Lula critica elite ‘pedante e arrogante’ em discurso para catadores de papel

SÃO PAULO – O presidente Luiz Inácio Lula da Silva criticou nesta quinta-feira a elite e a imprensa brasileiras. Sem dizer a dizer a palavra elite, Lula criticou setores da sociedade que é “pedante e arrogante”. Falando para um grupo de catadores de material reciclável, na Expocatador, a primeira exposição internacional de materiais recicláveis, em São Paulo, Lula disse que membros da elite passam de carro pelas ruas e jogam lixo nos carrinhos dos catadores de material reciclável.

Vocês estão fazendo mais do que catar material. Vocês estão ensinando a essa gente pedante, a essa gente arrogante, que o ser humano não pode ser discriminado pela sua profissão ou pelo trabalho que faz – disse Lula, falando para aproximadamente 1.500 catadores de material de Brasil, de outros países da América Latina e até da Índia.

Antes da exposição de material reciclável, Lula passou no XVII Salão Internacional do Transporte (Fenatran), no Parque do Anhembi, que reúne fabricantes de material para transporte e fabricantes de caminhão, como Scania e Mercedes-Benz.

– Eu sinto orgulho. É que eles (fabricantes de caminhões) estão bem. Saio do lado mais rico que está bem graças à política acertada do governo e venho aqui para a parte mais pobre – comentou Lula.

Depois, dirigindo-se aos jornalistas que trabalhavam no evento, Lula criticou a imprensa. O presidente disse que não existe mais o chamado formador de opinião, pois “hoje o povo tem sua própria opinião”.

– Esquece a pauta de seus editores e escuta essas pessoas que estão aqui. Vocês vão compreender porque a figura do chamado formador de opinião pública que antes decidia as coisas neste país, já não decide mais. É porque esse povo já não quer mais intermediários. Esse povo tem pensamento próprio. Anda pelas suas pernas, trabalha pelos seus braços, enxerga pelos seus olhos e fala pela sua boca – disse Lula, que estava acompanhado por vários ministros, como Carlos Lupi (Trabalho), Márcio Fortes (Cidades), Paulo Vanucchi (Direitos Humanos), Gilberto Carvalho (chefia de gabinete) e Luciano Coutinho (BNDES). O prefeito Gilberto Kassab (DEM) também estava no evento, assim como o ex-prefeito Paulo Maluf (PP).

Na semana passada, Lula já havia criticado a atuação dos meios de comunicação. Em entrevista à “Folha de S.Paulo”, ele afirmou que o papel da imprensa não é o de fiscalizar , e sim de informar.
extra

Rizzolo: Não resta a menor dúvida que o antigo ” formador de opinião”, já não existe com tanta influência, prova disso, é que Lula conseguiu se eleger sem o apoio da grande mídia. Talvez por falar a língua do povo, do pobre, do trabalhador, não precisou de intermediários. Entendo que com esta visão do mais pobre em relação à elite, a própria classe mais favorecida passou a entender melhor as mazelas sociais. Hoje o que assistimos são pessoas que outrora rechaçavam discursos sociais, e atualmente cerram fileira na defesa dos pobres deste país.

Uma resposta to “Lula critica elite ‘pedante e arrogante’ em discurso para catadores de papel”

  1. Eliseu Says:

    Eu conheci um homem formado em medicina que carregava uma carrocinha de ferro velho, e falava até inglês. Quando eu perguntei para ele porque ele carregava carrocinha de ferro velho, ele me respondeu que era porque ninguém mandava nele, nem mesmo a mulher que ele arrumou sendo catador de ferro velho, também catadora de ferro velho.
    Com a institucioalização dessa “profissão” ADEUS A LIBERDADE.
    O pobre médico catador de ferro velho da velha Moóca ja morreu, e não sofrerá essa decepção.
    Isso será mais ou menos igual as grandes favelas: Moram de graça, taxa mínima de energia, taxa míima de agua, bolsa família, leve leite, merenda escolar período integral (as crianças odeeeeeiam esse termo “integral”), daí, os que comprovam uma renda mínima vão para os apertamentos com CONTAS de energia, CONTA de condomínio, IPTU, IPVA, DPVAT, respeito ao morador de baixo, garagem para o carro, muito rap, muito axé, muito tudo. E os que não podem comprovar essa renda mínima ou estão com o nome sujo, são despejados para outra favela. Isso é ajuda para pobre ? Claro que não.
    A Classe catadora de resíduos recicláveis são uma classe problemática. Espero estar errado, mas todos que conheci
    eram portadores de algum problema. Os menos problemáticos são alcoólatras, variando desde homicidas procurados pela justiça até discretos transportadores de droga. Onde há fumaça, houve fogo.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: