Lula decide parar de fumar, mas mantém agenda

BRASÍLIA – Depois da crise de hipertensão, na última quinta-feira, no Recife, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva decidiu parar de fumar cigarrilhas. Mas em conversas com assessores, Lula avaliou que não precisa reduzir o número de viagens para atender as recomendações médicas.

Ele pretende reduzir os eventos nessas visitas aos Estados, que costumam ter até três atos públicos. Assessores do presidente reconhecem que vai ser difícil deixar de atender as demandas locais, justamente no último ano de governo e período eleitoral.

Mas a partir de agora, a ideia é dosar a agenda, evitando que o presidente chegue, por exemplo, de madrugada do trabalho e já tenha compromisso às 7 horas da manhã do dia seguinte. A intenção, também, é evitar eventos noturnos, porque o presidente mantém o hábito de acordar às 6 horas.
agência estado

Rizzolo: Na verdade o presidente já deveria ter parado de fumar há tempos. Contudo, como todos sabemos, parar com mau hábito de fumar é difícil. Provavelmente agora, com este episódio de pressão alta Lula terá em conta que sua saúde também é importante ao Brasil. Eu particularmente nunca fumei, sempre me dediquei ao esporte, ao golfe, à musculação, e ao meu maior vício: a literatura.

Lula passará por avaliações médicas hoje e amanhã

BRASÍLIA – O médico-chefe da coordenação da saúde da Presidência da República, Cléber Ferreira, irá nesta sexta-feira, 29, à tarde à casa do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, em São Bernardo do Campo, para fazer uma nova avaliação médica, medir a pressão e verificar os batimentos cardíacos dele. Ferreira acompanha diariamente Lula em seus deslocamentos em Brasília e nas viagens. O presidente permanece descansando em sua casa no ABC paulista, conforme orientação médica.

Lula também será submetido no sábado, 30, a partir das 8 horas, a uma bateria de exames no Instituto do Coração (InCor) em São Paulo. O check-up está previsto para durar três horas. A agenda do presidente continua suspensa para compromissos oficiais. A primeira previsão de retomada da programação é na segunda-feira, às 10 horas, na reabertura dos trabalhos do Judiciário, no Supremo Tribunal Federal (STF).

No entanto, na semana que vem, o presidente Lula já tem viagem prevista para três Estados, a partir da quarta-feira: Rio de Janeiro, São Paulo (na quarta-feira) e Rio Grande do Sul (na sexta-feira).
agencia estado

Rizzolo: Como já comentei anteriormente, a situação do presidente merece os cuidados de praxe. É natural de que com o rítmo de trabalho imposto ao presidente, situações de estresse ocorram. Vamos torcer pela recuperação de Lula, dessa forma todos nós ganhamos.