as reservas do tesouro.
    Muito mais união seria cada brasileiro doar uma pequena partícula de seus rendimentos voluntariamente, para aliviar a dor de uma minoria ridícula em relação ao total, isso sim seria uma “união” louvável e não uma corrida de conquista de “status” apenas.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: