Lula está confiante na entrada da Venezuela no Mercosul

BRASÍLIA – O presidente Luiz Inácio Lula da Silva está confiante de que o Senado aprovará a entrada da Venezuela no Mercosul, afirmou nesta quarta-feira, 28, o porta-voz da Presidência da República, Marcelo Baumbach. A proposta, já aprovada pela Câmara, está prevista na agenda de votação da Comissão de Relações Exteriores do Senado desta quinta-feira, 29. Se aprovada, irá para o plenário.

Enquanto a comissão aprecia o assunto, Lula estará reunido com o presidente venezuelano, Hugo Chávez, em Caracas. Será o sétimo encontro dos dois presidentes dentro da agenda de reuniões trimestrais que os chefes dos países vêm mantendo.

“O tema do ingresso da Venezuela no Mercosul será discutido entre os presidentes. O presidente está confiante de que o protocolo de adesão será aprovado na Comissão de Relações Exteriores e Defesa, e, muito em breve, também no plenário o assunto será discutido. Além disso, serão discutidas (na reunião de Lula e Chávez) as negociações técnicas de liberalização comercial do Programa de Liberalização Comercial, que estão em andamento e que estão progredindo”, disse Baumbach.

Lula partirá de São Paulo para Caracas nesta quinta-feira às 13h, com chegada prevista para as 16h30. À noite, o presidente participará da cerimônia de inauguração do Consulado-Geral do Brasil e do escritório da Caixa Econômica Federal em Caraca. Logo após, jantará com o presidente venezuelano.

Na sexta-feira (30), além de se reunir novamente com Chávez, em El Tigre, cidade localizada no Vale do Orinoco, Lula visitará uma plantação de soja, a primeira da Venezuela. A cultura de soja foi desenvolvida com a tecnologia da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa). Após a cerimônia, haverá assinatura de atos e declaração para a imprensa.

A agenda de encontros trimestrais vem sendo mantido pelo Brasil e pela Venezuela com o objetivo de firmar parceria entre os dois países. O comércio bilateral tem crescido e em 2008 ultrapassou a cifra de US$ 5 bilhões.

De acordo com o governo, a colheita de soja em território venezuelano é um exemplo da contribuição do Brasil para a redução da atual dependência da Venezuela de alimentos importados.

Outro tema na agenda do encontro entre Lula e Chávez é o acordo entre Petrobras e empresa venezuelana PDVSA para construir a Refinaria Abreu e Lima. Serão assinados o estatuto e o acordo de acionistas, que apenas haviam sido rubricados em Recife, o contrato de compra e venda e o plano de investimento da refinaria.
agencia estado

Rizzolo: Não há como negar a entrada da Venezuela no Mercosul. Na última década as relações comerciais entre o Brasil e a Venezuela aumentaram substanciosamente. A grande questão é abstermos de misturar questões ideológicas com comerciais, os governos passam e os países ficam. O Brasil não pode sob pena de alguns entenderem a Venezuela apenas do ponto de vista político, desprezarmos o potencial do mercado venezuelano. Sou completamente favorável a inclusão da Venezuela no Mercosul, não tem cabimento deixá-la de fora por caprichos de alguns.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: