Mãe de Dilma Rousseff fala sobre a filha

Marina arrecada maior parte dos fundos de campanha com empresas poluidoras

Empresas de segmentos conhecidos por agredir o meio ambiente, como metalurgia, mineração, papel e celulose, fertilizantes e cana-de-açúcar, foram responsáveis pela doação de um montante expressivo da campanha da candidata do Partido Verde (PV) à Presidência da República nas eleições deste ano, Marina Silva: cerca de R$ 3 milhões. O valor corresponde a 12,5% do total arrecadado – R$ 24,1 milhões.

Na área de mineração e metalurgia, o volume arrecadado chega a quase R$ 1 milhão. A Companhia Brasileira de Siderurgia e Mineração doou R$ 300 mil; a Companhia Metalúrgica Prada, R$ 150 mil; e a Urucum Mineradora, R$ 500 mil. No ramo de fertilizantes, as maiores doações foram da Fosfértil (R$ 600 mil) e da Bunge Fertilizantes (R$ 100 mil). No ramo de papel e celulose, a Suzano contribuiu com R$ 532 mil e a Klabin com R$ 250 mil. A Cooperativa de Produtores de Cana de Açúcar e Álcool do Estado de São Paulo (Copersucar) doou R$ 250 mil e a Cosan, uma das maiores produtoras mundiais de cana-de-açúcar, também doou R$ 250 mil.

O principal segmento que doou para a campanha de Marina foi o da construção, que sozinho respondeu por mais de R$ 3 milhões. As contribuições foram da Andrade Gutierrez (R$ 1,1 milhões), Camargo Correa (R$ 1 milhão) e Construcap (R$ 1 milhão). O segmento bancário também foi expressivo na arrecadação, responsável por quase R$ 3 milhões. O maior doador foi o Banco Alvorada (empresa que doou o maior montante da campanha), com R$ 1,7 milhões, seguido pelo Itaú Unibanco, com R$ 1 milhão, Banco Safra, com R$ 200 mil, e Banco Rodobens, com R$ 50 mil.

correio do Brasil
Rizzolo: Marina infelizmente perdeu a oportunidade histórica de demonstração de coerência com seu passado. Com efeito esperava que diante do seu silêncio ensurdecedor, faria com que o Serra e o conservadorismo se valessem das suas contradições fazendo com que o retrocesso se instalasse. Não foi isso que aconteceu, e diante dos financiadores da sua campanha podemos entender melhor a exegese da sua postura política.

Saiba como foi a repercussão internacional da vitória de Dilma Rousseff

Chávez atribui triunfo de Dilma a mobilização do “Brasil profundo”

O presidente venezuelano, Hugo Chávez, definiu nesta segunda-feira a eleição de Dilma Rousseff como uma “grande onda de justiça e igualdade social” que, segundo disse, atravessa a América Latina, e avaliou que o “Brasil profundo” foi determinante no resultado das urnas.
Segundo um comunicado da Presidência da Venezuela, a vitória de Dilma “é fruto de uma extraordinária mobilização das forças populares do Brasil profundo”.

“Com seus sindicatos e movimentos sociais, estudantis, intelectuais e artísticos, o Brasil ratificou sua vontade de seguir no caminho do desenvolvimento e progresso social aberto pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva”, acrescenta a nota.

O comunicado, no qual também são enviadas “efusivas felicitações do Governo e do Povo da Venezuela à Dilma Rousseff”, qualifica a eleição de domingo de “histórica jornada democrática”, por ser a primeira vez que uma mulher chega à Presidência do Brasil.

“A vitória da presidente Dilma é garantia de que o processo de união dos povos de nossa região seguirá se consolidando em espaços como o Mercosul, a Unasul e a Comunidade de Estados Latino-americanos e Caribenhos”, afirma a nota, que acrescenta que “o Brasil seguirá aproximando-se dos povos irmãos do continente”.

A Presidência venezuelana indicou ainda que Dilma “contribuiu para a transformação do Brasil em um país com maiores oportunidades para todos, acesso à saúde, à educação e à moradia digna, parte integrante e motor fundamental da grande onda de justiça e igualdade que atravessa a Nossa América”.

No domingo, pouco após ser divulgada a vitória de Dilma, Chávez enviou um beijo e felicitações à presidente eleita durante seu programa de rádio e televisão “Alô Presidente!”.

Terra
Rizzolo: Por bem a vitória da Dilma irá fazer com que a amizade entre o Brasil e os países da América do Sul irá prevalecer. O grande receio de toda a América Latina seria uma desastrosa vitória de Serra, que com certeza isolaria o Brasil dos demais países no eixo Sul . Com efeito foram as forças do Brasil mais carente, dos estudantes , dos intelectuais que alavancaram a candidatura de Dilma, que significa um grande de avanço do povo brasileiro. Chavez é um amigo do Brasil e deve ser tratado com respeito e solidariedade.

Dilma presidente do Brasil, o Blog da Dilma e os blogueiros

Hoje acordei com a esperança de um menino, por um Brasil melhor. Uma sensação mista de alegria e apreensão, foram meses de luta, momentos em que todos nós editores do Blog da Dilma fomos expostos à incompreensão daqueles que não acreditavam na nossa defesa intransigível dos nossos ideias. Mas nada, absolutamente nada nos deteve da nossa missão, do nosso olhar ao povo brasileiro, dos nossos ideais. Um ideal transpõe o contato físico, vez que muitos de nós nem nos conhecemos pessoalmente, mas isso não era o primordial, sempre fomos movidos pelo objetivo maior: eleger Dilma Presidente.

Foram centenas e centenas de textos, todos escritos por nós, de madrugada, após o trabalho, na solidão das ideias de esperança, na certeza da libertação dos pobres e humilhados que ainda sofrem nesse país; dos garis que varrem as ruas com o olhar perdido para o chão, dos jovens sem esperança da periferia, dos que nada tem e ainda encontram a força para arrancar um sorriso nas comunidades esquecidas, dos filhos do Brasil que esperam enfim por uma vida melhor. É para eles, e apostando em Dilma que nos unimos informalmente sob os auspícios do nosso grande amigo, companheiro, idealizador do Blog da Dilma, Daniel Bezerra. Companheiro fiel, que um dia ainda teremos o prazer de navegar outros mares, seja com turbulência ou calmaria. Gostaria hoje de prestar uma homenagem a todos os editores do Blog da Dilma e a todos os blogueiros, nessa vitória da nossa querida presidente; a todos que de forma gratuita, por ideal, por amor ao Brasil, jamais se curvaram ou se deixaram intimidar frente aos poderosos, e com a mão firme no teclado delineavam de forma argumentativa as razões e os princípios de norteavam as propostas da Dilma.

Não podemos jamais nos dispersar, temos ainda muito que fazer. A oposição não dará trégua a nossa presidente, e em algum lugar estaremos, todos juntos sim, mais uma vez, defendendo o modelo de desenvolvimento, defendendo os mais pobres, defendendo nossa pátria, defendendo o Brasil.

Viva Dilma presidente do Brasil !
Fernando Rizzolo

Joelmir Betting: 5 razões para votar em Dilma