Milionários preferem dar dinheiro para caridade do que deixar para os filhos

Pesquisa mostra que 62% dos pesquisados com ativos de mais de US$ 800 mil planejam deixar seu dinheiro para organizações beneficentes para incentivar os filhos a trabalhar.

O interesse crescente em filantropia entre os mais ricos do Reino Unido e dos Estados Unidos indica que a próxima geração de multi-milionários talvez não faça justiça ao título. Segundo uma pesquisa divulgada agora, muitos milionários – e até bilionários – pretendem deixar menos dinheiro como herança para seus filhos.

Pesquisa da Richard Harris, fundadores do serviço de testamento online, descobriu que 62% das pessoas com ativos estimados em mais de US$ 800 mil planejam gastar seu dinheiro com obras de caridade ou simplesmente doá-lo para as organizações.

Com isso, os milionários estariam seguindo os passos de ricos “do bem” como Bill Gates e Duncan Bannatyne, que decidiram doar a maior parte de suas fortunas para causas nobres a fim de iincentivar os filhos a iniciar uma carreira e pagar suas próprias contas.

Segundo o próprio Richard Harris, “filantropos ricos, principalmente empreendedores multi-milionários, são firmes em dizer que querem que seus filhos tenham um incentivo para trabalhar duro como eles fizeram em suas vidas. E uma forma de fazer isso é limitando suas heranças”.

“Os pais não querem tirar a ambição dos filhos”, diz. “Em vez de deixar suas fortunas para trás, eles estão repassando a maior parte do dinheiro para causas sociais que eles já defendem e nas quais acreditam. Eles estão colocando mais ênfase em deixar um legado que beneficie a sociedade.”

“Há uns dez anos, 75% da lista dos mais ricos do jornal Sunday Times eram compostos por gente que havia herdado dinheiro de família. Hoje, essa proporção é inversa”.

Tanto é verdade que a lista dos filantropos inclui nomes de prestígio do mundo dos negócios.

– Duncan Bannatyne – Empreendedor que faz parte do programa de TV inglês “Dragon’s Den”, em que milionários dizem se vão ou não investir no negócio de novos empreendedores. Pai de seis filhos. Ele criou um fundo para beneficiar suas crianças, mas já avisou aos filhos que eles terão de demonstrar fibra moral suficiente antes de receber sua parte do quinhão.

– Peter Jones – Empreendedor que também faz parte do programa “Dragon’s Den” já disse aos cinco filhos que eles terão de trabalhar, mas prometeu que um fundo vai dobrar sua renda a cada ano e se eles decidirem trabalhar com organizações de caridade (terceiro setor) ou assumirem um trabalho socialmente responsável, o fundo pagará três vezes seu salário anual.

– Bill Gates – O fundador da Microsoft planeja doar a maior parte de sua fortuna antes de morrer, mas quer deixar US$ 10 milhões para cada um dos três filhos. O resto vai direto para obras de caridade nas quais está envolvido com a Fundação Bill e Melissa Gates. Ele é especialmente atraído para projetos de educação em países menos desenvolvidos.

– Warren Buffet – O mega-investidor americano, segundo homem mais rico do mundo atrás somente do amigo Bill Gates, tem uma fortuna estimada em US$ 62 bilhões. Ele já declarou que vai deixar aos filhos “o suficiente para que eles possam fazer qualquer coisa, mas não tanto que não queiram fazer nada na vida”.

– Barron Hilton – O avô da patricinha Paris Hilton prometeu doar 97% da sua fortuna de US$ 2,3 bilhões para entidades beneficentes.

Época

Rizzolo: Com efeito, no mundo a tendência dos afortunados é cada vez mais se vincularem às causas que envolvam a caridade e a filantropia. No Brasil essa parcela ainda é pequena, contudo cresce a cada ano a conscientização de que doar para a caridade ou tzadaká (hebraico) é a melhor forma de se empregar o dinheiro aqui no mundo terreno, e ao mesmo tempo, de limitar aos herdeiros os volumes de recursos que muitas vezes são gastos de forma pródiga. Instituições sérias, íntegras e com visão empresarial como a Casa Hope,fazem parte do elenco de opção hoje disponíveis no Brasil; e o reconhecimento que a caridade faz bem, e está na pauta mundial dos negócios, foi a presença das 1500 pessoas na festa da inauguração da sua sede própria no dia 12 de maio. São os milionários do Brasil seguindo a nova tendência da filantropia mundial.

