Moradores de SP sentem reflexo do terremoto no Chile

SÃO PAULO – O Corpo de Bombeiros e a Defesa Civil de São Paulo receberam chamados durante a madrugada deste sábado para verificar a ocorrência de pequenos tremores em vários bairros da capital paulista, em decorrência do terremoto de mais de 8 graus na escala Richter que atingiu o Chile hoje.

Segundo informações das corporações, moradoras de Tatuapé e Mooca, na zona leste de São Paulo; Bela Vista, na região central da cidade, e da Avenida Paulista procuraram a Defesa Civil e o Corpo de Bombeiros para comunicar tremores. “Algumas pessoas ligaram, mas não houve registro de danos nem de feridos”, afirmou o soldado da PM Vladimir Soares, da sala de estação do Corpo de Bombeiros.

O Corpo de Bombeiros informou ainda que foi chamado para verificar efeitos de um tremor rápido em um prédio localizado na Rua Brigadeiro Tobias, no Centro da cidade. Uma equipe foi deslocada para o local, mas não constatou abalos na estrutura do imóvel.

A Defesa Civil informa que opera em estado de atenção, embora, não haja informações sobre vítimas e danos na capital paulista.

Prédio da embaixada chilena sofre rachaduras

O embaixador brasileiro em Santiago, Mario Vilalva, o disse, em entrevista à Band News, que o prédio da embaixada na capital chilena sofreu rachaduras.

Rizzolo: De acordo com a agência geológica americana (USGS, na sigla em inglês), o terremoto teve seu epicentro a 35km de profundidade, na região de Bio Bio, a cerca de 320km ao sul da capital chilena. Em Santiago, o tremor arrancou varandas de edifícios, derrubou pontes, deixou fábricas em chamas e moradores desabrigados e sem eletricidade e sistema telefônico, vamos aguardar mais informações.

Serra lamenta derrota da esquerda no Chile

PRESIDENTE PRUDENTE, SP – O governador José Serra, possível candidato tucano ao Palácio do Planalto, lamentou hoje a derrota do candidato da esquerda, Eduardo Frei, nas eleições no Chile. “Torci para o Frei, não deu, perdeu, mas foi uma eleição limpa e desejo sorte ao novo presidente”, disse.

Em Taciba, interior de São Paulo, onde entregou 54 ônibus escolares, Serra evitou falar sobre eleição presidencial no Brasil.

Ao discursar para 1,2 mil pessoas, Serra disse que atende a todos os prefeitos sem olhar a cor da “camisa partidária”. “A única camisa que me importa é a do Palmeiras”, brincou, acrescentando que “não vejo ninguém na minha frente com a camisa do Corinthians”.

Serra deixou Taciba e foi pata Palmital para inaugurar as novas instalações de uma escola técnica.
agencia estado

Rizzolo: Piñera é economista e fez mestrado e doutorado na mesma área. Ele trabalhou na Comissão Econômica para a América Latina e Caribe (Cepal), atuou como professor universitário. e já foi senador e presidente do seu partido.Piñera é um dos homens mais ricos do Chile, proprietário de uma rede de televisão, detentor de partes da companhia aérea LAN e com investimentos variados nos setores de minerador, imobiliário e de saúde. Ele prometeu consolidar a “economia social de mercado”, sempre privilegiando os empregos. A derrota do candidato governista representa a volta da direita chilena à Presidência pela via democrática 52 anos depois da vitória de Jorge Alessandri, em 1958, uma pena .

Chávez convida Lula a exportar petróleo a países pobres

chavez_lula.jpg

Em discurso na 17ª Cúpula Ibero-Americana, o presidente venezuelano, Hugo Chávez, propôs nesta sexta-feira (9) que Brasil e Venezuela se unam para vender petróleo até 70% mais barato para países pobres. “Lula, agora que você é magnata petroleiro, que o Brasil tem tanto petróleo, te proponho que nos juntemos nestes mecanismos de cooperação com os países que não têm petróleo, com os países que não têm possibilidade de pagar US$ 100 o barril”, disse Chávez ao o presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

O petróleo tem enfrentado altas nos últimos tempos, chegando a ser comercializado por US$ 100 o barril. “Não podemos vender petróleo aos países mais pobres a US$ 100. E não só aos mais pobres”, acrescentou. Chávez sugeriu ainda que que os dois países criem uma criem uma PetroAmazônia, a exemplo da Petroandina – aliança entre as estatais energéticas da Bolívia, Colômbia, Equador, Peru e Venezuela.

Na quinta-feira, a Petrobras anunciou que novas reservas de petróleo e gás na Bacia de Santos aumentarão em cerca de 50% o potencial do país. Segundo o presidente da estatal, Sérgio Gabrielli, o Brasil passará a ser um dos dez maiores produtores de petróleo do mundo, com um nível equivalente ao de países como Venezuela e Nigéria.

Chávez citou como exemplo de cooperação seu próprio país, que fornece petróleo à Argentina em troca de tratores, maquinário e “vacas prenhas que produzem muito leite”. No caso do Uruguai, a Venezuela recebe softwares e também “vacas que os uruguaios dizem ser melhores que as argentinas”. “Para mim são igualitas”, brincou o presidente venezuelano.

Em outro momento do discurso, comentando o tema central da cúpula deste ano, a coesão social, o presidente venezuelano mencionou as recém-descobertas jazidas brasileiras: “Um caminho pode ser muito coeso de pedras, de asfalto ou desse petróleo que o Lula acaba de conseguir lá no Brasil. Agora o Brasil poderá ingressar na Opep (Organização dos Países Exportadores de Petróleo)”.

Resposta

Sobre as propostas de Chávez, o assessor especial da Presidência da República, Marco Aurélio Garcia, declarou que a Petrobras deve estudar a fundo o que fazer com as novas reservas de petróleo da Bacia de Santos. “Vamos examinar”, declarou Garcia. “São coisas que a empresa (Petrobrás) tem que ter autonomia de operação, é ela que vai decidir.”

Garcia, no entanto, apóia a idéia de pensar no desenvolvimento regional de forma conjunta. “Temos que utilizar esses mecanismos nacionais, nossa riqueza em matéria de energia, a riqueza da Venezuela, a da Bolívia em matéria de gás, e também a de outros países, para encontrar uma solução comum”, afirmou. “Nossa idéia é associar o desenvolvimento do Brasil ao de outros países da região.”

Da redação, com agências
Site do PC do B

Rizzolo: A imprensa golpista insinua de forma jocosa as propostas de Chavez em relação às reservas recém descobertas no Brasil. Na realidade, a Petrobras como empresa Estatal, tem por objetivo, não só o lucro a seus acionistas, mas, sim, cumprir o papel social de bem público. As pessoas, de tão embebidas pelo neoliberalismo, esquecem que, a finalidade do bem público, é promover bem-estar àqueles que compõem a nação. Quando Chavez faz a proposta solidária, a faz com o intuito de unir a América Latina nos termos da ALBA, onde a solidariedade está acima do lucro, um conceito diferente do Mercosul.

Talvez Lula ainda não tem absorvido conceitos solidários de desenvolvimento, e por isso, esta de certo modo reticente. Estive na Venezuela e o que mais ouvi em relação à América Latina foi à palavra solidariedade. Temos que refletir e repensar o papel de uma empresa Estatal na sociedade. A transferência de 70% do capital da Petrobras para mãos privadas e estrangeiras foi processada como um papel qualquer de Bolsa, “um fato para nos orgulharmos”, dizia a publicidade na época. Esses papéis estão custodiados em sua maioria no City Bank, que atua como gestor dos Fundos de Pensão, principalmente americanos. O governo brasileiro mantém o controle legal da empresa por meio das ações ordinárias, o planejamento internacional imposto ao País inseriu mais uma nova figura de ação estratégica, às Agências Reguladoras, que passaram a atuar, não mais em consonância com o Estado brasileiro e sim, com o capital internacional globalizado. Essa é a Petrobras de hoje, o lucro acima de tudo. Uma vergonha, não é?

Publicado em Política. Tags: , , . Leave a Comment »