Quando um Raio-x acusa a falta de assunto..

É realmente impressionante como certos setores da direita e da esquerda, se utilizam de situações fantasiosas que beiram a infantilidade em época eleitoral. Por acaso, li uma matéria, que após tive notícia fora publicada na revista Veja, sobre a viagem que Marta e seu marido Favre fizeram com destino a Paris, no vôo 455 da Air France. Alega a matéria, que na terça -feira passada ao embarcarem Marta e Luis Favre, decidiram não passar pela revista de bagagem de mão feita por raios X. Alegam ainda, que o casal furou a fila da Polícia Federal, alegando que no Brasil, para as autoridades não valem as exigências que recaem sobre os brasileiros comuns.

Em primeiro lugar, o assunto é de uma irrelevância política tão grande, que denota a infantilidade jornalística no seu objetivo principal; desqualificar a Ministra como sendo uma ” desiquilibrada”, uma ” geniosa” e por conseqüência, demonstrando é claro, incompetente para lidar com a ” rés pública”. Em nota no Blog do Favre, seu marido, o casal alega que nada disso aconteceu, e nem sequer ouviram a versão oficial do casal sobre o ocorrido. Ora, está mais que patente que a imprensa infantil quer já, antes do horário eleitoral, desqualificar Marta Suplicy. Se existe alguma prerrogativa em termos de Raio-X, para Ministros em aeroportos, nada mais justo do que exercê-la. Qual é o problema? Essas pobres insinuações políticas de cunho maldoso, servem apenas para o não aprofundamento das questões principais no País. Nem é para vender mais revista, mas para simplesmente desqualificar quem não está alinhado com a opinião de uma pequena parcela raivosa. Pura falta de ter o que falar…

Fernando Rizzolo