Governador de São Paulo sanciona lei antifumo

São Paulo – O governador de São Paulo, José Serra, sancionou hoje (7) a lei antifumo, que proíbe as pessoas de fumar em locais fechados, como escolas, museus., restaurantes, bares e empresas. De acordo com ele, cerca de 500 fiscais da Vigilância Sanitária e do Procon vão fiscalizar o cumprimento da lei a partir de agosto, quando ela entrará em vigor.

A nova lei prevê multa de R$ 792 para quem descumpri-la. “Se o dono [do estabelecimento] for muito teimoso e reincidir, ela pode chegar até R$ 3 milhões.”

Segundo Serra, os donos dos estabelecimentos poderão chamar a polícia para obrigar as pessoas a obedecer a lei.

Agência Brasil

Rizzolo: Do ponto de vista profilático a Lei é excelente, contudo sua implementação pode gerar muitas dúvidas e questões de ordem social. Não é possível nos dias de hoje, alguém se tornar um fumante passivo num local público e fechado. Ademais, como se trata se saúde pública, a Lei vem ao encontro às medidas de prevenção das doenças causadas pelo fumo. Apoio a idéia, vamos ver na prática como funciona.

Chinês morre de felicidade ao saber que despesas médicas estavam pagas

Sabe aqueles casos em que ficamos tão felizes, mas tão felizes, que soltamos um “quase morri de felicidade”? Pois é, um indigente chinês infelizmente passou do quase e morreu, literalmente, de êxtase ao saber que a comunidade local pagaria por suas despesas médicas, segundo o diário “Chongqing Evening News”.

O indigente, um idoso de sobrenome Zhu, vivia em Beipei, no município de Chongqing (sudoeste da China).

Ele morreu devido a uma crise de pressão arterial alta, depois de saber que receberia da comunidade o dinheiro que tinha gastado para o tratamento de várias doenças, já que na China o sistema de saúde não é gratuito.

O jornal local tratou o caso do indigente como um exemplo da falta de assistência médica universal e gratuita no gigante asiático. “Zhu nunca teria se excitado a ponto de morrer se tivesse protegido por um sistema de assistência social imparcial e sólido”, disse o diário.

“Esta triste história revela como muitos pobres têm de esperar por muito tempo para receber assistência médica”, conclui o jornal.

*Com informações da EFE

Rizzolo: Na realidade ele morreu pela emoção. Provavelmente a emoção, em saber da solidariedade, fez com que sua pressão arterial disparasse e ele veio a falecer. O problema da saúde pública é grave em todo mundo, porem o modelo europeu é o mais aconselhável e humano. Não podemos conceber um modelo de saúde pago num País pobre como o Brasil. Infelizmente aqui morre-se de tristeza, de abandono, por omissão do Estado.

No caso do cancêr, aqueles que podem pagar por um tratamento VIP, como a ministra Dilma Roussef, que vai tomar a medicação MabThera, que custa R$ 8.000,00 o frasco, tem maior probabilidade de cura, já os demais do SUS, ou as crianças da Casa Hope, tem menos chance de cura, porque o Estado não paga tal remédio, motivo: é caro. É isso ai.

Egito manda sacrificar todos os porcos do país por causa da gripe suína

O governo do Egito ordenou nesta quarta-feira (20) que centenas de milhares de porcos sejam sacrificados como medida de precaução por causa da gripe suína.

O movimento não deve prevenir a expansão do vírus H1N1, que já matou ao menos 7 pessoas no México e 1 nos EUA , uma vez que a doença é transmitida por humanos e não há registro de contágio nos suínos egípcios.

Mas o sacrifício de porcos, considerados impuros no conservador Egito, pode servir para tranquilizar a população.Os porcos são criados no país apenas pelas minorias cristãs.

Especialistas acreditam que uma pandemia de gripe poderia se espalhar rapidamente pelo Egito e ter efeito devastador no mais populoso país árabe, que tem a maioria de seus 80 milhões de habitantes concentrados no Vale do Nilo.
folha on line

Rizzolo: O extermínio de todos os porcos no Egito serve apenas para tranquilizar a população vez que a transmissão do vírus se dá de humano para humano. De qualquer forma, melhor seria nunca tê-los tido por perto e não ingeri-los; talvez então, não estaríamos diante de tal tragédia. Existe um antigo livro que preconiza o não consumo de carne de porco: a Bíblia, é só ler, acreditar, e agir enquanto é tempo. Não gosto de dar uma conotação religiosa a uma epidemia, mas sempre é tempo para refletirmos as nossas opções de vida e de alimentação.

Publicado em últimas notícias, comportamento, cotidiano, cultura, Deus e você, Direito Internacional, Direitos Humanos, economia, geral, Gripe mexicana, gripe suína no Brasil, medicina, mundo, News, notícias, O agronegócio, Política, política internacional, Principal, RELIGIAO, Saúde, Sua Sáude. Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , . 2 Comments »

A Gripe Suína e a Humanidade

A fragilidade humana diante da natureza passa a ser assustadora quando nos deparamos com as novas doenças que surgem, principalmente aquelas relacionadas à infectologia. Na história da humanidade muitas foram as pestes que assolaram populações inteiras, e a problemática das epidemias sempre foi alvo de estudo da ciência e da medicina.

Os conceitos de transmissão das doenças contagiosas avançaram muito, e hoje podemos de forma clara constatar, a origem das doenças transmissíveis. Contudo vale salientar, que se avanços houveram em relação à pesquisa no campo da infectologia, no tocante as causas que propiciam o desenvolver das novas doenças, permanecem estas inalteradas, e de certa forma até potencializadas face ao abandono e ao abrandamento dos princípios básicos de fatores preponderantes e desencadeadores das propagações.

O aumento populacional, o estilo de vida, a ingestão maciça de carne animal, bem como a produção de grãos visando a criação cada vez maior de aves, suínos e bovinos – confinados estes, em grandes núcleos populacionais – nos remete a uma reflexão sobre esse meio de cultura perigoso, onde animais e seres humanos passam a ser atores biológicos, no desenvolvimento de novos tipos de vírus e bactérias.

Já no Antigo Testamento (Torah), as doenças contagiosas eram narradas com a descrição e a forma de prevenção, as quais surgiam dentro de um modelo religioso onde a caracterização das mesmas, continham conotações de estilo de vida, que esbarravam nos conceitos de alimentação e de obediência à Deus. Na verdade, a imposição das normas, vinham de encontro aos principais conceitos até hoje observados, no campo da infectologia e da saúde pública.

A gripe suína nos leva a uma profunda reflexão sobre a nossa relação com os animais, com a natureza, com o ecossistema, e acima de tudo sobre o fato de cada vez mais tornarmos o nosso hábito alimentar, num ato de paz em sintonia com natureza, e a crição divina, libertando assim os animais da triste missão covarde de fazê-los nos alimentar. Vamos libertar os animais, e quem sabe assim possamos nos libertar das pestes que nos aprisionam, e da triste violência sem limite contra os seres vivos da Terra.

Fernando Rizzolo

Ajude o Rizzolo a divulgar este texto. Envie aos seus amigos !

Publicado em Artigos de Fernando Rizzolo, últimas notícias, Brasil, comportamento, cotidiano, cultura, Deus e você, direito dos animais, Direito Internacional, Direitos Humanos, economia, emergentes, espiritualidade, espiritualidade na crise, evangélicos, fome nos EUA, geral, Gripe mexicana, gripe suína no Brasil, igrejas evangélicas, Israel, Judaismo, Literatura, maçonaria, medicina, menina morre em Osasco, menina morreu em 30 de junho em Osasco, mundo, News, notícias, O agronegócio, Política, política internacional, primeira morte em São Paulo, Principal, protestantes, RELIGIAO, Religião e Reflexões Espirituais, Saúde, São Paulo registra 1ª morte causada pelo vírus, Sua Sáude, vegetarianismo, violência contra os animais, Violência e Impunidade. Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , . 8 Comments »

Lula pede que não se faça “terrorismo” com gripe suína

Brasília, 28 abr (EFE).- O presidente Luiz Inácio Lula da Silva pediu hoje que todas as informações sobre a gripe suína sejam tratadas com “cautela” e exigiu que “não se faça terrorismo” com a doença, pois o país “está preparado” para enfrentá-la.

“Temos remédios para atender às pessoas e vamos fazer a fiscalização devida nos aeroportos”, declarou o presidente no Acre, para onde viajou hoje para se reunir com o presidente peruano, Alan García.

Segundo Lula, se trata de “um momento de cautela e prevenção, e não de fazer terrorismo”. Por isso, apelou à “responsabilidade” da imprensa, para que não se gere pânico no país.

Até agora, no Brasil o número de casos suspeitos está em 20 e foram localizados em Amazonas, Bahia, Minas Gerais, Pará, Paraná, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte e Santa Catarina.

Essas 20 pessoas permanecem hospitalizadas e todas chegaram ao país nos últimos dias, procedentes de México ou Estados Unidos, com sintomas da doença.
folha online

Rizzolo: A grande questão é sabermos até que ponto a doença atingiu ou atinge o Brasil, e constatarmos a capacidade de atuação do governo no enfrentamento da doença. Como tudo no Brasil gera em torno de popularidade, e os números ainda são muito incipientes, estamos completamente na escuridão dos dados.

“A pior pandemia do século 20 aconteceu (…) em 1918 e também começou como uma pandemia relativamente branda que não chegou a ser muito notada na maioria dos lugares. Depois, ela se tornou uma pandemia bastante séria, um dos mais sérios episódios de doenças contagiosas já registrados”, como afirmou o Diretor-geral adjunto para segurança sanitária da OMS, Keiji Fukuda.

Bem melhor seria usarmos o termo cautela, em não afirmarmos que ” o Brasil está preparado”; até porque nem sequer sabemos quantos doentes existem; poderá haver pouco impacto ou muita infecção. É a marolinha desta feita agindo no campo da subjetividade, e atuando mais uma vez com força no fator popularidade. É o Brasil podendo incorrer numa triste ” marolinha suína “.

Publicado em últimas notícias, Brasil, comportamento, cotidiano, Direitos Humanos, economia, eleições 2010, geral, gripe suína no Brasil, medicina, melhores especialista médicos e melhores hospitais, melhores hospitais, mundo, News, notícias, O agronegócio, Política, Principal, Saúde. Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , . 1 Comment »

OMS espera análise dos EUA de transmissão da gripe entre humanos

GENEBRA (Reuters) – A Organização Mundial da Saúde (OMS) informou nesta terça-feira que aguarda a confirmação oficial das autoridades norte-americanas de que o novo vírus da gripe suína se espalhou de maneira significativa entre pessoas, um sinal que pode indicar uma pandemia de gripe “iminente”.

A confirmação de que pessoas infectadas com o vírus em dois países estão transmitindo a nova doença a seus familiares ou contatos com frequência se enquadra nos critérios da OMS para declarar alerta de fase 5 em sua escala que vai de 1 a 6.

A agência das Nações Unidas elevou seu nível de alerta de pandemia da fase 3 para a fase 4 na segunda-feira, após o vírus se espalhar para a Europa.

O Centro de Controle e Prevenção de Doenças dos EUA (CDC) disse na segunda-feira que algumas pessoas que tiveram contato com pessoas em quem a gripe foi confirmada também estão apresentando sintomas semelhantes aos da gripe.

“Parece, e acho que ainda estamos aguardando uma confirmação final das autoridades dos EUA, mas parece que há vários casos em Nova York que parecem ser de transmissão de humanos para humanos”, disse em um briefing a jornalistas um porta-voz da OMS, Gregory Hartl.

Tal transmissão secundária do vírus é “provável”, disse ele a repórteres mais tarde, acrescentando: “Se tivermos uma confirmação dos Estados Unidos ou Canadá, poderemos passar para a fase 5.”

O comitê de emergência que recomendou a passagem para a fase 4 na tarde de segunda-feira — “um momento de virada”, segundo Hartl — não estava previsto para reunir-se na terça-feira. Mas seus especialistas podem ser convocados a qualquer momento para tomar decisões desse tipo.

