Uniban expulsa aluna que provocou reação de colegas ao usar vestido curto

Geysi usava trajes inadequados e apesar de alertada, não alterou seu comportamento, diz anúncio
Por meio de anúncio publicitário em jornais de São Paulo, a Uniban anunciou que a aluna do curso de turismo Geysi Villa Nova Arruda foi desligada da instituição. Segundo o informa, a aluna frequentou a escola “em trajes inadequados, indicando uma postura incompatível com o ambiente da universidade e, apesar de alertada, não modificou seu comportamento”. As informações são do site G1.

Geysi afirmou que nem ela e nem seus advogados haviam sido notificados da decisão. No final de outubro, a diretoria da universidade informou que havia aberto uma sindicância para investigar o tumulto na unidade paulista da instituição.

A Polícia Militar precisou ser acionada após a garota ser insultada por colegas. Segundo informações da polícia, o tumulto foi causado por uma aluna vestida com roupas inapropriadas.

zero hora

Rizzolo: Como se bastasse a violência que a aluna foi vítima, agora a instituição a expulsa legitimando a medida nos termos das agressões. Isso é um absurdo, um acinte à privacidade feminina, que deve ser rechaçada por todos na sociedade. Entender a postura dos críticos ao vestido de Gleyse, é chancelar o direito de censura aos mais diferentes tipos de vestimentas e comportamentos, como certos biquínis na praia, forma das mulheres cruzarem as pernas, decotes, e por ai afora. Como advogado, já me ofereci para custear sua defesa, é só a vítima entrar em contato comigo. Fico indignado com esse tipo de postura medieval, a inviolabilidade ao direito da mulher em se vestir, se expressar, e exercer sua feminilidade é sagrado, e deve ser respeitados por todos. Ou vivemos num país fundamentalista religioso?

2 Respostas to “Uniban expulsa aluna que provocou reação de colegas ao usar vestido curto”

  1. Victória Says:

    Não sei bem. Mas quem sabe a moça não usava roupas inadequadas propositalmente visando ter seus 15 minutos de fama e ganhar os jornais?….Existem roupas e roupas para se frequentar uma faculdade. Agora a roupa inadequada poderá ou não causar tumulto dependendo da maneira como a usuária a porta… Não sou a favor de qualquer tipo de violência. Isto deve ser repudiado. Mas a chamada “privacidade feminina” deve ser exercida na intimidade e não em locais públicos.

  2. Agostinho J. Rosa Says:

    Lamentável a atitude da Universidade. A vítima foi transformada em ré! E os estudantes que se manifestaram de fome préconceituosa contra a estudante? Nada? A Unibam censurou, de forma medieval, a estudante por usar roupas supostamente inadequadas. Eu pergunto: onde está o código de conduta da Uniban com relação ao vestuário dos estudantes? Atitude ridícula e arcaica da Unversidade. A sociedade tem mesmo que cobrar uma posição ética da Uniban e exigir a volta da estudante à Universidade.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: