Fernando Rizzolo candidato a Dep.Federal fala de Sonhos e Esperanças.

Fernando Rizzolo 3318 candidato a Deputado Federal por SP. Divulgue este vídeo e ajude o Rizzolo a chegar lá !!

Publicado em últimas notícias, Brasil, cotidiano, economia, geral, News, notícias, Política, Principal. Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , . Leave a Comment »

Doleiros dizem que Igreja Universal enviou R$ 400 milhões ao exterior

Igreja Universal do Reino de Deus é acusada de ter enviado para o exterior cerca de R$ 5 milhões por mês entre 1995 e 2001 em remessas supostamente ilegais feitas por doleiros da casa de câmbio Diskline, o que faria o total chegar a cerca de R$ 400 milhões. A revelação foi feita por Cristina Marini, sócia da Diskline, que depôs ontem ao Ministério Público Estadual e confirmou o que havia dito à Justiça Federal e à Promotoria da cidade de Nova York.

O criminalista Antônio Pitombo, que defende a igreja e seus dirigentes, nega as acusações.

Cristina e seu sócio, Marcelo Birmarcker, aceitaram colaborar com as investigações nos dois países em troca de benefícios em caso de condenação, a chamada delação premiada. Cristina foi ouvida por três promotores paulistas. Ela já havia prestado o mesmo depoimento a 12 promotores de Nova York liderados por Adam Kaufmann, o mesmo que obteve a decretação da prisão do deputado federal Paulo Maluf (PP-SP), nos Estados Unidos – ele alega inocência.

Os doleiros resolveram colaborar depois que a Justiça americana decidiu investigar a atividade deles nos Estados Unidos com base no pedido de cooperação internacional feito em novembro de 2009 por autoridades brasileiras. Em Nova York, eles são investigados por suspeita de fraude e de desvio de recursos da igreja em território americano.

Seus depoimentos foram considerados excelente pelos investigadores. Ela afirmou aos promotores que começou a enviar dinheiro da Igreja Universal para o exterior em 1991. As operações teriam se intensificado entre 1995 e 2001, quando remetia em média R$ 5 milhões por mês, sempre pelo sistema do chamado dólar-cabo – o dono do dinheiro entrega dinheiro vivo em reais, no Brasil, ao doleiro, que faz o depósito em dólares do valor correspondente em uma conta para o cliente no exterior. Cristina disse que recebia pessoalmente o dinheiro.

Subterrâneo. Na maioria das vezes, os valores eram entregues por caminhões e chegavam em malotes. Houve ainda casos, segundo a testemunha, que ela foi apanhar o dinheiro em subterrâneos de templos no Rio.

Cristina afirmou que mantinha contato direto com Alba Maria da Silva Costa, diretora do Banco de Crédito Metropolitano e integrante da cúpula da igreja, e com uma mulher que, segundo Cristina, seria secretária particular do bispo Edir Macedo, fundador e líder da igreja.

De acordo com a testemunha, ela depositou o dinheiro nos EUA e em Portugal. Uma das contas usadas estaria nominada como “Universal Church”. Além dela, os promotores e procuradores ouviram o depoimento de Birmarcker. Ele confirmou a realização de supostas operações irregulares de câmbio para a igreja, mas não soube informar os valores.

Os doleiros Cristina e Birmarcker estão na relação de investigados no Caso Banestado (inquérito federal sobre evasão de divisas). Em 2004, foram alvo da Operação Farol da Colina – maior ofensiva da história da Polícia Federal contra crimes financeiros no País. Cristina e Birmarcker foram presos na ação e hoje respondem a processo na 2.ª Vara Federal Criminal de São Paulo.

No Brasil, Macedo e Alba estão entre os diretores do chamado Grupo Universal processados sob as acusações de formação de quadrilha e lavagem de dinheiro obtido de fiéis por meio de estelionato. Alba representaria no País as empresas Investholding e Cableinvest, ambas sediadas em paraísos fiscais. A acusação sustenta que elas seriam usadas para a lavagem de dinheiro.

Provas. Os promotores brasileiros têm ainda como prova um relatório financeiro feito pelo Ministério Público Federal que relaciona algumas remessas supostamente ilegais feitas pela Diskline para a Cableinvest. A empresa teria movimentado recursos por meio da conta Beacon Hill, no JP Morgan Chase Bank, de Nova York, mantida pelos doleiros.

As provas sobre essas remessas foram encontradas em um CD apreendido na sede da casa de cambio pela PF. Uma tabela descreve remessas que totalizam R$ 7,5 milhões (em valores da época) feitas entre agosto de 1995 e fevereiro de 1996.

Na esfera estadual, as investigações seguem em duas frentes – uma comandada pela Promotoria do Patrimônio Público e Social e outra pelo Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco). A primeira pode levar ao bloqueio e à perda dos bens dos diretores da igreja no Brasil. A segunda investigação pode levar à condenação criminal dos acusados.
agencia estado

Rizzolo: Bem, esta não é a primeira vez que surgem acusações contra a Igreja Universal, que evidentemente devem ser apuradas com o rigor apropriado. Contudo, ao que parece, existe em determinados segmentos da mídia uma verdadeira cruzada contra as atividades da referida Igreja, e aos evangélicos de uma forma geral, o que leva por certo à conclusão de que sempre há um componente político por trás de todas as acusações. A delação premiada é controversa, e na minha opinião pessoal, extremamente perigosa para a devida instrução criminal, portanto delação premiada, componentes políticos religiosos, conflitos de mídia, tudo pode levar à devida suspeição. Enfim apurar é o papel do Ministério Público.

O Verdadeiro Super-Homem

*Por Chana Weisberg

Christopher Reeve e George Reeves.

Dois homens, não relacionados, com sobrenomes quase idênticos.

Os dois morreram jovens, no auge de suas vidas; George com 45 anos e Christopher aos 52.

Ambos foram celebridades americanas que atingiram o estrelato pelas suas conquistas artísticas. Os dois desempenharam o papel do Super-Homem – George, na série original da TV dos anos 50, e Christopher, no estrondoso sucesso do cinema nas décadas de 70 e 80.

Olhando de relance, a vida dos dois parece semelhante. Porém cada qual tinha um sistema de crenças diferente, efetivamente mudando a direção de como eles levaram a vida – e como morreram.

Segundo o relatório do Departamento de Polícia de Los Angeles, nas últimas horas da noite de 16 de junho de 1959, George Reeves morreu baleado na cabeça no quarto de sua casa. Depoimentos de testemunhas e um exame da cena do crime levaram à conclusão de que a morte na verdade foi consequência de isolamento seguido de suicídio.

O relatório da polícia declara: “[Reeves estava]… deprimido porque não conseguiu ter o tipo de papéis que desejava.”

Christopher Reeve, por outro lado, teve sucesso como ator, diretor, produtor e roteirista.

Então a tragédia veio em 1995.

Após um acidente numa competição equestre, na qual foi jogado fora do cavalo, Reeve ficou quadriplégico. Ele precisou de uma cadeira de rodas e aparelhos para respirar pelo resto da vida, até sua morte em 2004, de ataque cardíaco.

Cinco dias após ter sido jogado de cabeça no chão, Reeves recuperou a consciência. O médico explicou que ele tinha destruído a primeira e a segunda vértebras cervicais. Após compreender que não apenas jamais caminharia novamente, mas também não poderia mover qualquer parte do corpo, Reeve considerou o suicídio.

Disse para sua esposa Dana: “Talvez devêssemos deixar que eu vá embora.”

Chorando, ela respondeu: “Vou dizer isto uma única vez: vou apoiar o que você quiser fazer, porque esta é a sua vida, e a decisão é sua. Porém quero que saiba que estarei com você para a longa corrida, não importa o que aconteça. Você ainda é você. E eu te amo.”

Reeve jamais pensou em suicídio novamente.

Em vez disso, ele passou por uma cirurgia e extensa reabilitação, forçando-se até seu limite nas sessões diárias de terapia. Uma vez estabilizado, mas ainda paralisado do pescoço para baixo, Reeve usou seu nome e status de clebridade em prol das pessoas com lesões na espinha e criou a Fundação Christopher Reeve, que tem doado dezenas de milhões de dólares para pesquisa e consegue melhorar a qualidade de vida de pessoas incapacitadas.

Reeve também abrilhantou as Para-Olimpíadas, narrou, dirigiu e produziu filmes, compareceu à Entrega do Oscar, fez uma viagem a Israel e discutiu o progresso da pesquisa em lesões da medula espinhal no Programa Larry King Live, fez discursos em todo o país, escreveu livros que foram campeões de vendas e permaneceram na lista dos best-seller do New York Times durante semanas, recebeu diversos prêmios e ainda estrelou alguns papéis no cinema.

E ele fez tudo isso nos anos que se seguiram ao acidente, apesar de sua extensa incapacidade física.

Cada um de nós é um SuperHomem com status de super-herói. Cada um de nós recebeu um âmago Divino com potencial infinito para atingir o “estrelato”. Porém quanto mais alto chegamos, maior é a queda que podemos ter.

Há épocas na vida em que nos sentimos como verdadeiros astros. As coisas estão surgindo em nosso caminho. Chegamos ao auge do sucesso, ou conquistamos uma importante aspiração da nossa vida. Sentimo-nos contentes e felizes. O sol está brilhando intensamente sobre nós.

Mas então, de repente, a maré vira, e nos encontramos no meio de uma tempestade terrivelmente escura e assustadora. Nossos sonhos são destroçados, nossas expectativas destruídas. O mundo que conhecíamos não é mais o mesmo, e jamais será. Os desafios nos privam de nossa alegria e vigor, e minam toda a vitalidade da nossa existência.

Como reagimos à essa situação difícil? Mergulhamos na depressão, concentrando-nos unicamente na injustiça e crueldade do nosso destino? Praguejamos contra um mundo cruel e sem D’us?

Ou nos erguemos para enfrentar a situação, investindo uma força sobre-humana para lutar contra os obstáculos em nosso caminho? Resolvemos fazer o melhor possível com aquilo que o destino atirou em nosso caminho, celebrando nossa vida de maneira plena, enquanto trazemos júbilo e objetivos àqueles que nos cercam?

Não podemos julgar as escolhas de outros. Não conseguimos imaginar suas circunstâncias ou sua tremenda luta interior. Porém a certa altura, pelo menos em parte, cada um de nós deve enfrentar uma escolha assim em nossa própria vida. E em última análise, o caminho de um verdadeiro Super-Herói é somente um.
fonte: beit Chabad

Tenham um sábado de paz !

Fernando Rizzolo

Crer é Ver

*Por Yossi Ives

Não, eu não confundi a frase; é o próprio cliquê que está confuso. Ver não é crer, de maneira alguma. Algumas coisas que você vê não vale a pena acreditar; você pode vê-las mas elas são sem sentido e falsas. E ao inverso, há muitas coisas que você somente consegue ver se acredita nelas primeiro. Crer vem primeiro; ver é uma provável consequência.

Certa vez declarei à minha congregação que se os médicos estão certos, eu não sou casado! Veja, os pais da minha mulher ouviram de três médicos diferentes que eles jamais teriam filhos. O mesmo aconteceu a três de nossas matriarcas – Sarah, Rivca e Rachel – o impossível aconteceu: elas tiveram filhos apesar das expectativas negativas.

A um grau importante, nossa crença na possibilidade de algo ocorrer determina sua probabilidade de acontecer. Dizem que se você acredita que pode ou se acredita que não pode – de qualquer maneira você está certo! Pois se você acredita que algo é impossível, isto bem pode se tornar impossível. De forma inversa, se você acredita firmemente que algo é possível, você tem toda a chance de conseguir.

Robert H. Goddard escreveu: “É difícil dizer o que é impossível, pois o sonho de ontem é a esperança de hoje e a realidade de amanhã.” Na verdade, é impossível acreditar no impossível – porque uma vez que você acredita naquilo, não é mais impossível. Porém se você acredita que algo é impossível, quase que com certeza é. A prece é pedir pelo aparentemente impossível. Nossa história nos ensina que todo aquele que não acredita em milagres não é realista. Portanto, de fato, crer é ver.

Mas desencorajamos a auto-crença nos outros? Somos rápidos demais em descartar as ideias de outro, ou até mesmo nossa ideia? Quantas vezes dizemos: “Oh, isso nunca vai dar certo?” Com essa atitude, provavelmente não vai mesmo! A evidência é esmagadora de que se acreditamos em nós mesmos, temos muito mais chance de sermos bem-sucedidos. Da mesma forma, se temos fé nos outros, temos muito mais probabilidades de os ajudarmos a conseguir.

Quando declaramos que algo é impossível, estamos apenas dizendo que está além da nossa imaginação. Mas por que desencorajar outra pessoa e arriscar a fazê-lo voltar atrás porque carecemos de fé? Ao contrário, se mostrarmos nossa crença no outro, aquele impulso pode fazer a diferença entre o sucesso e o fracasso.

Portanto da próxima vez que seu filho vier com uma ideia maluca, ou um colega de trabalho apresentar uma sugestão que parece fora desse mundo, faça uma pausa antes de atirar um balde de água na ideia. Talvez sua dúvida esteja arrefecendo a crença deles? E talvez seu total apoio a eles possa ser a força que os ajudará a conseguir aquela meta?

Quando alguém introduz uma ideia como: “Sei que isso parece loucura” ou conclui a sugestão com um pessimista “Provavelmente não é uma boa ideia”, desafie aquele comentário. Talvez não seja uma proposta assim tão maluca? Sugiro que você pergunte: “O que o faz pensar que é uma má ideia?” Confira que a declaração negativa não foi meramente uma expressão do nervosismo daquela pessoa. Muitas vezes você descobre que estes comentários são puramente auto-dúvida gerada pela falta de confiança.

Maimonides escreve que a forma mais elevada de caridade é ajudar uma pessoa a se colocar sobre os próprios pés. Bem, instilar em alguém a coragem para ser bem-sucedido é a forma mais elevada de impulsionar alguém para atingir suas metas. Você o está ajudando com o maior bem que ele poderia ter: acreditar em si mesmo.

Estamos todos preocupados em ajudar nossos filhos. Aqui está uma ferramenta simples mas poderosa – mostrar que você acredita neles.
Fonte: Beit Chabad

Tenha um sábado de paz !

Fernando Rizzolo

Comunidade evangélica vai orar por Dilma, diz deputado

SÃO PAULO – A ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff, foi homenageada hoje (5) à noite em um culto da Assembleia de Deus, em São Paulo, pelo deputado federal Hidekazu Takayama (PSC-PR), que lhe manifestou apoio – Dilma deve se candidatar à Presidência da República em 2010 – e prometeu que a comunidade evangélica vai orar pela ministra. “Estaremos orando por você”, afirmou Takayama, que também é pastor. “O seu sucesso será o sucesso do nosso Brasil.” Frente a um público de 3 mil fiéis, Takayama recomendou a Dilma que, sempre que tiver problemas, recorra à Bíblia.

A ministra retribuiu os conselhos assentindo com cabeça e sorrindo. Em seu discurso, Dilma seguiu o protocolo dos pastores da Assembleia de Deus e iniciou a fala desejando aos fiéis que “a paz do Senhor esteja com vocês”. Dilma falou dos programas sociais do governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva como exemplo de resgate da dignidade, semelhante ao trabalho feito pelas igrejas. “O governo Lula defende os valores cristãos e as crenças morais dos brasileiros”, apregoou. “Peço a oração de vocês para que possamos seguir adiante.”

O encontro de Dilma com os fiéis evangélicos ocorreu no bairro do Belenzinho. A cerimônia comemorou o aniversário de 75 anos do presidente da igreja na região, José Wellington Bezerra da Costa, também presidente da Convenção Geral da Assembleia de Deus. A ministra chegou por volta das 19h30 e recebeu de presente uma Bíblia, que segurou no colo durante a cerimônia.
agencia estado

Rizzolo: A grande diferença entre os evangélicos, é que o modo de vida apregoado pelos pastores, de uma forma geral, leva aos fiéis a uma nova vida, e isso faz a diferença na vida das pessoas. De nada adianta um País ser desenvolvido se não há valores, normas, ética, e acima de tudo a fé em Deus. A justiça social só é alcançada quado acompanhado dos valores religiosos, principalmente no que toca à educação dos jovens, e isso tenho certeza que Dilma compartilha e apóia. Quando oramos por alguém esquecemos das diferenças ideológicas, políticas, e sociais. Sabe, no fundo eu acho que Dilma é uma pessoa religiosa, mas algo me diz que ela se envergonha de declarar ou demonstrar sua religiosidade, é o que eu sinto.

Esperando pelo Perdão

200px-gottlieb-jews_praying_in_the_synagogue_on_yom_kippur.jpg
Cena de Yom Kippur numa Sinagoga na época medieval

Neste domingo, ao final da tarde, se dará o início ao Yom Kipur. Portanto, retornarei nesta segunda-feira após 21 horas, pois ainda pretendo passar, após a quebra do jejum, na casa de um rabino amigo meu para tomar um “lechayim”, (geralmente vodka).

Como meu jejum é completo, sem água inclusive -iniciando-se domingo às 18:00 – espero novamente estar ao lado de vocês, bem disposto, após o horário referido (21:00 de segunda). A todos os meus leitores, que são meus amigos invisíveis, saibam da minha mais profunda admiração, carinho e respeito que tenho por todos, por este Brasil imenso.

Obrigado por me acompanharem nas minhas reflexões, nos meus pensamentos, no ano que passou. Continuem divulgando o Blog do Rizzolo, prestigiando este humilde espaço, minha mídia é apenas você, meu leitor e amigo, mais ninguém !

Tenho tentado nos meus escritos externar o que eu penso, sob uma visão ética, na defesa dos mais pobres, dos esquecidos, dos desvalidos, defendendo meu ponto de vista sem uma conotação ideológica marxista, ateista ultrapassada, mas numa visão humana, religiosa, firme e de bom senso. Até mais queridos amigos !

Fernando Rizzolo

Um pouco da história

O nome Yom Kipur – Dia do Perdão – nos informa de um aspecto apenas de sua significação. “Porque neste dia se fará expiação por vós para purificar-vos de todos os vossos pecados; Perante Ad-nai ficareis purificados (Lev.XVI,30).

Isso é Yom Kipur, perdão e purificação, esquecimento dos erros e extirpação das impurezas da alma. Nobres conceitos que se tomam em sua acepção mais ampla. Não se trata unicamente do perdão Divino, que se invoca mediante a confissão das faltas e as práticas de abstinência, mas, também, do perdão humano, que exige o desprendimento da vaidade e contribui para a elevação moral. Quando chega Yom Kipur, cada judeu deve estender ao seu inimigo uma mão de reconciliação, deve esquecer as ofensas recebidas e desculpar-se pelas feitas aos outros, pois, limpo de todas as suas escórias físicas e morais, deve comparecer perante o Tribunal de D`us.