Já houve casos em que pessoas contraíram gripe suína de porcos, mas a doença parou nelas. A gripe aviária ocasionalmente foi transmitida de uma pessoa para apenas mais uma pessoa, e então parou.

Mas a nova gripe H1N1 parece estar se disseminando além dessa cadeia limitada, e é isso o que preocupa a OMS.

DÚVIDA CENTRAL

Mais de 15 epidemiologistas da OMS foram enviados ao México para ajudar as autoridades desse país a combater os surtos do vírus na capital Cidade do México e duas outras áreas.

Até agora, segundo Hartl, 26 casos de gripe suína foram confirmados no México com exames laboratoriais. Sete dessas pessoas morreram.

“O que foi visto com essas pesquisas epidemiológicas é que provavelmente houve três ondas menores de transmissão de humanos para humanos e que agora há um crescimento dos casos suspeitos”, afirmou do México.

A OMS tem confirmação laboratorial oficial de um total de 79 casos do novo vírus da gripe suína em todo o mundo. Os casos confirmados incluem 40 nos Estados Unidos, 26 no México, seis no Canadá e um na Espanha.

O total oficial da OMS não inclui dois casos confirmados pelas autoridades britânicas, de um casal escocês que retornou de sua lua-de-mel em Cancún, no México, disse Hartl, nem casos anunciados pelas autoridades da Nova Zelândia e de Israel.

A OMS, sediada em Genebra, exige a notificação legal formal dos casos.

As autoridades mexicanas dizem que o novo vírus já matou 149 pessoas no México, mas ainda estão investigando.

Uma dúvida central é por que o México é o único país em que foram confirmadas mortes até agora, embora o índice de mortalidade venha sendo relativamente baixo em relação ao número de casos da doença. Em outros países os casos da doença têm sido brandos.

“Não entendemos por que a doença vem sendo mais grave no México”, disse Hartl.

“Será que ocorreu co-infecção? As pessoas podem estar infectadas com outras doenças, o que teria agravado a gripe. Talvez tenham imunossupressão. Talvez só tenham sido medicadas tarde demais, talvez a doença não tenha sido reconhecida.”

As autoridades de saúde também não sabem onde começou o vírus, que possui elementos de gripe aviária e gripe humana.

Até agora, todos os casos suspeitos e confirmados de gripe suína no surto atual envolveram a contaminação por outra pessoa, diferentemente dos casos de gripe aviária em humanos, que em sua maioria envolvem contato com aves infectadas.
folha online

Rizzolo: A situação é preocupante e os dados não confirmam uma melhora. A grande questão é a forma letal do vírus no México. Provavelmente, deve haver alguma relação com a predisposição do organismo, como falta de uma boa alimentação e o clima. É comum relacionar o início de uma epidemia com uma maior virulência, e depois de certo tempo, geralmente o vírus se torna mais brando. O Brasil na verdade, não está preparado para enfrentar esta doença, essa é a verdade que deveria ser dita pelas autoridades.

De qualquer forma o curso da doença evolui e a observação nos centros de diagnósticos continuam. Só uma observação que deveria ser avaliada: há muito se sabe que porcos são animais perigosos do ponto de vista da infectologia, não sou médico mas aprendi que porcos não são animais saudáveis para os humanos ingerir, e isto já está recomendado no Antigo Testamento ( Torá ).

E tudo nesta doença, começou nos porcos. Não gosto de dar conotação religiosa a uma eventual pandemia, mas vale a pena repensar o estilo de vida das pessoas que ingerem carne animal, não respitam o planeta, fazem da alimentação um ato de violência contra os animais, e não ainda não acreditam nas recomendações de um livro muito antigo e conhecido chamado Bíblia. É só ler.

Publicado em últimas notícias, Brasil, cotidiano, Deus e você, economia, espiritualidade, evangélicos, geral, gripe suína no Brasil, igrejas evangélicas, Judaismo, medicina, melhores especialista médicos e melhores hospitais, mundo, News, notícias, Política, Principal, RELIGIAO, Saúde. Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , . Leave a Comment »