Durante um dia inteiro ele permanece diante desse Tribunal numa ampla confissão de suas culpas, em humildade e arrependimento, não com o fim de rebaixar sua dignidade humana, mas para elevar-se acima de suas misérias morais e apagar toda sombra de pecado em seu interior. E assim, depurado, vislumbrar com mais claridade os caminhos do bem.

Yom Kipur é data de jejum absoluto que se interpreta não somente como uma evasão do terreno, mas como uma prova de nossa força de vontade sobre os apetites materiais que tantas vezes conduzem ao pecado. Por último, o jejum nos faz sentir na própria carne os padecimentos de tantos seres humanos que, por falta de meios, sofrem fome, sede, fraqueza, vítimas da mais profunda miséria.

por Isaac Dahan

Veja Também: Silvio Santos fala sobre o Yom Kippur

Publicado em 5770, ano novo judaico 2009, antissemitismo, últimas notícias, Blog da Dilma, Brasil, Casa Hope, cotidiano, crianças com cancer se casam nos EUA, crianças da casa hope, cultura, Deus e você, Dia do Perdão, dia do yom kipur, Dilma Roussef, direito dos animais, Direitos Humanos, economia, Edir Macedo, espiritualidade, espiritualidade na crise, evangélicos, Faixa de Gaza, Federação Israelita do Estado de São Paulo, Fiesp, geral, holocausto, igrejas evangélicas, Israel, jejum dia do perdão, Judaismo, judasimo, Kol Nidrei, maçonaria, mundo, negros do Brasil, negros no Brasil, News, notícias, o papa e os judeus, pessach, Política, preconceito racial no Brasil, Principal, RELIGIAO, Religião e Reflexões Espirituais, Silvio Santos, Silvio Santos afirma seu judaismo, Silvio Santos e a caridade, Silvio Santos e o Yom Kippur, Silvio Santos relata que é judeu, Silvio Santos religião, Silvio Santos um exemplo de judeu, Sua Sáude, video, violência contra os animais, Yom Kippur, Yom Kipur, Yom Kipur 2009. Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , . Leave a Comment »

Judeus da Uganda

fonte:bneichalutzim

Publicado em a lógica e a fé, aceitar as coisas da vida, aceitar Deus, aceitar os desígnios de Deus, adventistas, Africa judaica, alma, alma e o espírito, antievangelismo, Antigo testamento, antissemitismo, as igrejas e a mídia, as tragédias e Deus, últimas notícias, baptistas, bispo Edir Macedo, Blog do Rizzolo, Brasil, budismo, catolicismo, comportamento, comunismo e judaismo, CONSOLIDA*, cultura, desrespeito ao Shabat, Deus e você, Direitos Humanos, economia, Edir Macedo, espiritismo, espiritualidade, espiritualidade e medicina, espiritualidade maçônica, Estado ser laico., EUA, evangélicos, Falta de ética e de Deus, falta de Deus predispõe à violência, Federação Israelita do Estado de São Paulo, Fernando Rizzolo, Fernando Rizzolo Universidade Paulista, Folha Universal, geral, globo contra record, holocausto, Igreja Universal do Reino de Deus, igrejas evangélicas, igrejaunivesaldoreinodedeus, inclusão dos negros na sociedade, internautas da Arcauniversal, Israel, Judaismo, Judeus da Uganda, judeus negros, judeus negros na Africa, líderes da Igreja Presbiteriana, Lula defendeu importância das religiões, Lula diz que chegou à Presidência, Lula e Deus, maçonaria, mormons, negros e judeus no Brasil, negros no Brasil, neopentecostais, News, notícias, os negros e o judaismo, Política, preconceito antievangélicos, Presidência por obra de Deus, Principal, protestantes, Rabino Alexandre Leone, record contra globo, SP, Torá, www.bispomacedo.com.br/blog/. Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , . Leave a Comment »